Giro d’Italia 2022: Hindley vence sprint no topo do Blockhaus

HomeCompetições

Giro d’Italia 2022: Hindley vence sprint no topo do Blockhaus

Romain Bardet e Richard Carapaz ficaram em 2º e 3º; espanhol Lopez segura a maglia rosa, João Almeida é o novo vice, a 12 segundos

Chegada disputada no topo do Blockhaus

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/LaPresse

O australiano Jai Hindley (Bora–Hansgrohe) conquistou a vitória no topo do Blockhaus, neste domingo (15 de maio), na 9ª etapa do Giro d’Italia, com 191 km e mais de 5.000 m de escalada acumulada, em uma chegada disputada com Romain Bardet (Team DSM), segundo colocado, e Richard Carapaz (Ineos-Grenadiers), que terminou em terceiro.

Atrás deles, Juan Pedro Lopez (Trek-Segafredo) conseguiu segurar a maglia rosa. Já Simon Yates (Bike Exchange-Jayco) viu suas chances na classificação geral diminuírem ao terminar cerca de 11 minutos atrás dos líderes. Depois da etapa, afirmou estar com dores nos joelhos.

Com a vitória, Hindley subiu para a quinta posição na classificação geral, a apenas 20 segundos do líder.

O maglia rosa Lopez foi o 15º na etapa

Lopez segue na liderança geral, mas agora é João Almeida (UAE Team Emirates) quem está na segunda colocação. O português, que ficou em quinto na etapa, está a 12 segundos do maglia rosa. O francês Romain Bardet é o 3º, a 14 segundos.

MELHORES MOMENTOS


TOP 3 DA ETAPA

1 – Jai Hindley (Bora-Hansgrohe) – 191km em 5h’34’44, velocidade média 34.236km/h
2 – Romain Bardet (Team DSM) m.t.
3 – Richard Carapaz (Ineos Grenadiers) m.t.

CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 – Juan Pedro Lopez (Trek-Segafredo)
2 – João Almeida (UAE Team Emirates) a 12″
3 – Romain Bardet (Team DSM) a 14”

AS CAMISAS
Maglia Rosa: classificação geral – Juan Pedro Lopez (Trek-Segafredo)
Maglia Ciclamino: classificação por pontos – Arnaud Démare (Groupama-FDJ)
Maglia Azzurra: classificação de montanha – Diego Rosa (Eolo-Kometa Cycling Team)
Maglia Bianca: classificação de melhor jovem – Juan Pedro Lopez (Trek-Segafredo)

A 10ª etapa tem subidas curtas e íngremes na segunda metade

Próxima etapa
Após o segundo dia de descanso, a competição retorna na terça-feira (17 de maio), com a 10ª etapa, com 196 km, entre Pescara e Jesi. É uma etapa de duas partes: os primeiros 100 km ao longo da costa do Adriático são planos, mas, depois de Civitanova (Marche), o percurso conta com uma sucessão de subidas íngremes.

AS ETAPAS

Etapa 1 – 6 de maio – Budapeste – Visegrád – 195 km
Etapa 2 – 7 de maio – Budapeste – Budapeste – 9,2 km (ITT)
Etapa 3 – 8 de maio – Kaposvár – Balantonfüred – 201 km

DESCANSO

Etapa 4 – 10 de maio – Avola – Etna – 172 km
Etapa 5 – 11 de maio – Catania – Messina – 174 km
Etapa 6 – 12 de maio – Palmi – Scalea – 192 km
Etapa 7 – 13 de maio – Diamante – Potenza – 196 km
Etapa 8 – 14 de maio – Nápoles – Nápoles – 153 km
Etapa 9 – 15 de maio – Isernia – Blockhaus – 191 km

DESCANSO

Etapa 10 – 17 de maio – Pescara – Jesi – 196 km
Etapa 11 – 18 de maio – Santarcangelo di Romagna – Reggio Emilia – 203 km
Etapa 12 – 19 de maio – Parma – Gênova – 204 km
Etapa 13 – 20 de maio – Sanremo – Cuneo – 150 km
Etapa 14 – 21 de maio – Santena – Torino – 147 km
Etapa 15 – 22 de maio – Rivarolo Canavese – Cogne – 177 km

DESCANSO

Etapa 16 – 24 de maio – Salò – Aprica – 202 km
Etapa 17 – 25 de maio – Ponte di Legno – Lavarone – 168 km
Etapa 18 – 26 de maio – Borgo Valsugana – Treviso – 152 km
Etapa 19 – 27 de maio – Marano Lagunare – Santuario di Castelmonte – 178 km
Etapa 20 – 28 de maio – Belluno – Marmolada – 168 km
Etapa 21 – 29 de maio – Verona – Verona – 17,4 km (ITT)

LEIA MAIS
Giro d’Itália no Bikemagazine

Site oficial do Giro d’Italia 2022