Giro 2022: Kamna vence no Etna, espanhol Lopez é o novo líder

HomeCompetições

Giro 2022: Kamna vence no Etna, espanhol Lopez é o novo líder

Juan Pedro Lopez, de 24 anos, é o primeiro espanhol a vestir a maglia rosa desde Alberto Contador em 2015; veja os melhores momentos da etapa na Sicília

Kamna e Lopez na subida ao Etna

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/LaPresse

O alemão Lennard Kamna (Bora-Hansgrohe) venceu nesta terça-feira (10 de maio) a primeira etapa de montanha do Giro d’Italia, com chegada no topo do Monte Etna. Kamna derrotou o espanhol Juan Pedro Lopez (Trek-Segafredo) no sprint depois deles escaparem do grupo da fuga.

A 4ª etapa do Giro percorreu 172 km na primeira disputa em solo italiano e o vencedor encerrou com o tempo de 4h32min11s (velocidade média 37,916 km/h).

Lopez teve a frustração de perder a etapa, mas veio um grande prêmio de consolação ao saber que estava com a maglia rosa, tornando-se o primeiro espanhol a vestir a camisa de líder do Giro desde Alberto Contador em 2015. E ainda assumiu a liderança da camisa branca de melhor jovem. Lopez é o 17º espanhol a vestir a maglia rosa, e o mais jovem de todos, com 24 anos. Miguel Indurain é o espanhol que mais vestiu a camisa, por 29 etapas.

“Todos estão me dizendo que Alberto Contador foi o último espanhol com a maglia rosa. Preciso aproveitar esse momento”, comemorou.

Juan Pedro Lopez, de 24 anos, é o novo maglia rosa

Kamna e Lopez no duelo final

Já Kamna é o novo líder da classificação de montanha, a maglia azzurra. Mathieu van der Poel (Alpecin-Fenix), que liderou o Giro desde o início, encerrou a etapa a mais de 22 minutos, mas manteve a maglia ciclamino da liderança da classificação por pontos.

Na classificação geral, Lopez lidera com 39 segundos de vantagem sobre Kamna. Rein Taaramae (Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux), terceiro na etapa, subiu para a terceira colocação na classificação geral, a 58 segundos.

“Queria ficar o maior tempo possível no maior grupo escapado, não estava confiante em acelerar com 10 km para a chegada porque havia um vento contrário. Depois disputei a chegada com Lopez, foi ótimo ver como ele estava feliz ao saber que tinha conquistado a maglia rosa. Estávamos felizes um pelo outro. Eu definitivamente não vou disputar a classificação geral neste Giro, talvez no futuro”, disse Kamna.

MELHORES MOMENTOS

TOP 3 DA ETAPA
1 – Lennard Kämna (Bora-Hansgrohe) – 172 km em 4h32’11″, velocidade média de 37,916 km/h
2 – Juan Pedro Lopez Perez (Trek-Segafredo) m.t.
3 – Rein Taaramäe (Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux) a 34”

CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 – Juan Pedro Lopez Perez (Trek-Segafredo)
2 – Lennard Kämna (Bora-Hansgrohe) a 39″
3 – Rein Taaramae (Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux) a 58”

AS CAMISAS
Maglia Rosa: classificação geral – Juan Pedro Lopez (Trek-Segafredo)
Maglia Ciclamino: classificação por pontos – Mathieu van der Poel (Alpecin – Fenix)
Maglia Azzurra: classificação de montanha – Lennard Kamna (Bora-Hansgrohe)
Maglia Bianca: classificação de melhor jovem – Juan Pedro Lopez (Trek-Segafredo)

Próxima etapa
A 5ª etapa, nesta quarta-feira (11 de maio), é uma etapa curta, a partir de Catania, nos arredores de Taormina, com estradas largas. Depois de sair da costa, o percurso passa pela longa subida Portella Mandrazzi (gradiente médio: 4%), seguida de uma longa descida que levará o pelotão até a costa norte da ilha.

Nos 70km finais, a etapa segue a orla. A 4 km do fim, o percurso deixa a estrada principal e sobe para a cidade de Messina, por largas avenidas da cidade, inicialmente em descida, depois novamente até ao marco de 1.500m, onde faz uma pequena descida. Há uma curva final a 800m antes da linha de chegada.

Grande subida no meio do percurso da 5ª etapa

AS ETAPAS

Etapa 1 – 6 de maio – Budapeste – Visegrád – 195 km
Etapa 2 – 7 de maio – Budapeste – Budapeste – 9,2 km (ITT)
Etapa 3 – 8 de maio – Kaposvár – Balantonfüred – 201 km

DESCANSO

Etapa 4 – 10 de maio – Avola – Etna – 172 km
Etapa 5 – 11 de maio – Catania – Messina – 174 km
Etapa 6 – 12 de maio – Palmi – Scalea – 192 km
Etapa 7 – 13 de maio – Diamante – Potenza – 196 km
Etapa 8 – 14 de maio – Nápoles – Nápoles – 153 km
Etapa 9 – 15 de maio – Isernia – Blockhaus – 191 km

DESCANSO

Etapa 10 – 17 de maio – Pescara – Jesi – 196 km
Etapa 11 – 18 de maio – Santarcangelo di Romagna – Reggio Emilia – 203 km
Etapa 12 – 19 de maio – Parma – Gênova – 204 km
Etapa 13 – 20 de maio – Sanremo – Cuneo – 150 km
Etapa 14 – 21 de maio – Santena – Torino – 147 km
Etapa 15 – 22 de maio – Rivarolo Canavese – Cogne – 177 km

DESCANSO

Etapa 16 – 24 de maio – Salò – Aprica – 202 km
Etapa 17 – 25 de maio – Ponte di Legno – Lavarone – 168 km
Etapa 18 – 26 de maio – Borgo Valsugana – Treviso – 152 km
Etapa 19 – 27 de maio – Marano Lagunare – Santuario di Castelmonte – 178 km
Etapa 20 – 28 de maio – Belluno – Marmolada – 168 km
Etapa 21 – 29 de maio – Verona – Verona – 17,4 km (ITT)

LEIA MAIS
Giro d’Itália no Bikemagazine

Site oficial do Giro d’Italia 2022