Vuelta 2021: Caruso conquista vitória solo na 9ª etapa

HomeCompetições

Vuelta 2021: Caruso conquista vitória solo na 9ª etapa

Italiano que estava no grupo escapado atacou a 71 km da meta e cruzou com mais de um minuto de vantagem sobre Roglic, o 2º colocado

Caruso na frente após ataque a 71 km do final

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/Unipublic/Photogomez Sport

O italiano Damiano Caruso (Bahrain Victorious) conquistou vitória solo no topo do Alto de Velefique (13,2 km a 6,4%), neste domingo (22 de agosto), na 9ª etapa da Volta a Espanha. Caruso, que estava no grupo escapado, atacou a 71 quilômetros da meta e foi o único sobrevivente da fuga que conseguiu se manter na frente dos favoritos da classificação geral. O italiano cruzou com vantagem de 1min05s sobre o líder Primoz Roglic (Jumbo-Visma). Enric Mas (Movistar) foi o 3º, a 1min05s.

 

Com o resultado da etapa, o camisa vermelha Roglic conseguiu aumentar sua vantagem na liderança geral para 28 segundos sobre Enric Mas. Miguel Angel Lopez, colega de Mas na Movistar, subiu para o 3º lugar, a 1min21s.

Damiano Caruso, vice-campeão deste ano no Giro, apostou tudo na vitória da etapa, deixando seus companheiros de fuga e chegou ao início da escalada final, em Alto de Velefique, com 3min18s de vantagem sobre os seus perseguidores e 5min15s sobre o pelotão.

“Foram 71 km sozinho! Fui sozinho porque sabia que a Ineos estava estabelecendo um ritmo muito forte. Disse a mim mesmo que atacaria antes que pegassem meu grupo. Achei que a lacuna era maior do que realmente era. É incrível para mim conseguir isso depois do Giro. A última escalada foi muito longa. Eu sabia que estava ficando apertado e me concentrei em meu próprio ritmo”, contou Caruso.

“Quando estava nos últimos quilômetros, percebi que tinha uma chance de vencer. Agradeço a todos os fãs que continuaram a me apoiar depois do Giro. Agradeço também a minha família por esta vitória”, completou Caruso, que conquistou também a liderança da classificação de montanha.

No percurso da 9ª etapa

A etapa deste domingo, com 188 km e quatro grandes escaladas, o Alto de Cuatro Vientos, de categoria 2, com 10,5km a 3,8%, o Alto Collado Venta Luisa, de categoria 1, com 29km a 4,4%, o Alto Castro de Filabres, com 7,1 km a 3,9%, além da escalada final, demorou para ter uma fuga.

Somente após 93 km percorridos Caruso, Olivier Le Gac e Rudy Molard (Groupama-FDJ), Robert Stannard (Team BikeExchange) , Romain Bardet e Martijn Tusveld (DSM), Kenny Elissonde (Trek-Segafredo), Rafal Majka (UAE Emirates), Lilian Calmejane (AG2R-Equipe Citroën), Ángel Madrazo (Burgos-BH) e Julen Amézqueta (Caja Rural- Seguro RGA) conseguiram escapar e chegaram a abrir 3min36s de vantagem.

No pelotão, as equipes se movimentaram nos nove quilômetros finais, com Roglic e Adam Yates (Ineos Grenadiers) entre os mais ativos. Yates estabeleceu um forte ritmo e seu colega de equipe, Egan Bernal, teve dificuldades nos quilômetros finais e perdeu tempo. O espanhol Mikel Landa (Bahrain Victorious) também ficou para trás.

Roglic aumenta vantagem com a camisa vermelha antes do dia de descanso

Na base da subida final, o pelotão havia perdido mais 50 segundos para Caruso, que parecia no caminho certo para somar mais uma vitória. O grupo de perseguição se dividiu nas encostas mais baixas – as mais íngremes da subida. Faltando sete quilômetros para o fim, um ataque de Yates dividiu o grupo mais uma vez, com Roglic, Bernal, Mas e López indo com ele. “Foi um dia difícil. Estava muito quente de novo, com algumas subidas grandes, então estou ansioso para o descanso de amanhã”, disse Roglic. “Hoje a equipe fez um ótimo trabalho novamente e felizmente eu tinha boas pernas e fui capaz de terminar. Enric Mas estava super forte hoje”, completou.

O pelotão da Vuelta terá seu primeiro dia de descanso nesta segunda-feira.

