Copa do Mundo: Blevins em vitória histórica em Snowshoe

HomeCompetições

Copa do Mundo: Blevins em vitória histórica em Snowshoe

Novo campeão mundial de XCC, norte-americano fatura a rodada final do XCO; Avancini tem queda e pneu furado e fica em 15º

Blevins vence em casa a rodada final da Copa do Mundo

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

O norte-americano Christopher Blevins venceu neste domingo (19 de setembro) a prova do cross country da rodada final da Copa do Mundo de MTB, em Snowshoe, nos Estados Unidos. Uma vitória histórica, em casa, que surpreendeu e animou ainda mais a torcida local já que, desde 1994, com Tinker Juarez, os EUA não venciam uma etapa da competição. O romeno Vlad Dascalu foi o 2º e o tcheco Ondrej Cink terminou em 3º.

O brasileiro Henrique Avancini, que estava forte, sempre no grupo da frente, sofreu uma queda pouco antes de abrir a última volta, conseguiu se recuperar mas teve um pneu furado no trecho final e chegou só com o aro, na 15ª colocação. Na classificação geral, Avancini encerrou a temporada em 12º.

 

A prova, aliás, teve outros furos que mudaram os rumos da disputa. O primeiro, logo no início, foi o suíço Mathias Fluckiger, campeão antecipado da classificação geral, que estava longe do local de apoio mecânico e perdeu tempo. O próximo a ter o pneu furado foi o francês Victor Koretzky, vencedor do Short Track da sexta-feira e da etapa do XCO anterior, que empinou a bike para chegar na área técnica. Depois, começou uma prova de recuperação e acabou terminando em 8º.

No trecho final, Nino Schurter, que liderou boa parte da disputa, também teve um pneu furado e encerrou na 4ª colocação adiando, mais uma vez, seu objetivo de igualar o recorde de 33 vitórias em etapas da Copa do Mundo de Julian Absalon. Schurter tem 32 vitórias e sua última vitória na competição foi em julho de 2019 em Les Gets, na França.

Um forte grupo liderou a ponta da disputa, com Schurter, Avancini, Blevins, Cink, Dascalu e Luca Braidot. Schurter atacou diversas vezes e Avancini foi capaz de responder a todas as acelerações. Luca Braidot largou a última volta na primeira posição, liderando pela primeira vez em toda a corrida. Mas Blevins mostrou que estava guardando forças. No trecho final, o norte-americano conseguiu abrir vantagem na frente, Dascalu tentou responder, mas não havia mais o que fazer.

“Essa vitória significa absolutamente tudo”, disse Blevins. “Eu estaria mentindo se dissesse que esperava isso ou mesmo que sonhasse com isso. Vencer com minha família e todos os fãs dos EUA aqui… Estou muito emocionado. Eu queria, mas não achei que seria este ano. É muito maior do que eu”, disse o vencedor, que integra a equipe Trinity Racing, a mesma do brasileiro Alex Malacarne.

“Acabei de disputar uma corrida de oito dias na estrada, o Tour of Britain, e você aprende algo sobre como conservar energia em uma corrida como essa. Tentei desviar do vento e me esconder um pouco e quando chegou a hora de atacar eu não segurei absolutamente nada. Eu estava apenas esperando a corrida inteira por aquele momento. Quando eu ataquei, eu realmente fui completamente”, contou.

TOP 10
1 Christopher Blevins (EUA) Trinity Racing MTB 1:15:14
2 Vlad Dascalu (Rom) Trek-Pirelli 0:00:09
3 Ondrej Cink (Tche) Kross Orlen Cycling Team 0:00:20
4 Nino Schurter (Sui) Scott-Sram MTB Racing Team 0:00:34
5 Luca Braidot (Ita) Santa Cruz FSA MTB Pro Team) 0:00:39
6 Luca Schwarzbauer (Ale) Lexware Mountainbike Team 0:00:56
7 Milan Vader (Hol) KMC-Orbea 0:01:09
8 Victor Koretzky (Fra) KMC-Orbea 0:01:16
9 David Nordemann (Hol) CST Postnl Bafang MTB Racing Team 0:01:24
10 Maxime Marotte (Fra) Santa Cruz FSA MTB Pro Team 0:01:34

Classificação geral
O vencedor da classificação geral, Mathias Flückiger, encerrou a Copa do Mundo com 1573 pontos, após encerrar entre os três primeiros em todas as corridas, exceto na rodada final. E a batalha de Koretzky valeu a pena, pois ele segurou Cink por um único ponto para ficar em segundo lugar na geral.

“Estou muito orgulhoso. Esta tem sido uma temporada fantástica e nunca tive azar até hoje. Por isso, estou triste pela corrida, mas muito feliz pelo título geral. Agora preciso descansar, mas já estou bastante motivado para a próxima temporada”, disse o suíço.

A britânica Evie Richards

Na disputa do feminino, a britânica Evie Richards, nova campeã mundial, faturou sua segunda vitória seguida no XCO da Copa do Mundo de MTB. Richards, que também venceu o short track na sexta-feira, encerrou a competição em segundo lugar na classificação geral. A australiana Rebecca McConnell foi a 2ª, a 1min31s, e a holandesa Anne Tauber terminou em 3º, a 1min54s.

A campeã antecipada da classificação geral da Copa do Mundo foi a francesa Loana Lecomte, que não disputou a rodada final. A francesa, depois de vencer as primeiras quatro rodadas, estava invencível com 1550 pontos, mas Richards passou de quinta colocada antes do XCC para terceira e depois para segunda após o XCO, 35 pontos à frente da sueca Jenny Rissveds.

TOP 10
1 Evie Richards (GBr) Trek Factory Racing XC 1:14:53
2 Rebecca McConnell (Aus) Primaflor Mondraker Xsauce 0:01:31
3 Anne Tauber (Hol) CST Postnl Bafang MTB Racing Team 0:01:54
4 Sina Frei (Sui) Specialized Racing 0:02:10
5 Anne Terpstra (Hol) Ghost Factory Racing 0:02:31
6 Jenny Rissveds ((Sue) 0:02:56
7 Linda Indergand (Sui) Liv Factory Racing 0:03:19
8 Nadine Rieder (Ale) Ghost Factory Racing 0:03:40
9 Jolanda Neff (Sui) Trek Factory Racing XC 0:04:08
10 Rocio del Alba Garcia Martinez (Esp) BH Templo Cafés UCC

Sub 23
Na Sub 23 masculino, o brasileiro Alex Malacarne terminou na 10ª colocação e comemorou seu primeiro Top 10 na Copa do Mundo. O vencedor foi o chileno Martin Vidaurre Kossmann, novo campeão mundial Sub 23. O italiano Simone Avondetto foi o 2º e o suíço Joel Roth o 3º.

Resultados completos aqui

LEIA MAIS
Copa do Mundo de MTB no Bikemagazine