Omloop Het Nieuwsblad abre temporada belga neste sábado

HomeCiclismo

Omloop Het Nieuwsblad abre temporada belga neste sábado

Primeira corrida belga do calendário tem trechos de paralelepípedo e subidas curtas no percurso de 204 km

Pelotão na Omloop Het Nieuwsblad de 2021

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

A Omloop Het Nieuwsblad, a primeira clássica belga da temporada 2022, será neste sábado (26 de fevereiro).

A clássica atraiu um pelotão de estrelas, como o belga Wout Van Aert, o campeão mundial de ciclocross e ouro em Tóquio no MTB Tom Pidcock, os ex-vencedores Stuyven, Gilbert, Stybar e o vencedor da Ronde van Vlaanderen, Kasper Asgreen. Veja start list aqui

Apesar de estar na pré-lista, Vinicius Rangel acabou de fora da escalação da equipe Movistar.

No Brasil, os direitos de transmissão são da ESPN, que confirmou a transmissão somente no serviço de streaming Star + entre 10h e 13 h.

 

A Omloop Het Nieuwsblad tem tudo o que se espera de uma clássica, com subidas curtas e duras, paralelepípedos e condições climáticas que podem se tornar decisivas. Pelas previsões, o pelotão vai enfrentar frio intenso e dia nublado com possibilidade de chuva no percurso de 204 quilômetros por terras agrícolas incluindo nove seções de paralelepípedos, os “kasseien” – e 13 subidas curtas, as “hellingen”.

Após uma década de início e término em Gent, os organizadores mudaram de cenário em 2018 adotando o antigo final do Tour of Flanders, com as subidas ao Muur van Geraardsbergen e ao Bosberg. Em 2019, a meta foi mudada alguns quilômetros adiante da estrada principal de Meerbeke para o centro de Ninove, que se repete desde então.

A subida Muur van Geraardsbergen e sua capela no topo da colina

O primeiro teste ocorre após 40 km, com a combinação das pedras de Haghoek e a subida de Leberg; com 90 km chegam as subidas Den Ast, Katteberg, Haghoeck-Leberg novamente, Rekelberg e Valkenberg. A disputa fica mais intensa a 55 km da meta com as passagens por Wolvenberg, Molenberg, Leberg, Berendries e Eikenberg. Após uma pausa de 10 quilômetros, o final está depois do famoso Muur van Geraardsbergen e sua capela no topo da colina, seguida de perto pelo Bosberg. Segue-se mais 13 quilômetros, com espaço para jogos táticos e ataques.

A Omloop Het Nieuwsblad faz parte do calendário WorldTour desde 2017. Nomes como Eddy Merckx, Freddy Maertens e Johan Museeuw já venceram a disputa, que começou sua história em 1945. Desde 2006 há também uma versão feminina.

No domingo, é dia da Kuurne-Bruxelas-Kuurne, que terá uma nova rota, com 4 novas subidas no percurso e quatro trechos de paralelepípedos nos 195 quilômetros do trajeto.

LEIA MAIS
Omloop Het Nieuwsblad no Bikemagazine

Kuurne-Bruxelas-Kuurne no Bikemagazine