Alex Malacarne: correr Cape Epic já é grande, com o Sauser é ainda maior

HomeCompetições

Alex Malacarne: correr Cape Epic já é grande, com o Sauser é ainda maior

Brasileiro que integra a equipe britânica Trinity vai fazer dupla com o pentacampeão suíço Christoph Sauser na ultramaratona Cape Epic

Alex Malacarne na Copa do Mundo de MTB em Snowshoe

Dani Prandi/Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

Os últimos meses de 2021 serão intensos para o paranaense Alex Malacarne, de 19 anos, que vai estrear na ultramaratona Cape Epic, na África do Sul, de 17 a 24 de outubro, em dupla com o suíço Christoph Sauser, que tem 45 anos, e venceu a prova em 2006, 2011, 2012, 2013 e 2015.

Malacarne, que passou a integrar a equipe britânica Trinity Racing no início da temporada, pretende disputar ainda o Campeonato Brasileiro de MTB, de 29 a 31 de outubro, e a ultramaratona Brasil Ride, de 7 a 13 de novembro. “Quero fazer tudo”, resume, em entrevista ao Bikemagazine.

 

Malacarne conta que, quando estreou na Trinity, equipe de desenvolvimento de atletas Sub 23 e que teve entre seus integrantes Tom Pidcock, disse que a ultramaratona Cape Epic era um de seus objetivos. “Quando entrei na equipe coloquei no cronograma que gostaria de ir no Cape Epic. Era um sonho, queria estar lá um dia. Então, desde o início, eles sabiam que eu queria. No meio do ano, me perguntaram: ‘de zero a cem quais as chances de você querer ir?’ Eu respondi 110”, lembra. “Ir com o Sauser era uma suposição, não sabia que ia dar certo. No ano passado, ele ia com o Tom Pidcock, mas a pandemia cancelou a prova”, lembra.

“Correr Cape Epic já é grande, com um pentacampeão é ainda maior”, continua o brasileiro. “Acho que, na Elite, serei o atleta mais jovem.”

Malacarne e Sauser em selfie de 2019

Malacarne conheceu Sauser em 2019, quando passou uma temporada no Centro da UCI (União Ciclística Internacional) em Aigle, na Suíça. Naquela época, no dia 16 de outubro, tirou uma selfie ao seu lado durante um treino, que guarda até hoje. “Imagina que, dois anos depois, no próximo dia 16 de outubro, vamos estar a um dia de correr juntos.” A dupla estará na equipe NinetyOne-songo-Specialized.

Malacarne na Copa do Mundo de MTB

O paranaense deu um salto na carreira de uma maneira pouco comum depois de vencer o reality “O Próximo Pro”, em 2018, cujo prêmio era um lugar na equipe Specialized Racing BR. Foi sua primeira vez em uma equipe com estrutura profissional e, a partir daí, sua trajetória foi evoluindo rapidamente. Ainda na categoria Junior, naquele ano Malacarne se destacou ao encerrar o ranking mundial da UCI MTB XCO na 5ª colocação.

Ele costuma dizer que sua ida para a Trinity, que em 2020 também contratou o norte-americano Christopher Blevins, que se tornaria o primeiro campeão mundial de short track em 2021, foi um “trabalho de formiguinha”. Além da indicação de Sauser, contou com a ajuda da equipe Specialized Brasil e conseguiu um contrato válido pelo período em que for atleta Sub 23.

Seu início no esporte foi em 2016, quando se mudou para Criciúma (SC) e passou a integrar a equipe Bike Point. Na época começou a disputar provas de MTB e de estrada e faturou o título brasileiro de contrarrelógio e do XCO na categoria Junior.

Atualmente, assim como tem ocorrido em outras equipes, em que atletas disputam provas de mountain bike e de estrada, na Trinity, além de etapas da Copa do Mundo de MTB, Malacarne encarou o Tour de Mirabelle, na França, no final de maio.

Foi sua primeira vez em uma prova de etapas do ciclismo de estrada com o pelotão da Elite. Malacarne terminou em 19º na classificação Sub 23 e em 48º na classificação geral. “Foi uma experiência bacana, foram quatro etapas, três delas com mais de 170 km. Foi um aprendizado.”

Meses depois, no início deste mês de setembro, conquistou seu primeiro Top 10 na Sub 23 da Copa do Mundo em Snowshoe, nos Estados Unidos. No dia seguinte, seu colega de equipe e de quarto Christopher Blevins vencia a etapa do XCO da Elite e, na entrevista após a vitória, disse que ter participado da prova de estrada Tour of Britain tinha sido essencial para sua conquista.

LEIA MAIS
Alex Malacarne no Bikemagazine