Giro 2022: Bouwman vence 7ª etapa com apoio de Dumoulin

HomeCompetições

Giro 2022: Bouwman vence 7ª etapa com apoio de Dumoulin

Koen Bouwman conquista a maglia azzurra da liderança da classificação de montanha; espanhol Juan Pedro Lopez segura maglia rosa

Koen Bouwman na vitória em Potenza

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/LaPresse

O holandês Koen Bouwman (Jumbo-Visma) conquistou a 7ª etapa do Giro d’Italia, sua primeira vitória em etapa em um Grand Tour, ao deixar o grupo da fuga para trás e contar com o trabalho do colega de equipe Tom Dumoulin nos últimos 2 km.

“É inacreditável. Esta é apenas a minha segunda vitória profissional, a primeira foi na Dauphine. Tive problemas na subida, mas voltei. Recebi uma grande ajuda de Tom Dumoulin nos últimos 2km. Eu estava confiante de que venceria o sprint, mas não esperava que o final fosse tão íngreme”, comemorou o vencedor.

A etapa, com 196 km, de Diamante a Potenza, na Basilicata, nos Apeninos, teve 4.510 metros de ganho de elevação, com quatro subidas categorizadas e muitas escaladas. A chegada, complicada, tinha 350 metros a 8% de média e máxima de 13%.

Bouwman tinha ficado para trás após um ataque de Dumoulin na última subida categorizada com pouco menos de 30 km para a meta, mas alcançou, junto com Bauke Mollema (Trek-Segafredo) e Davide Formolo (UAE Team Emirates) e eles foram para a descida até Potenza e então a subida final.

Koen Bowman e Dumoulin

Dumoulin liderou e Bouwman, que mostrou velocidade e boa forma ao conquistar pontos nas montanhas ao longo do dia, mostrou que hoje era seu dia. O vencedor também conquistou a maglia azzurra de líder da classificação de montanha.

Mollema superou Formolo para o segundo lugar, enquanto Dumoulin, comemorando, terminou em quarto lugar.

O maglia rosa Juan Pedro Lopez manteve a liderança geral

O espanhol Juan Pedro Lopez, que teve problemas no início da etapa, segue com a maglia rosa, com 38 segundos de vantagem sobre Lennard Kamna (Bora-Hansgrohe) e 58 segundos sobre Rein Taaramae (Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux).

“Tem sido um cenário perfeito para ter meu companheiro de equipe, Bauke Mollema, na frente. Eu tive um mau momento no início com um pneu furado, mas minha equipe me trouxe de volta para o grupo. Dei 100% para defender o maglia rosa novamente hoje”, disse.

MELHORES MOMENTOS


TOP 3 DA ETAPA

1 –
Koen Bouwman (Jumbo-Visma) –  196km em 5h’12’30″, velocidade média 37,.632km/h
2 – Bauke Mollema (Trek-Segafredo) a 2”
3 – Davide Formolo (UAE Team Emirates) m.t.

CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 – Juan Pedro Lopez Perez (Trek-Segafredo)
2 – Lennard Kämna (Bora-Hansgrohe) a 38″
3 – Rein Taaramäe (Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux) a 58”

AS CAMISAS
Maglia Rosa: classificação geral – Juan Pedro Lopez (Trek-Segafredo)
Maglia Ciclamino: classificação por pontos – Arnaud Démare (Groupama-FDJ)
Maglia Azzurra: classificação de montanha – Koen Bouwman (Jumbo-Visma)
Maglia Bianca: classificação de melhor jovem – Juan Pedro Lopez (Trek-Segafredo)

Próxima etapa
O pelotão chega a Nápoles na 8ª etapa, neste sábado (14 de maio), em uma etapa de 153 km com quatro voltas no circuito vulcânico da península de Monte di Procida antes do pelotão refazer o trajeto de volta para uma chegada à beira-mar. Há pequenas subidas ao longo do dia e a etapa tem 2.130 metros de escalada no total.

A 8ª etapa será largada e chegada em Nápoles

AS ETAPAS

Etapa 1 – 6 de maio – Budapeste – Visegrád – 195 km
Etapa 2 – 7 de maio – Budapeste – Budapeste – 9,2 km (ITT)
Etapa 3 – 8 de maio – Kaposvár – Balantonfüred – 201 km

DESCANSO

Etapa 4 – 10 de maio – Avola – Etna – 172 km
Etapa 5 – 11 de maio – Catania – Messina – 174 km
Etapa 6 – 12 de maio – Palmi – Scalea – 192 km
Etapa 7 – 13 de maio – Diamante – Potenza – 196 km
Etapa 8 – 14 de maio – Nápoles – Nápoles – 153 km
Etapa 9 – 15 de maio – Isernia – Blockhaus – 191 km

DESCANSO

Etapa 10 – 17 de maio – Pescara – Jesi – 196 km
Etapa 11 – 18 de maio – Santarcangelo di Romagna – Reggio Emilia – 203 km
Etapa 12 – 19 de maio – Parma – Gênova – 204 km
Etapa 13 – 20 de maio – Sanremo – Cuneo – 150 km
Etapa 14 – 21 de maio – Santena – Torino – 147 km
Etapa 15 – 22 de maio – Rivarolo Canavese – Cogne – 177 km

DESCANSO

Etapa 16 – 24 de maio – Salò – Aprica – 202 km
Etapa 17 – 25 de maio – Ponte di Legno – Lavarone – 168 km
Etapa 18 – 26 de maio – Borgo Valsugana – Treviso – 152 km
Etapa 19 – 27 de maio – Marano Lagunare – Santuario di Castelmonte – 178 km
Etapa 20 – 28 de maio – Belluno – Marmolada – 168 km
Etapa 21 – 29 de maio – Verona – Verona – 17,4 km (ITT)

LEIA MAIS
Giro d’Itália no Bikemagazine

Site oficial do Giro d’Italia 2022