Cristian Egidio é o melhor brasileiro na estreia na Argentina

HomeCompetiçõesCiclismo

Cristian Egidio é o melhor brasileiro na estreia na Argentina

Equipe Swift Carbon Pro Cycling Brasil encerra primeira disputa com a licença continental com 5º lugar de Kacio Freitas na etapa final

Pelotão na Vuelta del Porvenir, na Argentina

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

A equipe brasileira Swift Carbon Pro Cycling Brasil, que em 2022 conquistou licença Continental, estreou a temporada na Vuelta del Porvenir, em San Luis, na Argentina, de 9 a 13 de fevereiro, com Rafael Andriato, Magno Prado Nazaret, João Pedro Rossi, Cristian Egídio, Orlando Neto e Kacio Freitas. O próximo compromisso da equipe é a Vuelta de Mendoza, de 19 a 27 de fevereiro.

 

O time terminou em 14º no ranking das equipes e o melhor brasileiro na classificação geral foi Cristian Egídio, que ficou em 26º lugar. Já Orlando Neto foi o 51º; Kacio Freitas foi o 53º; João Pedro Rossi o 61º e Rafael Andriato o 73º. Magno Prado não terminou.

Kacio Freitas foi o brasileiro com o melhor resultado em etapas ao terminar a última disputa na 5ª colocação. O vencedor foi o argentino Mauricio Quiroga, que, no entanto, não conseguiu alcançar o compatriota Nicolas Tivani, que conquistou o título da classificação geral. O ciclista é da equipe local Agrupación Virgen de Fátima.

Para o técnico da equipe, Marcello Donabela, a estreia foi boa. “Com o passar das etapas fomos melhorando, pegando ritmo e conseguindo ser mais competitivos. Kácio Freitas acabou finalizando a última etapa na 5ª colocação”, afirmou.

“Agora temos cinco dias de descanso e no sábado começa a Vuelta de Mendoza. Acredito que estaremos melhor e esperamos alguns resultados melhores, mas sem cobrança. Lembrando que estamos apenas com um mês e meio de treinamentos e aqui na Argentina é o auge da temporada deles”, completa.

Cristian Egídio encerrou em 26º na geral

Mauricio Quiroga vence etapa final

Na briga pelo título, Mauricio Quiroga lutou, mas Tivani soube trabalhar com a vantagem que tinha e conquistou o título geral com o tempo de 15h04s11, quatro segundos à frente do adversário, vencedor da etapa final.

Na classificação por equipes, a Team Medellín-EPM foi a campeã.

Resultados completos aqui