Vuelta 2021: Taaramae vence 3ª etapa e é o novo líder

HomeCompetições

Vuelta 2021: Taaramae vence 3ª etapa e é o novo líder

Com a vitória, Taaramae lidera a classificação geral com vantagem de 25 segundos sobre Kenny Elissonde; o então líder Primoz Roglic caiu para a 3ª colocação

Taaramae na vitória solo da 3ª etapa da Vuelta

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/Unipublic / Photogomez Sport

Rein Taaramae (Intermarché-Wanty-Gobert) venceu nesta segunda-feira (16 de agosto) a 3ª etapa da Volta a Espanha, a primeira com chegada ao alto, e é o novo líder da classificação geral. O ciclista da Estônia deixou para trás seus companheiros de fuga Joe Dombrowski (UAE Emirates) e Kenny Elissonde (Trek-Segafredo) nos dois quilômetros finais da escalada até o topo de Picón Blanco, com 7,6 km e com uma inclinação média de 9,3% e máxima de 18% nas encostas finais, e conquistou vitória solo.

Dombrowski terminou 21 segundos atrás, com Elissonde em terceiro a 36 segundos. Lilian Calmejane (AG2R Citroën) foi o 4º, a 1min16s.

Com a vitória, Taaramae lidera a classificação geral com vantagem de 25 segundos sobre Elissonde. O então líder Primoz Roglic caiu para a 3ª colocação, a 30 segundos.

Taaramae com a camisa vermelha

“Tenho 34 anos, não tenho muitos anos restantes, e sonhei muitas vezes em usar a camisa vermelha da Vuelta. Já havia vencido uma etapa da Vuelta e também no Giro, mas sonhava em liderar um Grand Tour. Vou curtir a camisa pelo menos por alguns dias. Estou muito, muito feliz por ter feito isso hoje”, comemorou o novo líder.

“Tenho um diretor esportivo muito inteligente, Valerio Piva, e ontem falamos em tentar ganhar a etapa e conquistar a camisa vermelha. Acreditei muito em mim hoje porque estou em boa forma. Era tudo sobre o pelotão nos pegando ou não. Quando eu vi que íamos conseguir, fiquei imaginando como estavam Joe Dombrowski e Kenny Elissonde. Os outros também eram muito bons, mas eu sei que Joe e Kenny são de grande qualidade. Mas acreditei em mim mesmo, porque já os venci. Quando ganhei uma etapa do Giro (2016), o Joe estava em 3º. E agora estávamos lutando um contra o outro novamente”, completou.

O pelotão largou para a etapa com 183 ciclistas, já que Alexander Cataford (Israel Start Up Nation) fraturou a clavícula no final da etapa anterior e abandonou. Oito ciclistas formaram a fuga do dia, com Taaramae, Elissonde, Dombrowski, Calmejane, Jetse Bol (Burgos-BH), Tobias Bayer (Alpecin-Fenix), Julen Amezqueta (Caja Rural-Seguros RGA) e Antonio Jesus Soto (Euskaltel-Euskadi).

A diferença da fuga estava em 5min05s quando Elissonde conquistou 3 pontos KOM no topo da primeira escalada do dia, em Puerto del Manquillo (km 39,2), de categoria 3. No pelotão, não houve colaboração e os escapados começaram a aumentar a diferença, que chegou a 9min05s.

No percurso da 3ª etapa

Grupo escapado chegou a abrir 9 minutos de vantagem

Quando os escapados entraram nos últimos 50 km, com o poderoso Picón Blanco no cenário, a diferença era de 8min20s. Os escapados aceleraram na passagem ao Alto de Bocos, de categoria 3, e Bayer levou 3 pontos KOM e 3 segundos de bônus. Enquanto isso, a Bahrain Victorious, de Mikel Landa, aumentou o ritmo e conseguiu reduzir a diferença para 4min25s.

Calmejane atacou no grupo escapado nos últimos 15 km e chegou nas primeiras encostas do Picón Blanco 14 segundos na frente. A 6,5 km da meta, Dombrowski acelerou e Taaramae e Elissonde responderam. Taaramae contra-atacou a 2,5 km e ninguém mais o alcançou.

No pelotão, Enric Mas (Movistar) atacou e chegou 3 segundos à frente. Roglic, Egan Bernal (Ineos Grenadiers), Adam Yates (Ineos Grenadiers), Giulio Ciccone (Trek-Segafredo) e Landa chegaram juntos, a 1min48s, mas o campeão olímpico Richard Carapaz (Ineos Grenadiers) ficou para trás e cruzou a 2min48s, o que deve prejudicar suas expectativas de lutar pela classificação geral.

Na classificação das camisas, Jasper Philipsen (Alpecin-Fenix) manteve a liderança da camisa verde da classificação por pontos, Egan Bernal é o novo camisa branca da classificação de melhor jovem e Kenny Elissonde lidera a classificação de montanha. Julen Amezqueta faturou o prêmio de mais combativo da etapa.

