Brasil Ride: Hans Becking e José Dias vencem 4ª etapa e assumem a liderança

HomeCompetiçõesDestaque

Brasil Ride: Hans Becking e José Dias vencem 4ª etapa e assumem a liderança

Dupla formada por holandês e português retorna à liderança geral; Lukas Kaufmann e Sherman Trezza estão a 8 minutos

Metros finais antes da vitória de Becking e Dias – Foto Nicolas Ferri

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

A quarta etapa da Brasil Ride foi marcada por uma reviravolta na classificação geral da competição. Após liderarem por duas etapas, Sherman Trezza e Lukas Kaufmann (Ciclogiro Scott/Hoffmann Pedal Sport) não tiveram um bom dia e viram sua vantagem de quase dois minutos virar uma desvantagem de oito minutos, para Hans Becking (HOL) e José Dias (POR), vencedores no trecho de 58,km completados em 4h15min49s.

Com as fortes chuvas da terça-feira (9 de novembro), o clima local se modificou bastante. O circuito configurou-se enlameado e o calor foi bem menor do que nos três dias anteriores. Etapa propícia para os europeus Hans e José se destacarem e imprimirem seu ritmo do começo ao fim, passando na frente na primeira metade, na dura subida de 8 km do Parque Nacional Alto do Cariri, e ir aumentando a cada quilômetro sua folga na liderança.

“Foi uma ‘Etapa Rainha’ completamente diferente dos últimos anos. Minha sorte é que eu tive um parceiro muito forte, como foi no dia anterior. O José puxou o ritmo de novo, a prova toda. Ele, com certeza, merece estar vestindo a camiseta de líder. Eu só tive o trabalho de ficar na roda dele. Para mim, dia difícil. Amanhã (quinta-feira) finalmente voltamos para a praia”, comentou Hans Becking.

“Sabíamos que seria uma nova ‘Etapa Rainha’, com uma subida bem dura, na metade da etapa. E tínhamos a consciência de que este era o dia pra recuperar a camiseta amarela. Optamos por ditar o ritmo desde o início, que seria nossa estratégia para garantir a vitória. Felizmente conseguimos, após um dia duro e bem difícil. Espero que todos os ciclistas consigam completar essa etapa, por toda sua dificuldade, que tudo ocorra bem e amanhã voltemos para a praia”, avaliou José. “Foi muito difícil chegar no topo do Parque Alto do Cariri, mas lá a vista era extremamente bonita e recompensadora”, completou.

Na passagem por Monte Alegre, distrito de Guaratinga – Foto Mario Jordany

Primeiro pódio de Edson e Ulan
Apontados como favoritos para a disputa da camiseta branca, a de melhor dupla das Américas, Edson Resende e Ulan Galinski, da Caloi Henrique Avancini Racing, tiveram nesta quarta a melhor etapa na Santander Brasil Ride Bahia. Completaram os 100km na segunda posição, próximos de Gustavo Xavier e Alex Malacarne (Specialized Racing BR), que completaram o top 3, com os tempos de 4h21min16 e 4h21min17, respectivamente.

“Larguei com uma mentalidade diferente. Estava frustrado nas duas últimas etapas, porque não estava conseguindo pedalar do jeito que Edson e eu almejávamos. Foram dois dias que ele me ajudou demais, e agora pedalei por ele e pelos membros da nossa equipe. Largamos bem, estávamos perto dos líderes, mas nos perdemos e um ponto e voltamos em oitavo lugar. Conseguimos reconectar e chegamos em segundo geral. Estou muito feliz”, contou Ulan.

Edson Rezende comemora 2ª colocação na etapa – Foto Rosita Belinky

“Dia em que as coisas encaixaram. Foram dois dias anteriores difíceis. Por isso eu gosto desta competição, porque ela é extremamente imprevisível. Colocamos a cabeça no lugar, com objetivo de ter um ótimo resultado. Erramos em um ponto, mas mantivemos a calma e voltamos ao foco. Recuperamos, para cruzar em segundo, o que prova que tínhamos tudo para brigar pela vitória nesta etapa. Temos mais três dias pela frente, tudo pode acontecer”, analisou Edson.

