Giro 2022: Simon Yates vence 14ª etapa; Carapaz é o novo maglia rosa

HomeCompetições

Giro 2022: Simon Yates vence 14ª etapa; Carapaz é o novo maglia rosa

Britânico conquista vitória solo com 15 segundos de vantagem sobre Hindley e Carapaz na chegada da curta e duríssima etapa em Torino

Yates na vitória em Torino

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/LaPresse

Simon Yates (TeamBikeExchange-Jayco) conquistou vitória solo neste sábado (21 de maio) na 14ª etapa do Giro d’Italia, com chegada em Torino, depois de um percurso curto e difícil, de 147 km, com cinco subidas categorizadas e 3.000 m de escalada ao todo.

Yates atacou o grupo onde estavam Jai Hindley (Bora-Hansgrohe), Richard Carapaz (Ineos Grenadiers) e Vincenzo Nibali (Astana Qazaqstan) a 5 km da meta, abriu vantagem de 15 segundos e segurou até a linha. Hindley superou  Carapaz, e ficou em segundo lugar. Nibali foi o quarto.

Carapaz é o novo líder da classificação geral, com sete segundos à frente de Hindley, e volta a vestir a maglia rosa depois de vencer o título do Giro em 2019. O português João Almeida (UAE Emirates), sexto na etapa, a 39 segundos, segue em terceiro lugar na geral, mas aumentou a desvantagem para 30 segundos. Vale destacar que Almeida é o novo líder da classificação de melhor jovem.

O espanhol Juan Pedro Lopez (Trek-Segafredo), que liderava o Giro há dez etapas, terminou a etapa em 10º, a 4min25s, e caiu para o nono lugar na classificação geral.

Campeão do Giro em 2019, Carapaz volta a vestir a maglia rosa

Novo Top 10 da classificação geral após a 14ª etapa

Foi um dia de redenção para Yates, motivado para compensar a enorme decepção de perder 11 minutos na subida Blockhaus na nona etapa no último domingo e sair da disputa da classificação geral. “Tentei atacar algumas vezes no começo, mas não foi possível. Fiz algumas jogadas, mas talvez o grupo fosse muito grande ou eu não pudesse ir, não sei”, disse Yates. “Então tivemos que mudar de tática e ir atrás da etapa normalmente. A partir daí, fiz o meu melhor.”

“Hoje foi um grande esforço, não apenas para mim, mas para todos, se esse calor continuar, será uma semana final muito difícil”, completou o britânico.

Carapaz, o novo maglia rosa, comemorou. “Foi uma etapa curta muito difícil. Estou feliz com a forma como foi. É um primeiro passo positivo para a equipe. Agora vamos tentar defender a maglia rosa. Amanhã será uma etapa muito diferente, com muito mais montanhas. Teremos que defender. Comparando com a primeira vez que vesti a maglia rosa, há três anos, tenho mais experiência e uma equipe que me apoia. A última semana será muito competitiva e bastante complicada.”

MELHORES MOMENTOS

TOP 3
1 –
Simon Yates (Team BikeExchange-Jayco) –  147km em 3h’43’44″, velocidade média 39.422 km/h
2 – Jai Hindley (Bora-Hansgrohe) a 15”
3 – Richard Carapaz (Ineos Grenadiers) m.t.

CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 – Richard Carapaz (Ineos Grenadiers)
2 – Jai Hindley (Bora-Hansgrohe) a 7″
3 – João Pedro Almeida Gonçalves (UAE Team Emirates) a 30″

AS CAMISAS
Maglia Rosa: classificação geral – Richard Carapaz (Ineos Grenadiers)
Maglia Ciclamino: classificação por pontos – Arnaud Demare (Groupama-FDJ)
Maglia Azzurra: classificação de montanha – Diego Rosa (Eolo-Kometa Cycling Team)
Maglia Bianca: classificação de melhor jovem – João Almeida  (UAE Team Emirates)

Próxima etapa
A segunda semana termina neste domingo (22 de maio), com a 15ª etapa, com 178 km entre Rivarolo Canavese e Cogne. Depois de um início bastante fácil, o trajeto complica com três subidas consecutivas, todas com mais de 10 km de extensão. A subida Pila-les Fleurs é de 12,3 km a 6,9%, depois vem a subida de Verrogne (13,8 km a 7,1%). A etapa termina com a subida de 22,4 km até Cogne, que tem uma média de 4,3%, mas começa muito mais íngreme.

Três escaladas seguidas na parte final da 15ª etapa

AS ETAPAS

Etapa 1 – 6 de maio – Budapeste – Visegrád – 195 km
Etapa 2 – 7 de maio – Budapeste – Budapeste – 9,2 km (ITT)
Etapa 3 – 8 de maio – Kaposvár – Balantonfüred – 201 km

DESCANSO

Etapa 4 – 10 de maio – Avola – Etna – 172 km
Etapa 5 – 11 de maio – Catania – Messina – 174 km
Etapa 6 – 12 de maio – Palmi – Scalea – 192 km
Etapa 7 – 13 de maio – Diamante – Potenza – 196 km
Etapa 8 – 14 de maio – Nápoles – Nápoles – 153 km
Etapa 9 – 15 de maio – Isernia – Blockhaus – 191 km

DESCANSO

Etapa 10 – 17 de maio – Pescara – Jesi – 196 km
Etapa 11 – 18 de maio – Santarcangelo di Romagna – Reggio Emilia – 203 km
Etapa 12 – 19 de maio – Parma – Gênova – 204 km
Etapa 13 – 20 de maio – Sanremo – Cuneo – 150 km
Etapa 14 – 21 de maio – Santena – Torino – 147 km
Etapa 15 – 22 de maio – Rivarolo Canavese – Cogne – 177 km

DESCANSO

Etapa 16 – 24 de maio – Salò – Aprica – 202 km
Etapa 17 – 25 de maio – Ponte di Legno – Lavarone – 168 km
Etapa 18 – 26 de maio – Borgo Valsugana – Treviso – 152 km
Etapa 19 – 27 de maio – Marano Lagunare – Santuario di Castelmonte – 178 km
Etapa 20 – 28 de maio – Belluno – Marmolada – 168 km
Etapa 21 – 29 de maio – Verona – Verona – 17,4 km (ITT)

LEIA MAIS
Giro d’Itália no Bikemagazine

Site oficial do Giro d’Italia 2022