Etapa por etapa do Desafio Tour de SC Márcio May 50 Anos

HomeDestaque

Etapa por etapa do Desafio Tour de SC Márcio May 50 Anos

Confira os detalhes do percurso que tem Serra do Rio do Rastro, Morro da Igreja e Serra do Corvo Branco; serão 1.955km em 10 dias

O catarinense Márcio May começa pedalada dia 22 de maio

Do Bikemagazine
Foto de divulgação

O ciclista olímpico catarinense Márcio May, que vai comemorar seu aniversário de 50 anos no próximo dia 22 de maio, comenta as etapas do Desafio Tour de SC que leva o seu nome. May vai pedalar, a partir do dia 13, em um total de 1.955km em dez dias, alguns dos trechos que integraram algumas das edições da famosa prova catarinense Tour de Santa Catarina, que ele venceu quatro vezes (1997, 1998, 2002 e 2005).

No percurso estão a mítica subida da Serra do Rio do Rastro, a subida do Morro da Igreja e a Serra do Corvo Branco.

May, que representou o Brasil em três olimpíadas (Barcelona-1992, Atlanta-1996 e Atenas-2004), começa o desafio no próximo dia 13 em frente à Márcio May Sports, em Brusque. Todas as etapas terão início  pontualmente às 7 horas.

“Penso que a velocidade média geral do evento será de aproximadamente 27km/h. Em alguns trechos será superior a 30km/h, dependendo do relevo e das condições climáticas”, diz Márcio May, que terá a companhia de outros amigos ciclistas em alguns trechos.

O ciclista terá o apoio logístico de um veículo que vai oferecer alimentação em paradas estratégicas em locais seguros, além de apoio mecânico e uma bicicleta reserva para eventualidades.

ETAPA 1 – BRUSQUE – JARAGUÁ DO SUL – 221,30km – 2.400m
O “Desafio Tour de SC Márcio May 50 Anos” começa com uma longa etapa de 221,3km que passa pelo famoso Vale Europeu. As dificuldades do dia ficam por conta da subida da Serra de Pomerode no KM 73 e pela longa Serra Dona Francisca que começa no KM 160 (a 10 metros sobre o nível do mar) e atinge a altitude de 960 metros. No total, May vai subir o equivalente a 2.400 metros de ganho de elevação.

“O Tour de Santa Catarina já passou várias vezes pelo trecho da Serra Dona Francisca. Em algumas edições mais antigas da prova, o pelotão subiu a Serra, que ainda era calçada com paralelepípedos. Nas últimas edições que passou pelo local, o pelotão passou descendo a serra”,  lembra May.

O tempo estimado para este trajeto é de 7h30min. 

ETAPA 2 – SÃO BENTO DO SUL – PORTO UNIÃO – 200,54km – 2.983m
O segundo dia de pedalada traz um percurso com pouco mais de 200km e sem longas serras, mas que exigirá muito do atleta no trajeto repleto de “sobe e desce” que, somado, chega a quase 3 mil metros de subidas.

A chegada é na cidade de Porto União, na divisa com o Estado do Paraná, local onde May venceu uma etapa pelo Tour de Santa Catarina no início da década de 90.

*O tempo estimado de pedalada é de 7 horas.
* Todos os tempos baseados em treinos do atleta e em médias estimadas pelo aplicativo Strava

ETAPA 3 – PORTO UNIÃO – CHAPECÓ – 243,64km – 3.300m
A etapa mais longa do “Desafio Tour de SC Márcio May 50 Anos” termina em Chapecó, no extremo Oeste de Santa Catarina, cidade em que May venceu uma etapa do Tour de SC disputada em um circuito. Além da grande quilometragem May terá pela frente um relevo duro, com muitas subidas e descidas.

O tempo estimado de pedalada é de aproximadamente 8 horas.

ETAPA 4 – CHAPECÓ – JOAÇABA – 203,03km – 4.691m
A quarta etapa traz a maior altimetria do “Desafio Tour de SC Márcio May 50 Anos”, com quase 5 mil metros de subidas acumuladas em pouco mais de 203km.

“Este será um dia muito difícil. Lembro uma vez o Tour de SC realizou uma versão mais curta desta etapa. O pelotão chegou todo quebrado, cada um chegou sozinho”, lembra May. 

ETAPA 5 – JOAÇABA – RIO DO SUL – 221,12km – 3.403m
No quinto dia de pedalada, May terá pela frente outra longa jornada, com destino a Rio do Sul, cidade em que venceu uma etapa de contrarrelógio individual em um dos últimos anos de sua carreira como profissional.

