Victor Koretzky vai integrar equipe de ciclismo de estrada

HomeCiclismo

Victor Koretzky vai integrar equipe de ciclismo de estrada

Francês que venceu a penúltima etapa da Copa do Mundo de MTB assina com a equipe B&B Hotels p / b KTM e sonha com as clássicas e o Grand Tour

Koretzky na vitória em Lenzerheide

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

O francês Victor Koretzky surpreendeu ao anunciar que assinou um contrato de duas temporadas com a equipe de ciclismo de estrada B&B Hotels p / b KTM. A contratação do francês, medalha de bronze no Mundial de MTB de 2021, 5º nos Jogos de Tóquio e um dos destaques das competições de MTB desta temporada, que venceu o XCO da penúltima etapa da Copa do Mundo em Lenzerheide (relembre aqui), faz parte dos planos da equipe de, ao estilo da Alpecin-Fenix de Mathieu van der Poel, diversificar sua presença nas competições de ciclismo e mountain bike.

 

Em entrevista à imprensa francesa, Koretzky disse que a mudança o motivou. “Já vimos que os ciclistas podem atuar em várias disciplinas”, afirmou. ” Eu vou continuar competindo no mountain bike, combinar disciplinas vai me deixar mais feliz e mais motivado.”

“ A vitória na Copa do Mundo em Lenzerheide atraiu muita atenção. No MTB existem nomes como Mathieu van der Poel e Tom Pidcock, que tem alto desempenho na estrada e no MTB. Obviamente, isso motiva outras equipes a se envolverem no mountain bike”, disse.

Victor Koretzky bate Schurter na chegada do XCO em Albstadt

Não há nenhuma programação em seu calendário ainda. “Estamos perto do final da temporada. Agora vou aos Estados Unidos para a última rodada da Copa do Mundo (veja aqui). Então vou descansar e depois me encontrar e treinar com minha nova equipe. Lá definiremos 2022″, continuou.

Koretzky diz que um de seus sonhos é participar de uma clássica ou vencer uma etapa de uma grande prova. “As corridas de um dia me fazem sonhar. Uma vitória em etapa de um Grand Tour também. Vamos ver do que sou capaz de fazer em um pelotão. Mas quero brilhar o mais rápido possível. Não será fácil, mas farei todo o possível”, afirmou.

“A estrada sempre me fez sonhar”, disse o campeão mundial Júnior de mountain bike. “Nas categorias juvenis, não corri muito na estrada, mas consegui bons resultados. Ser eficiente no final das corridas, cuja duração pode às vezes ultrapassar cinco horas, isso não me assusta.”

O gerente geral da equipe, Jérôme Pineau, comentou sobre a contratação: “Pensamos nele desde a criação da equipe, há quatro anos. Victor queria ficar 100% focado no mountain bike até os Jogos de Tóquio e ele fez bem. Podemos ver como os mountain bikers são capazes de se sair bem na estrada e Victor é do calibre de Van Der Poel ou Pidcock. As suas capacidades físicas são excepcionais, a sua agilidade e a sua explosão também, ele é um rapaz extraordinário que vai trazer para a equipe o seu lado divertido e o seu gosto pelo prazer do ciclismo. Victor é inteligente, o ciclismo de estrada já faz parte do seu dia a dia, ele saberá medir o trabalho a ser realizado para adaptar as suas qualidades às exigências da estrada”.