Brasileiras lideram a elite feminina
A etapa foi bastante positiva para as ciclistas alemãs Naima Diesner e Anna Jördens (9th Wave Cycling Doctore Bike). Se ao término da prova no dia anterior a diferença para as líderes, Marcella Toldi e Lutecia Azevedo (4Fun Bike Center) era de 34 minutos, agora Naima e Anna conseguiram reduzir mais do que a metade, terminando 18 minutos à frente das adversárias. Naima e Anna finalizaram o percurso em 5h37min48, contra 5h55min51 das brasileiras.

Anna e Naima comemoram vitória – Foto Wladmir Togumi

“Foi uma etapa bem legal, com uma serra bastante técnica. Em certo momento fez bastante calor, então procuramos nos hidratar bem. Forçamos bastante, sofremos juntas, então, foi ótimo. Agora, descansar, se alimentar bem e se preparar para a etapa 5”, disse Naima. “No início não me senti bem, porque estava quente, embora não igual os dias anteriores. Apenas no ponto de apoio três, que bebi uma Coca Cola, me senti bem melhor. Daí, fizemos força até o final”, comentou Anna.

Classificação online e em tempo real
Todas as etapas da competição contam com o tempo real online, disponível no site da prova. A cada dia, a altimetria e os pontos de apoio da etapa são disponibilizados. Para acessar o resultado, basta entrar no site – www.brasilride.com.br/live – e clicar em All the Results (Todos os Resultados). Ao acessar a página, é possível acompanhar a passagem dos ciclistas em pontos chave, definidos pela cronometragem, e saber a posição geral ou por categoria. Ao término da corrida, a classificação do dia e a acumulada também ficam disponíveis.

RESULTADOS DO DIA
Elite masculina:

1 – Hans Becking (HOL) e José Dias (POR) – 4h15min49
2 – Edson Rezende e Ulan Galinski – 4h21min16
3 – Gustavo Xavier e Alex Malacarne – 4h21min17
4 – Sherman Trezza e Lukas Kaufmann – 4h25min45
5 – Andrews Henriques (POR) e Filipe Francisco (POR) – 4h32min01

Elite feminina:
1 – Naima Diesner (ALE) e Anna Jördens (ALE) – 5h37min48
2 – Marcella Toldi e Lutecia Azevedo – 5h55min51
3 – Aline Olmedo e Lucinéia Brunetta – 7h24min18
4 – Laianna Lacerda e Natalia Radatz – 7h57min19
5 – Ada Pires e Raissa Zortea – 8h03min34

TOP 5 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL
Elite masculina:
1 – Hans Becking (HOL) e José Dias (POR) – 12h42min44
2 – Sherman Trezza e Lukas Kaufmann – 12h50min51
3 – Edson Rezende e Ulan Galinski – 13h01min47
4 – Gustavo Xavier e Alex Malacarne – 13h06min00
5 – Andrew Henriques (POR) e Filipe Francisco (POR) – 13h06min20

Elite feminina:
1 – Marcella Toldi e Lutecia Azevedo – 17h04min22
2 – Naima Diesner (ALE) e Anna Jördens (ALE) – 17h20min37
3 – Aline Olmedo e Lucinéia Brunetta – 21h15min11
4 – Ada Pires e Raissa Zortea – 23h51min35
5 – Laianna Lacerda e Natalia Radatz – 24h36min06

AS ETAPAS
Etapa 1 – 7/11 – 19,5 km – Arraial d’Ajuda
Etapa 2 – 8/11 – 132 km – Arraial a Guaratinga – 2.350m de altimetria acumulada
Etapa 3 – 9/11 – 58,7 km – Guaratinga – 1.350m de altimetria acumulada
Etapa 4 – 10/11 – 103 km – Guaratinga – 2.377m de altimetria acumulada
Etapa 5 – 11/11 – 143 km – Guaratinga a Arraial – 2.336m de altimetria acumulada
Etapa 6 – 12/11 – 31,7 km – Arraial d’Ajuda – 564m de altimetria acumulada
Etapa 7 – 13/11 – 46 km – Arraial d’Ajuda – 548m de altimetria acumulada

LEIA MAIS
Brasil Ride no Bikemagazine
Site oficial do evento