Giro d’Italia 2022: Van der Poel é o primeiro maglia rosa

HomeCiclismo

Giro d’Italia 2022: Van der Poel é o primeiro maglia rosa

Holandês fatura sprint da etapa inicial do Giro, na Hungria; Biniam Girmay, da Eritreia, foi o segundo; Caleb Ewan caiu na chegada

Van der Poel: “Estou muito feliz, é incrível vestir a maglia rosa depois da camisa amarela”

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/LaPresse

Mathieu van der Poel (Alpecin-Fenix) confirmou o favoritismo ao vencer nesta sexta-feira (6 de maio) a etapa de abertura do Giro d’Italia 2022 e conquistar a primeira maglia rosa. O holandês, que disputa o Giro pela primeira vez, superou Biniam Girmay (Intermarché-Wanty-Gobert) na chegada da etapa de 195 km da capital Budapeste até o topo da colina emVisegrád (5,5 km a 4,2%).

O holandês veio de trás na corrida para a meta enquanto, mais atrás, o australiano Caleb Ewan (Lotto Soudal) caía na curva final. “Eu sabia que o posicionamento seria a chave para vencer hoje. Foi um pouco difícil porque fiquei encaixotado algumas vezes na subida final e custou muita energia para pegar os ciclistas na minha frente”, contou Van der Poel.

“No final, eu resolvi começar meu sprint logo porque as pernas estavam cheias de lactato. Estou muito feliz, é incrível vestir a maglia rosa depois da camisa amarela. Mas há um contrarrelógio amanhã e não sei se serei capaz de defendê-la. Vou tentar com certeza”, completou.

Girmay, da Eritreia, que chamou atenção ao vencer a clássica Gent-Wevelgem, em março, assumiu a camisa branca da liderança da classificação dos jovens. “Esta foi minha primeira etapa no meu primeiro Grand Tour. Estou super feliz com este resultado. Minha equipe foi super bem hoje. Eles realmente me protegeram. Somos uma equipe muito forte neste Giro. Vim aqui para ganhar e hoje quase ganhamos. A camisa branca é uma grande satisfação”, comentou o ciclista de 21 anos.

Chegada da etapa

Van der Poel e Girmay aceleram, Caleb Ewan cai

Pello Bilbao (Bahrain Victorious) cruzou em terceiro e, mais atrás, diversos nomes que lutam pela classificação geral chegaram juntos, como Wilco Kelderman (Bora-Hansgrohe), Richard Carapaz (Ineos Grenadiers) e Bauke Mollema (Trek-Segafredo), que ficaram em quinto, sexto e sétimo.

Van der Poel é o primeiro líder com 4 segundos de vantagem sobre Girmay e Bilbao é o terceiro a 6 segundos.

TOP 3 DA ETAPA
1 – Mathieu Van der Poel (Alpecin-Fenix)  – 195 km em 4h’35’28″, média de 42.473 km/h
2 – Biniam Girmay (Intermarchè-Wanty-Gobert Matériaux) m.t.
3 – Pello Bilbao Lopez de Armentia (Bahrain Victorious) m.t.

CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 – Mathieu Van der Poel (Alpecin-Fenix)
2 – Biniam Girmay (Intermarchè-Wanty-Gobert Matériaux) a 4”
3 – Pello Bilbao Lopez de Armentia (Bahrain Victorious) a 6”

MELHORES MOMENTOS


AS CAMISAS

Maglia Rosa: classificação geral – Mathieu van der Poel (Alpecin – Fenix)
Maglia Ciclamino: classificação por pontos – Mathieu van der Poel (Alpecin – Fenix)
Maglia Azzurra: classificação de montanha – Mathieu van der Poel (Alpecin – Fenix)
Maglia Bianca: classificação de melhor jovem – Biniam Girmay (Intermarché-Wanty-Gobert)

Contrarrelógio individual em Budapeste será neste sábado

Próxima etapa
No segundo dia na Hungria, neste sábado (7 de maio), o pelotão disputa o contrarrelógio individual de 9,2 km, em Budapeste, em um trajeto parecido com o da etapa de abertura. O percurso é plano até os últimos quilômetros, quando há uma subida final de 1,5 km a 5% de média, com um trecho máximo de 14%.

AS ETAPAS

Etapa 1 – 6 de maio
 – Budapeste – Visegrád – 195 km
Etapa 2 – 7 de maio – Budapeste – Budapeste – 9,2 km (ITT)
Etapa 3 – 8 de maio – Kaposvár – Balantonfüred – 201 km

DESCANSO

Etapa 4 – 10 de maio – Avola – Etna – 172 km
Etapa 5 – 11 de maio – Catania – Messina – 174 km
Etapa 6 – 12 de maio – Palmi – Scalea – 192 km
Etapa 7 – 13 de maio – Diamante – Potenza – 196 km
Etapa 8 – 14 de maio – Nápoles – Nápoles – 153 km
Etapa 9 – 15 de maio – Isernia – Blockhaus – 191 km

DESCANSO

Etapa 10 – 17 de maio – Pescara – Jesi – 196 km
Etapa 11 – 18 de maio – Santarcangelo di Romagna – Reggio Emilia – 203 km
Etapa 12 – 19 de maio – Parma – Gênova – 204 km
Etapa 13 – 20 de maio – Sanremo – Cuneo – 150 km
Etapa 14 – 21 de maio – Santena – Torino – 147 km
Etapa 15 – 22 de maio – Rivarolo Canavese – Cogne – 177 km

DESCANSO

Etapa 16 – 24 de maio – Salò – Aprica – 202 km
Etapa 17 – 25 de maio – Ponte di Legno – Lavarone – 168 km
Etapa 18 – 26 de maio – Borgo Valsugana – Treviso – 152 km
Etapa 19 – 27 de maio – Marano Lagunare – Santuario di Castelmonte – 178 km
Etapa 20 – 28 de maio – Belluno – Marmolada – 168 km
Etapa 21 – 29 de maio – Verona – Verona – 17,4 km (ITT)

LEIA MAIS
Giro d’Itália no Bikemagazine

Site oficial do Giro d’Italia 2022