Copa do Mundo de MTB: Braidot vence XCO em Vallnord

HomeCopa do Mundo de MTB

Copa do Mundo de MTB: Braidot vence XCO em Vallnord

Italiano assumiu a ponta na volta final e conquistou sua segunda vitória seguida em etapas do cross country; Henrique Avancini terminou em 37º

Largada da Elite do cross country em Vallnord

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool

O italiano Luca Braidot venceu neste domingo (17 de julho) a etapa Copa do Mundo de Cross Country Vallnord Pal Arinsal, em Andorra. Braidot assumiu a ponta na última volta e garantiu sua segunda vitória consecutiva na temporada. O suíço Mathias Flückiger não disputou a prova por conta de uma gripe.

“Esta semana foi mágica para mim. Na sexta-feira eu estava em ótima forma, mas não tive muita sorte. Hoje o Vlad estava na frente e estava mais forte que eu, mas ele teve algum problema mecânico e eu o ultrapassei na última volta. Às vezes a gente tem sorte e às vezes a gente não tem. Depois da corrida de hoje estou super confiante para a próxima etapa, em Snowshoe”, disse o emocionado Braidot, que na semana passada conquistou a vitória na etapa de Lezerheide, na Suíça (reveja aqui).

Braidot agora é o quinto no ranking da Copa do Mundo, com 950 pontos. A liderança segue com Schurter, 1.341 pontos, seguido por Vlad Dascalu, com 1.082 pontos.

A segunda colocação ficou com o francês Jordan Sarrou, que concluiu a 11 segundos. O suíço Nino Schurter terminou na terceira colocação, a 27 segundos. O campeão mundial largou mais atrás e fez uma corrida cautelosa até o terço final da prova, quando apertou o passo e encostou nos três líderes que estavam escapados (o espanhol David Valero, o romeno Vlad Dascalu e o francês Jordan Sarrou).

O brasileiro Henrique Avancini, que se recupera de uma infecção pulmonar, terminou na 37ª colocação, a 5min31s. A prova também contou com o brasileiro José Gabriel, que concluiu uma volta atrás.

Henrique Avancini em Vallnord

A PROVA
A pista de Vallnord, em Andorra, é a mais alta do circuito da Copa do Mundo, localizada na cota dos 2 mil metros sobre o nível do mar e com trechos de longas subidas e com algumas paredes curtas, mas extremamente íngremes. O clima quente e muito seco, com temperatura de 37 graus e muita poeira, exigiu ainda mais dos atletas que deram seis voltas no circuito de 4km. A prova reuniu 102 atletas de 28 países.

No início, os franceses Koretzky e Jordan Sarrou pareciam determinados a duelar pela vitória. Koretzky registrou a volta mais rápida da categoria Elite, com o tempo de 12min01s e velocidade média de 19,95km/h.

A dupla francesa abriu a segunda volta na liderança, com o romeno Vlad Dascalu e Braidot logo atrás. Nino Schurter abriu a segunda volta na 11 colocação e Avancini em 13º.

Vlad Dascalu na disputa em Andorra

Sarrou abriu a terceira volta na frente, com Koretzky em sua roda. Dascalu abriu a terceira volta na terceira colocação, a 3 segundos. O espanhol David Valero vinha determinado na quarta colocação. Nino Schurter perseguia os líderes na oitava colocação. O espanhol Valero abriu a quarta volta na liderança, com Sarrou, Dascalu e Braidot na sequência. Schurter ganhou mais duas posições e já era o sexto, a 23 segundos de Serrano. E queria mais.

Dascalu atacou na abertura da penúltima volta e assumiu a ponta. O romeno controlou a vantagem e abriu a última volta com uma vantagem de 10 segundos, com Serrano e Braidot na perseguição.

Mais atrás, Schurter apertava o ritmo em busca dos pontos ou de algum lugar no pódio. Dascalu teve algum problema mecânico e foi ultrapassado por Luca Braidot e David Valero. Azar de Dascalu, sorte de Schurter que acabou na terceira colocação do pódio.

Vitória de Luca Braidot em Vallnord

TOP 5 DA ELITE MASCULINA
1 – Luca Braidot – Itália – 1h15min31s
2 – David Valero – Espanha – a 11s
3 – Nino Schurter – Suíça – a 27s
4 – Vlad Dascalu – Romênia – a 40s
5 – Jordan Sarrou – França – a 50s

FEMININO
Na categoria Elite feminino, a vitória foi da holandesa Anne Terpstra, que completou as cinco voltas em 1h15min21s. Na segunda colocação ficou a austríaca Mona Mitterwalner, que terminou 57 segundos atrás depois de uma performance surpreendente. A suíça Ramon Forchini completou o pódio na terceira colocação, a 1min34s. A competição reuniu 65 competidoras de 27 países. Pelo Brasil, a melhor colocada foi Raiza Goulão, na  31ª colocação. Aline Simões foi a 48ª e Hercília Najara foi a 51ª.

Todos os resultados no site oficial

COPA DO MUNDO DE MTB 2022
26 e 27 de março – Lourdes, França (DH)
8 a 10 de abril – Petrópolis, Brasil (XCO/XCC)
6 a 8 de maio – Albstadt, Alemanha (XCO/XCC)
13 a 15 de maio – Nove Mesto, República Tcheca (XCO/XCC)
21 e 22 de maio – Fort William, Reino Unido (DH)
10 a 12 de junho – Leogang, Áustria (DH/XCO/XCC)
8 a 10 de julho – Lenzerheide, Suíça (DH/XCO/XCC)
15 a 17 de julho – Vallnord, Andorra (DH/XCO/XCC)
29 a 31 de julho – Snowshoe, EUA (DH/XCO/XCC)
5 a 7 de agosto – Mont-Sainte-Anne, Canadá (DH/XCO/XCC)
2 a 4 de setembro – Val di Sole, Itália (DH/XCO/XCC)

LEIA MAIS
Copa do Mundo de MTB no Bikemagazine