Novidades UCI: Mundial de gravel, mundial na África e mais

HomeÚltimo KM

Novidades UCI: Mundial de gravel, mundial na África e mais

Confira as principais medidas anunciadas pela União Ciclística Internacional durante o encontro anual da entidade

O presidente da UCI David Lappartient

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

A UCI (União Ciclística Internacional) anunciou uma série de novidades no encontro anual da entidade realizado durante o Campeonato Mundial de Ciclismo de Estrada, em Flanders, na Bélgica. O presidente da UCI, David Lappartient, confirmou que, a partir de 2022, será realizado um campeonato mundial de gravel. A entrada da categoria gravel na programação será pelo UCI Gravel World Series, que vai funcionar como qualificatória para o novo campeonato mundial.

Novidades na Copa do Mundo de MTB, nas provas de ciclocross e o reforço do calendário do ciclismo feminino também entraram na pauta de novidades, assim como o anúncio de que a África vai sediar um Mundial de Estrada pela primeira vez na história, em 2025, em Ruanda.

 

Uma novidade do ciclocross já tem data marcada: no Mundial de Ciclocross, dias 29 e 30 de janeiro em Fayetteville, Arkansas, nos EUA, haverá pela primeira vez uma prova de revezamento por equipes. Será um evento-teste que, depois, será avaliado com o objetivo de integrar o revezamento no programa do Campeonato Mundial de Ciclocross da UCI no futuro.

No MTB, a UCI anunciou que, a partir da temporada 2022, o cross country short track (XCC) terá sua própria classificação geral, como já é do cross country olímpico (XCO) e do downhill (DHI) nas etapas da Copa do Mundo de MTB. Isso significa que um vencedor da Copa do Mundo UCI para esta especialidade será coroado no final da temporada nas competições masculina e feminina.

Ao mesmo tempo, o XCC continuará, como é o caso hoje, a desempenhar um papel na decisão das posições dos competidores no grid de largada do XCO. Os pontos ganhos no XCC também continuarão a contar para a classificação da Copa do Mundo UCI para o XCO.

Chegada da La Course by Le Tour 2021

O Comitê de Gestão da UCI anunciou ainda mudanças no ciclismo de estrada feminino. A partir de 2023, um estatuto para o ciclismo neoprofissional será introduzido no UCI Women’s WorldTeams, no mesmo modelo do que já existe para as equipes profissionais masculinas. O estatuto será para as competidoras com menos de 23 anos que assinarem seu primeiro contrato com uma equipe mundial feminina da UCI.

Os salários mínimos regulamentares foram atualizados para as temporadas de 2023 a 2025, inclusive para as mulheres neoprofissionais. O salário mínimo será, portanto, o mesmo para os corredores do UCI Women’s WorldTeams e UCI ProTeams (homens) em 2023. Ele continuará a aumentar para UCI Women’s WorldTeams, com o objetivo de que esse salário mínimo seja idêntico para UCI Women’s WorldTeams e UCI WorldTeams o mais rápido possível. É possível, ainda, que a categoria Sub 23 feminino seja incluída nas provas do Mundial de Ciclismo já em 2022.

Além disso, com o aumento no número de estruturas compreendendo equipes masculinas e femininas, o Comitê de Gestão da UCI decidiu alinhar as condições de atribuição para as licenças UCI WorldTour e UCI Women’s WorldTour para as equipes. Este alinhamento entrará em vigor a partir da temporada de 2026, após um período de transição de dois anos em 2024 e 2025.

Em relação à temporada de 2022, o Comitê de Gestão da UCI aprovou os seguintes calendários

2022 UCI Road International Calendar
2022 UCI Mountain Bike International Calendar
2022 UCI Mountain Bike Eliminator World Cup
2022 Copa do Mundo de Cross-country de E-Mountain Bike UCI
2022 UCI BMX International Calendar
2022 Copa do Mundo UCI BMX
2022 UCI BMX Freestyle International Calendar
2022 Calendário Internacional de Paraciclismo UCI
2022 UCI Trials International Calendar
2022 UCI Gran Fondo World Series

Estes calendários, juntamente com todas as alterações de regulamentos aprovadas pelo Comitê de Gestão da UCI, serão publicados no site da UCI (www.uci.org) dia 1º de outubro.