Brasil Ride Espinhaço: Trezza e Kaufmann vencem prólogo

HomeBrasil Ride

Brasil Ride Espinhaço: Trezza e Kaufmann vencem prólogo

Prova em cinco etapas em Minas Gerais vai percorrer 220 km e terá 7 mil metros de altimetria acumulada

No percurso do prólogo Foto: Wladimir Togumi

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

Sherman Trezza e Lukas Kaufmann são os primeiros líderes da categoria Open da inédita Brasil Ride Espinhaço, que começou nesta terça-feira (14 de dezembro) em Conceição do Mato Dentro (MG) e terá cinco etapas, com um total de 220 km e mais de 7 mil metros de altimetria acumulada. No feminino, Paula Gallan e Isabella Lacerda foram as vencedoras.

O prólogo teve percurso de 16 km nas proximidades da arena Santander Brasil Ride. Ao completarem a disputa em 43min30, Sherman Trezza e Lukas Kaufmann abriram 1min58s de vantagem sobre a dupla Ricardo Pscheidt e Leandro Donizete, que concluiu o percurso em 45min28. Lucas Mota e Rodrigo Nascimento fecharam o top 3 do primeiro dia, com o tempo de 47min15s.

No feminino, Paula Gallan e Isabella Lacerda encerraram com o tempo de 55min53s.

 

“Há um mês corremos a Santander Brasil Ride na Bahia. Pela primeira vez faço duas ultramaratonas num espaço tão curto de tempo, ou seja, vivo aqui uma experiência nova. Treinei bem nas últimas duas semanas e construí uma boa forma neste período. Correr em Minas Gerais, nessas montanhas, para mim é competir em casa. Gosto muito do tipo de trilhas que temos aqui, porque são técnicas e também exigem performance. Um prólogo é assim mesmo. Encaixamos o ritmo no começo, seguramos e fomos fluindo cada vez mais. O nosso entrosamento é muito bom. Não precisamos nem conversar tanto, porque as coisas acontecem naturalmente. Fomos rápidos e agora temos confiança extra para o restante da competição”, contou Lukas Kaufmann.

Lukas Kaufmann na abertura Foto: Marcelo Maragni

Sherman Trezza no prologo Foto: Marcelo Maragni

“Outra vez iniciamos uma competição bem equilibrados. Isso facilita muito para uma dupla em termos técnicos e físicos. Estamos super felizes pelo resultado. Sempre quis conhecer essa região, muito legal para a prática do mountain bike. Se os próximos quatro dias forem parecidos com este prólogo, com certeza será divertido, mesmo que seja duro. Passamos por trilhas fantásticas, isso que é o mountain bike. Vamos curtir os cinco dias aqui em Conceição do Mato Dentro e nada melhor do que começar com uma vitória e ter a camiseta de líder”, comentou Sherman Trezza.

Entre as mulheres, Paula Gallan e Isabella Lacerda iniciaram com tudo a busca pelo título da competição inédita em Conceição do Mato Dentro. A dupla assumiu a liderança com o tempo de 55min53, 3min14 à frente de Marcella Toldi e Fabiana Brandão. Letícia Cândido e a alemã Naima Diesner completaram o top 3, cravando 1h01min55, apenas um segundo à frente de Julyana Machado e Sabrina Gobbo.

Isabella Lacerda na disputa Foto: Marcelo Maragni

Paula Gallan, parceira de Isabella Lacerda Foto: Marcelo Maragni

“Estava com saudades da Brasil Ride. É uma das provas mais sofridas que eu corro, mas é uma das minhas preferidas. Não sei te explicar o porquê, mas é uma energia única. Estou muito feliz. Correr em casa, num terreno espetacular. O prólogo teve uma pista incrível. Muito técnica, do jeito que eu gosto. Paula e eu temos uma amizade de muitos anos e isso contribuiu para o resultado e nosso entrosamento. Vamos levar essa amizade e respeito até o final, porque isso é fundamental. Agora, é recuperar, porque na segunda etapa é que começa de verdade. A abertura foi só um aperitivo. Vamos tentar segurar a camiseta de líderes até o fim do quinto dia. Esse é o objetivo”, avaliou Isabella.

“Minha quinta vez em uma prova da Brasil Ride. Já corri quatro vezes na Bahia. Fizemos um prólogo muito bom e estou feliz de competir ao lado da Isabella, que é uma referência no mountain bike, inspiração desde que comecei. Nossa sintonia é realmente boa”, disse Paula Gallan.

O português Tiago ferreira Foto: Wladimir Togumi

Campeão mundial e bicampeão europeu, o português Tiago Ferreira escolheu a Santander Brasil Ride Bahia para fazer seu início de temporada. Disputando a categoria solo, Ferreira conseguiu o segundo melhor tempo geral do dia, atrás apenas de Trezza e Kaufmann, cravando a volta do prólogo em 44min49, cinco minutos e meio à frente de Frederico Zacharias.

“Do que eu tinha visto no reconhecimento do prólogo, seria espetacular se o tempo ajudasse. Mesmo com a chuva da noite, o calor no período da manhã fez o terreno secar bem e a aderência estava ótima. Foi realmente divertido. Aproveitei bastante e acredito que foi um bom início”, relatou Tiago. “Optei pela categoria solo para fazer meu ritmo, minha corrida. Iniciar a temporada, para desfrutar ao máximo desses cinco dias”, completou o português.

Erick Bruske na disputa da categoria e-MTB Foto: Alemão Silva

A Santander Brasil Ride Espinhaço também conta com a categoria de E-MTB, realizada também em cinco dias, no mesmo percurso das demais modalidades. Entre os homens, Erick Bruske foi o mais rápido, finalizando em 37min43 o trajeto. No feminino, Isabella Ribeiro concluiu o percurso em 41min02.

“Vencer o primeiro dia foi muito legal, mas ainda foi diferente do que vamos encarar nas demais etapas, que serão mais longas e teremos que pensar bem na estratégia de dosar bateria, ou não, além de ver como será correr com todos os atletas pedalando juntos, uma vez que o prólogo foi individual. Dei meu melhor, sem me preocupar com ninguém copiando minhas linhas. Vou comemorar a vitória e, a partir de segunda etapa, penso mais sobre a estratégia de prova”, disse Bruske.

Trecho de pedras durante o prólogo Foto: Wladimir Togumi

Top 5 

Masculino
1-Sherman Trezza/Lukas Kaufmann – 43min30
2-Ricardo Pscheidt/Leandro Donizete – 45mi28
3-Lucas Motta/Rodrigo Nascimento – 47min15
4-Carlos Henrique Paixão/Marcus Silva – 47min59
5-André Aikawa/Marcus Silva – 48min07

Feminino
1-Paula Gallan/Isabella Lacerda – 55min53
2-Marcella Toldi/Fabiana Brandão – 59min08
3-Letícia Cândido/Naima Diesner – 1h01min55
4-Julyana Rodrigues/Sabrina Gobbo – 1h01min56
5-Bárbara Domingues/Gabriela Vasconcelos – 1h16min16

Mais informações no site oficial