TOP 10 DA ETAPA
1 Damiano Caruso (Ita) Bahrain Victorious 5:03:14
2 Primoz Roglic (Slo) Jumbo-Visma 0:01:05
3 Enric Mas Nicolau (Esp) Movistar Team 0:01:06
4 Jack Haig (Aus) Bahrain Victorious 0:01:44
5 Miguel Angel Lopez Moreno (Col) Movistar Team
6 Adam Yates (GBr) Ineos Grenadiers
7 Gino Mäder (Sui) Bahrain Victorious 0:02:07
8 Giulio Ciccone (Ita) Trek-Segafredo 0:02:10
9 Egan Bernal Gomez (Col) Ineos Grenadiers
10 David de la Cruz (Esp) UAE Team Emirates 0:02:40

TOP 10 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 Primoz Roglic (Slo) Jumbo-Visma 34:18:53
2 Enric Mas Nicolau (Esp Movistar Team 0:00:28
3 Miguel Angel Lopez (Col) Movistar Team 0:01:21
4 Jack Haig (Aus) Bahrain Victorious 0:01:42
5 Egan Bernal Gomez (Col) Ineos Grenadiers 0:01:52
6 Adam Yates (GBr) Ineos Grenadiers 0:02:07
7 Giulio Ciccone (Ita) Trek-Segafredo 0:02:39
8 Sepp Kuss (EUA) Jumbo-Visma 0:02:40
9 Felix Grossschartner (Aut) Bora-Hansgrohe 0:03:25
10 David de la Cruz (Esp) UAE Team Emirates 0:03:55

AS CAMISAS
Camisa vermelha – líder da classificação geral – Primoz Roglic (Jumbo-Visma)
Camisa verde – líder da classificação por pontos – Fabio Jakobsen (Deceuninck QuickStep)
Camisa de bolinhas azuis – líder da classificação de montanha – Damiano Caruso (Bahrain Victorious)
Camisa branca – líder da classificação de melhor jovem – Egan Bernal (Ineos Grenadiers)
Mais combativo da etapa – Julen Amézqueta (Caja Rural- RGA Seguros)

Próxima etapa
Após o primeiro dia de descanso, o pelotão retorna na terça-feira (24 de agosto), para a 10ª etapa, com 189 km entre Roquetas de Mar e Rincon de la Victoria. A etapa com perfil plano no início pode fazer com que os escapados abram caminho, mas há o Porto de Almachár, uma subida de categoria 2, a 15 km da chegada, que poderá fazer a diferença.

Após o descanso, um dia plano com uma subida de categoria 2

AS ETAPAS

Etapa 1 – 14 de agosto – Burgos – Burgos (ITT) – 7,1 km
Etapa 2 – 15 de agosto – Calaruega – Burgos – 166,7 km
Etapa 3 – 16 de agosto – Santo Domingo de Silos – Picón Blanco – 202,8 km
Etapa 4 – 17 de agosto – El Burgo de Osma – Molina de Aragón – 163,9 km
Etapa 5 – 18 de agosto – Tarancon – Albacete – 184,4 km
Etapa 6 – 19 de agosto – Requena – Alto de Cullera – 158,3 km
Etapa 7 – 20 de agosto – Gandia – Balcão de Alicante (Puerto de Tibi) – 152km
Etapa 8 – 21 de agosto – Santa Pola – La Manga del Mar Menor – 173,7 km
Etapa 9 – 22 de agosto – Puerto Lumbreras – Velefique – 188 km

Dia de descanso – 23 de agosto

Etapa 10 – 24 de agosto – Roquetas de Mar – Rincon de la Victoria – 189 km
Etapa 11 – 25 de agosto – Antequera – Valdepeñas de Jaén – 133,6 km
Etapa 12 – 26 de agosto – Jaén – Cordoba – 175 km
Etapa 13 – 27 de agosto – Belmez – Villanueva de la Serena – 203,7 km
Etapa 14 – 28 de agosto – Don Benito – Pico de Villuercas – 165,7km
Etapa 15 – 29 de agosto – Navalmoral de la Mata – El Barraco – 197,5 km

Dia de descanso – 30 de agosto

Etapa 16 – 31 de agosto – Laredo – Santa Cruz de Bezana – 180 km
Etapa 17 – 1 de setembro – Unquera – Lagos de Covadonga – 185,8 km
Etapa 18 – 2 de setembro – Salas – Altu d’El Gamoniteiru – 162, 6 km
Etapa 19 – 3 de setembro – Tapia – Monforte de Lemos – 191,2 km
Etapa 20 – 4 de setembro – Sanxenxo – Mos Herville Castro – 202,2 km
Etapa 21 – 5 de setembro – Padrón – Santiago de Compostela (ITT) – 33,8 km

LEIA MAIS
Volta a Espanha no Bikemagazine

VEJA VÍDEOS

ÚLTIMO KM

DESTAQUES