No caminho para Rio do Sul, May vai descer a Serra da Santa, local em que costumava treinar no começo de sua carreira, ainda na adolescência.

“A etapa é dura no início, pois começa subindo. Mais para o fim, depois do KM 140, é mais de boa”, explica.

O tempo estimado de pedalada é de 7h30min.

ETAPA 6 – RIO DO SUL – SÃO MARTINHO – 210,50km – 3.651m
De Rio do Sul, o “Desafio Tour de SC Márcio May 50 Anos” segue em direção ao Sul do Estado e pela primeira vez os trechos de gravel entram no roteiro de Márcio May.

O trajeto apresenta aproximadamente 30km de trecho de piso gravel/terra até São Martinho.

ETAPA 7 – SÃO MARTINHO – CRICIÚMA – 108,69km – 1.455m
A etapa mais curta do “Desafio Tour de SC Márcio May 50 Anos” vai até Criciúma e tem 108,69km com um total de 1.455 metros de altimetria acumulada.

“Apesar de curta, o terreno tem um ganho altimétrico significativo”, relata May.

O tempo estimado de pedalada é de aproximadamente 4 horas.

ETAPA 8 – CRICIÚMA – URUBICI (MORRO DA IGREJA) – 179,51km – 4.688m
O oitavo dia do “Desafio Tour de SC Márcio May 50 Anos” tem pela frente uma longa jornada com uma das subidas mais míticas do Brasil, a famosa escalada da Serra do Rio do Rastro, que leva o ciclista até 1.436 metros sobre o nível do mar. A serra fez parte do trajeto em praticamente todas as edições do Tour de Santa Catarina.

Depois de superar a Serra do Rio do Rastro e passar por São Joaquim, May segue em direção a Urubici até concluir a pedalada no Morro da Igreja, a 1.794 metros sobre o nível do mar e um dos pontos mais altos de Santa Catarina. No total, são 179,51km e 4.688 metros de subida acumulada.

“Além de ser uma etapa bem difícil, já estarei no oitavo dia de pedaladas”, afirma May.

ETAPA 9 – URUBICI – FLORIANÓPOLIS – 227,34km- 3.058m
No penúltimo dia do “Desafio Tour de SC Márcio May 50 Anos” é hora de descer a serra catarinense e seguir em direção à capital Florianópolis, no litoral. A segunda etapa mais longa do desafio tem mais de 227km de extensão e 3 mil metros de ascensão.

May vai descer a famosa Serra do Corvo Branco e mais uma vez terá pela frente dois trechos de gravel/terra, que somam mais de 30km. Na eventualidade do trecho da Serra Corvo Branco estar fechado, a pedalada seguirá por um caminho alternativo de quilometragem equivalente.

O terreno volta a ficar difícil a partir do KM 72 (Braço do Norte), com um relevo desafiador que passa por três picos, o último deles no KM 157 a pouco mais de 900 metros sobre o nível do mar.

A entrada na capital catarinense deverá ser pela histórica ponte metálica Hercílio Luz, cartão-postal de Florianópolis.

O tempo estimado de pedalada é de aproximadamente 8 horas.

ETAPA 10 – FLORIANÓPOLIS – BRUSQUE – 126,6km – 719m
O último dia é igualmente mais curto e segue um longo trecho da BR-101 em um dos litorais mais bonitos do Brasil com famosas praias e que já recebeu algumas etapas do Tour de Santa Catarina no passado.

Tempo estimado de pouco mais de 4 horas

CAMISA AMARELA
Para o desafio, May criou um uniforme que homenageia o Tour de Santa Catarina com uma camisa amarela, cor da jersey usada pelo líder da classificação geral da mais famosa corrida por etapas do Brasil e tantas vezes usadas por May em suas inúmeras participações na prova.

Camisa amarela criada para o evento

A camisa, produzida pela Márcio May Sports, pode ser adquirida diretamente no site www.marciomaysports.com.br e parte da renda será revertida para a aquisição de uma bicicleta para o triatleta catarinense Julio Martins, de 21 anos, natural da cidade de Palhoça.

MÁRCIO MAY NAS REDES SOCIAIS
www.facebook.com/marciomay
www.instagram.com/marciomaysports
www.instagram.com/marciomay
www.strava.com/athletes/1699830

O “Desafio Tour de Santa Catarina – Márcio May 50” tem o apoio de Diklatex, Continental, Royalpro, Cannondale e Márcio May Sports.

Saiba mais sobre a Márcio May Sports no site oficial www.marciomaysports.com.br