Flanders 2021: Filippo Ganna é bicampeão mundial de crono

HomeCompetições

Flanders 2021: Filippo Ganna é bicampeão mundial de crono

Italiano supera Wout van Aert por 6 segundos e mantém a camisa arco-íris do contrarrelógio na abertura do Mundial na Bélgica

Pódio do contrarrelógio, com Ganna, campeão, Van Aert em 2º e Evenepoel em 3º

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/UCI

O italiano Filippo Ganna defendeu a camisa arco-íris de campeão mundial de contrarrelógio neste domingo (19 de setembro) no primeiro dia de disputas do Campeonato Mundial de Ciclismo de Estrada 2021, em Flanders, na Bélgica. “Top Ganna” marcou o tempo de 47min47s no percurso plano de 43,3 quilômetros entre Knokke-Heist e Bruges. Os belgas Wout van Aert e Remco Evenepoel ficaram em 2º e 3º, a 6s e 44s, respectivamente.

 

“Estava me sentindo bem, mas não sabia como ia acabar. É muito importante para mim ter ficado com esta camisa”, comemorou o ciclista piemontês de 25 anos, integrante da equipe Ineos-Grenadiers. “Tenho muito respeito por todos os adversários, mas vencer na Bélgica é muito especial. Foi um sonho para mim vencer hoje. Fiz uma grande crono, foi fantástico e agradeço ao meu staff. Tenho de agradecer também Van Aert e Evenepoel, que me motivaram a melhorar. Há muito respeito entre nós”, completou Ganna, que, no dia 10 de setembro, ficou em 2º lugar no Campeonato Europeu, vencido por Stefan Küng.

“Acho que minha condição atingiu o nível certo na última semana, depois do Campeonato Europeu de Trento, graças a um curto treinamento em altitude que me fez bem. Não sabia o que esperar da corrida de hoje, embora tivesse o sonho de voltar a ganhar. É uma honra usar a camisa arco-íris e espero honrá-la da melhor forma no próximo ano”.

Aos 25 anos, “Top Ganna” conquista a camisa arco-íris da crono pela segunda vez

Ganna, o último a largar, poupou energia nos primeiros quilômetros e cronometrou seu esforço com precisão. Van Aert marcou o melhor tempo em ambas as verificações de tempo intermediário, mas Ganna soube administrar a prova com perfeição para, bravamente, manter o título mundial.

Van Aert, o penúltimo a largar, finalizou a prova com 47min53s, 36 segundos mais rápido que Evenepoel, que ficou um bom tempo na liderança. Mas, assim como em 2020, terminou novamente no segundo lugar do pódio, desta vez em casa.

Wout van Aert repetiu o segundo lugar de 2020

O alemão Tony Martin, quatro vezes campeão mundial de crono, anuncia aposentadoria

A prova contou com 52 ciclistas. Stefan Bissegger marcou o primeiro tempo forte do dia, ao fechar em 49min13s, mas logo foi superado por Evenepoel, com impressionantes 42 segundos de diferença.

O alemão Tony Martin, quatro vezes campeão mundial na disciplina (2011, 2012, 2013 e 2016), anunciou que vai se retirar do pelotão profissional após o Mundial. Martin, que ainda vai disputar a prova de Team Relay de revezamento misto na quarta-feira (22 de setembro), terminou na 6ª colocação, atrás do dinamarquês Kasper Asgreen e do suíço Stefan Küng. O esloveno Tadej Pogacar, bicampeão do Tour de France, terminou na 10ª colocação, a 1min53s.

TOP 10
1 Filippo Ganna (Itália) 0:47:47
2 Wout van Aert (Bélgica) 0:00:06
3 Remco Evenepoel (Bélgica) 0:00:44
4 Kasper Asgreen (Dinamarca) 0:00:46
5 Stefan Küng (Suíça) 0:01:07
6 Tony Martin (Alemanha) 0:01:18
7 Stefan Bissegger (Suíça) 0:01:26
8 Ethan Hayter (Grã-Bretanha) 0:01:27
9 Edoardo Affini (Itália) 0:01:49
10 Tadej Pogacar (Eslovênia) 0:01:53

A CHEGADA DE GANNA

Programação
Nesta segunda-feira será a vez do contrarrelógio da elite feminino e a categoria Sub 23 masculino, que vão disputar a crono em um percurso de 30,3 km. A Sub 23 será às 10h40 (hora local), 5h40 (horário de Brasília). A Elite feminino será às 14h40 (hora local), 9h40 (horário de Brasília), ambas com transmissão ao vivo pelo  canal da UCI (União Ciclística Internacional) no Youtube.

Confira links e horários aqui

ROGRAMAÇÃO
Mundial de Ciclismo de Estrada 2021 – de 19 a 26 de setembro

Contrarrelógio – Knokke-Heist – Bruges
19 de setembro – Contrarrelógio elite masculino – 43,3 km – Largada: 14h30 (hora local), 9h30 (horário de Brasília)
20 de setembro – Contrarrelógio sub-23 masculino – 30,3 km – Largada: 10h40 (hora local), 5h40 (horário de Brasília)
20 de setembro – Contrarrelógio elite feminino – 30,3 km – Largada: 14h40 (hora local), 9h40 (horário de Brasília)
21 de setembro – Contrarrelógio junior feminino – 19,3 km – Largada: 10h30 (hora local), 5h30 (horário de Brasília)
21 de setembro – Contrarrelógio junior masculino – 22,3 km – Largada: 14h55 (hora local), 9h55 (horário de Brasília)
22 de setembro – Contrarrelógio de revezamento misto – 44,5 km – Largada: 13h45 (hora local), 8h45 (horário de Brasília)

Estrada
24 de setembro – Junior masculino – Leuven – Leuven – 121, 4 km – Largada: 8h15 (horário local), 3h15 (horário de Brasília)
24 de setembro – Sub 23 masculino – Antuérpia – Leuven – 160,9 km – Largada: 13h25 (hora local), 8h25 (horário de Brasília)
25 de setembro – Junior feminino – Leuven – Leuven – 75 km – Largada: 8h15 (horário local), 3h15 (horário de Brasília)
25 de setembro – Elite feminino – Antuérpia – Leuven – 157,7 km – Largada: 12h20 (horário local), 7h20 (horário de Brasília)
26 de setembro – Elite masculino – Antuérpia – Leuven – 268,3 km – Largada: 10h25 (hora local), 5h25 (horário de Brasília)

LEIA MAIS
Mundial de Ciclismo no Bikemagazine
Site oficial do evento