Flanders 2021: confira as equipes da crono de revezamento misto

HomeCompetições

Flanders 2021: confira as equipes da crono de revezamento misto

Prova nesta quarta-feira terá 13 equipes e vai contar com os vencedores da Elite Filippo Ganna e Ellen van Dijk

O bicampeão mundial de contrarrelógio Filippo Ganna está confirmado na seleção da Itália

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

Nesta quarta-feira (22 de setembro) as provas de contrarrelógio do Campeonato Mundial de Ciclismo 2021, em Flanders, na Bélgica, terminam com o Team Time Trail Mixed Relay, prova de crono de revezamento por equipes, com seis ciclistas, três homens e três mulheres. A crono terá 44,5 km de percurso, entre Knokke-Heist e Bruges.

A largada será às 13h45 (hora local), 8h45 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo pelo canal da UCI (União Ciclística Internacional) no Youtube.

Veja links e horários aqui

As competições retornam na sexta-feira com as provas de estrada.

A crono de revezamento de equipe mista estreou no Mundial de 2019, na Grã-Bretanha. Em Flanders, o trio masculino percorrerá 22,5 km e, depois, será a vez das três mulheres completarem o restante do trajeto.

Assim como em qualquer contrarrelógio por equipes, a coordenação e a comunicação entre os ciclistas serão fundamentais. As três mulheres só podem começar quando o segundo do trio masculino tiver concluído seu segmento, e o tempo de chegada é determinado pela segunda mulher a cruzar a linha.

Percurso da crono de revezamento misto

“O contrarrelógio por equipe de revezamento mista reservado para as seleções nacionais é o último passo em direção a uma maior igualdade de gênero no ciclismo”, disse David Lappartient, presidente da UCI, na apresentação do evento. “Entre 2012 e 2018, o contrarrelógio por equipes foi uma vitrine para as equipes registradas na UCI. O novo formato irá destacar as federações nacionais e seus ciclistas, ao mesmo tempo que promove a igualdade entre homens e mulheres.”

A prova terá 13 equipes, entre elas uma formada por ciclistas apoiados pela UCI que treinam no UCI World Cycling Centre, na Suíça. As seleções holandesa, vencedora em 2019 (relembre aqui), italiana, dinamarquesa, suíça, alemã e britânica vão comparecer com equipes fortes. Os recém-coroados campeões da Elite, o italiano Filippo Ganna e a holandesa Ellen van Dijk, estão confirmados, assim como a holandesa Annemiek van Vleuten, os suíços Stefan Küng e Marlen Reusser e o alemão Tony Martin, que vai disputar pela última vez uma prova de crono antes da aposentadoria.

AS EQUIPES

UCI World Cycling Centre
Akvile Gedraiyte (Lituânia)
Anastasiya Kolesava (Bielo-Rússia)
Tereza Medvedova (Eslováquia)

Paul Daumont (Burkina-Faso)
Jean Eric Habimana (Ruanda)
Ahmad Badreddin Wais (Síria)

Holanda
Annemiek van Vleuten
Ellen van Dijk
Riejanne Markus

Koen Bouwman
Bauke Mollema
Jos Van Emden

Itália
Marta Cavalli
Elena Cecchini
Elisa Longo Borghini

Edoardo Affini
Filippo Ganna
Matteo Sobrero

Alemanha
Lisa Brennauer
Lisa Klein
Mieke Kroeger

Nikias Arndt
Tony Martin
Maximilian Richard Walscheid

Bélgica
Shari Bossuyt
Jolien D’hoore
Lotte Kopecky

Victor Campenaerts
Ben Hermans
Yves Lampaert

França
Marion Borras
Clara Copponi
Coralie Demay

Thomas Denis
Valentin Tabellion
Benjamin Thomas

Suíça
Elise Chabbey
Nicole Koller
Marlen Reusser

Stefan Bissegger
Stefan Küng
Mauro Schmid

Grã-Bretanha
John Archibald
Alice Barnes
Anna Henderson

Daniel Bigham
Alex Dowsett
Joss Lowden

Estados Unidos
Coryn Rivera
Leah Thomas
Ruth Winder

Lawson Craddock
Brandon McNulty
Neilson Powless

Áustria
Sarah Rijkes
Christina Schweinberger
Kathrin Schweinberger

Tobias Bayer
Felix Ritzinger
Maximilian Schmidbauer

Espanha
Ziortza Isasi Cristobal
Sara Martin Martin
Lourdes Oyarbide Jimenez

Xabier Mikel Azparren
Diego Lopez Fuentes
Luis Guillermo Mas Bonet

Polônia
Karolina Karasiewicz
Karolina Kumiega
Aurela Nerlo

Filip Maciejuk
Damian Papierski
Bartosz Rudyk

Dinamarca
Julie Leth
Amalie Dideriksen
Emma Cecilie Joergensen

Mikkel Bjerg
Mathias Joergensen
Magnus Cort Nielsen

Start list aqui

PROGRAMAÇÃO
Mundial de Ciclismo de Estrada 2021 – de 19 a 26 de setembro

Contrarrelógio – Knokke-Heist – Bruges
Contrarrelógio elite masculino – 43,3 km – Felippo Ganna é bicampeão
Contrarrelógio sub-23 masculino – 30,3 km – Vitória do dinamarquês Price-Pejtersen
Contrarrelógio elite feminino – 30,3 km – Ellen van Dijk é a campeã
Contrarrelógio junior – Dinamarquês Gustav Wang e russa Alena Ivanchenko vencem na Junior 
21 de setembro – Contrarrelógio junior masculino – 22,3 km – Largada: 14h55 (hora local), 9h55 (horário de Brasília)
22 de setembro – Contrarrelógio de revezamento misto – 44,5 km – Largada: 13h45 (hora local), 8h45 (horário de Brasília)

Estrada
24 de setembro – Junior masculino – Leuven – Leuven – 121, 4 km – Largada: 8h15 (horário local), 3h15 (horário de Brasília)
24 de setembro – Sub 23 masculino – Antuérpia – Leuven – 160,9 km – Largada: 13h25 (hora local), 8h25 (horário de Brasília)
25 de setembro – Junior feminino – Leuven – Leuven – 75 km – Largada: 8h15 (horário local), 3h15 (horário de Brasília)
25 de setembro – Elite feminino – Antuérpia – Leuven – 157,7 km – Largada: 12h20 (horário local), 7h20 (horário de Brasília)
26 de setembro – Elite masculino – Antuérpia – Leuven – 268,3 km – Largada: 10h25 (hora local), 5h25 (horário de Brasília)

LEIA MAIS
Mundial de Ciclismo no Bikemagazine
Site oficial do evento