Peter Sagan: Está uma anarquia total no pelotão, é nojento

HomeCompetiçõesCiclismo

Peter Sagan: Está uma anarquia total no pelotão, é nojento

Tricampeão mundial acusa ciclistas da nova geração de desrespeitar regras do esporte e até urinar no meio do pelotão

Sagan, de 32 anos, critica atitude dos ciclistas mais jovens

Do Bikemagazine
Foto de divulgação

O eslovaco Peter Sagan (Total Energies) deu uma entrevista ao jornal belga “Het Nieuwsblad” que tem provocado polêmica. Sagan, que tem 32 anos e atua no ciclismo profissional desde 2010, criticou a atitude dos ciclistas jovens, recém-chegados ao pelotão World Tour, que não respeitam os mais velhos e as “regras ocultas”.

“A geração de jovens atual não tem respeito. A gente sente isso. No passado havia regras ocultas no pelotão, agora… esquece. Há uma anarquia total”, disse o eslovaco, que em seguida apontou uma das situações que mais o chocou nos últimos tempos:

“A primeira vez que percebi foi quando estava na liderança de uma prova e parei para urinar e eles continuaram a atacar, enquanto que antes este era um momento de descanso no pelotão. A parada para urinar não existe mais. Antes tínhamos um tempo fixo para parar e urinar em conjunto. Agora urinam todos nas bicicletas. Eu me pergunto: ‘isto é normal?’ Eu entenderia se fosse no final de um Tour de Flanders ou da Paris-Roubaix, mas no meio de uma prova? Não se perde nada se parar um pouco. E eles nem se importam em ir para a beira da estrada. Não vou apontar nomes, mas eles simplesmente fazem ali no meio do pelotão. É nojento”, desabafou Sagan.

Não é a primeira vez que Sagan denuncia o que vê como falta de respeito no pelotão. Em entrevistas, em 2015 e 2018, ele acusou que há ciclistas que “quebram regras e só pensam em si mesmos”. O eslovaco, campeão mundial em 2015, 2016 e 2017, estreou nesta temporada na equipe Total Energies e em suas primeiras provas não teve bons resultados: foi 98º na Omloop e 117º na Kuurne-Bruxelas-Kuurne.

Sagan, que passou o início do ano se recuperando da Covid-19, tem como objetivo próximo a Milão-San Remo no dia 19 de março. O eslovaco não estará neste sábado na Strade Bianche, já que sua equipe não recebeu o convite de participação. Leia aqui