TOP 10 DA ETAPA
1 Rein Taaramae (Est) Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux 5:16:57
2 Joe Dombrowski (EUA) UAE Team Emirates 0:0:21
3 Kenny Elissonde (Fra) Trek-Segafredo 0:0:36
4 Lilian Calmejane (Fra) AG2R Citroën Team 0:01:16
5 Enric Mas Nicolau (Esp) Movistar Team 0:01:45
6 Miguel Angel Lopez Moreno (Col) Movistar Team 0:01:48
7 Primoz Roglic (Slo) Jumbo-Visma m.t.
8 Adam Yates (GBr) Ineos Grenadiers m.t.
9 Mikel Landa Meana (Esp) Bahrain Victorious m.t.
10 Giulio Ciccone (Ita) Trek-Segafredo m.t.

TOP 10 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 Rein Taaramae (Est) Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux 9:25:44
2 Kenny Elissonde (Fra) Trek-Segafredo 0:0:25
3 Primoz Roglic (Slo) Jumbo-Visma 0:0:30
4 Lilian Calmejane (Fra) AG2R Citroën Team 0:0:35
5 Enric Mas Nicolau (Esp) Movistar Team 0:0:45
6 Miguel Angel Lopez Moreno (Col) Movistar Team 0:0:51
7 Alejandro Valverde (Esp) Movistar Team 0:0:57
8 Giulio Ciccone (Ita) Trek-Segafredo
9 Egan Bernal Gomez (Col) Ineos Grenadiers
10 Mikel Landa Meana (Esp) Bahrain Victorious 0:01:09

AS CAMISAS
Camisa vermelha – líder da classificação geral – Rein Taaramae (Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux)
Camisa verde – líder da classificação por pontos – Jasper Philipsen (Alpecin-Fenix)
Camisa de bolinhas azuis – líder da classificação de montanha – Kenny Elissonde (Trek Segafredo)
Camisa branca – líder da classificação de melhor jovem – Egan Bernal (Ineos Grenadiers)
Mais combativo da etapa – Julen Amezqueta (Caja Rural Seguros RGA)

Próxima etapa
A 4ª etapa, nesta terça-feira (17 de agosto), de El Burgo de Osma a Molina de Aragón, com 163,9 km, será mais uma oportunidade para os velocistas. Novamente em trajeto plano, mas com alguns trechos sinuosos.

Trajeto da 4ª etapa terá 163,9 km

AS ETAPAS

Etapa 1 – 14 de agosto – Burgos – Burgos (ITT) – 7,1 km
Etapa 2 – 15 de agosto – Calaruega – Burgos – 166,7 km
Etapa 3 – 16 de agosto – Santo Domingo de Silos – Picón Blanco – 202,8 km
Etapa 4 – 17 de agosto – El Burgo de Osma – Molina de Aragón – 163,9 km
Etapa 5 – 18 de agosto – Tarancon – Albacete – 184,4 km
Etapa 6 – 19 de agosto – Requena – Alto de Cullera – 158,3 km
Etapa 7 – 20 de agosto – Gandia – Balcão de Alicante (Puerto de Tibi) – 152km
Etapa 8 – 21 de agosto – Santa Pola – La Manga del Mar Menor – 173,7 km
Etapa 9 – 22 de agosto – Puerto Lumbreras – Velefique – 188 km

Dia de descanso – 23 de agosto

Etapa 10 – 24 de agosto – Roquetas de Mar – Rincon de la Victoria – 189 km
Etapa 11 – 25 de agosto – Antequera – Valdepeñas de Jaén – 133,6 km
Etapa 12 – 26 de agosto – Jaén – Cordoba – 175 km
Etapa 13 – 27 de agosto – Belmez – Villanueva de la Serena – 203,7 km
Etapa 14 – 28 de agosto – Don Benito – Pico de Villuercas – 165,7km
Etapa 15 – 29 de agosto – Navalmoral de la Mata – El Barraco – 197,5 km

Dia de descanso – 30 de agosto

Etapa 16 – 31 de agosto – Laredo – Santa Cruz de Bezana – 180 km
Etapa 17 – 1 de setembro – Unquera – Lagos de Covadonga – 185,8 km
Etapa 18 – 2 de setembro – Salas – Altu d’El Gamoniteiru – 162, 6 km
Etapa 19 – 3 de setembro – Tapia – Monforte de Lemos – 191,2 km
Etapa 20 – 4 de setembro – Sanxenxo – Mos Herville Castro – 202,2 km
Etapa 21 – 5 de setembro – Padrón – Santiago de Compostela (ITT) – 33,8 km

LEIA MAIS
Volta a Espanha no Bikemagazine

VÍDEOS

ÚLTIMO KM

DESTAQUES