Tour 2022: Groenewegen vence 3ª etapa; Van Aert lidera

HomeCiclismo

Tour 2022: Groenewegen vence 3ª etapa; Van Aert lidera

Wout van Aert termina a etapa novamente na segunda colocação, mas amplia vantagem na classificação geral para 7 segundos

Photo finish da 3ª etapa

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/ASO

Três anos após sua última vitória no Tour de France, Dylan Groenewegen (BikeExchange – Jayco) conquistou sua quinta vitória na corrida ao faturar o sprint da 3ª etapa, neste domingo (3 de julho), ao bater Wout van Aert, Jasper Philipsen e Peter Sagan em uma chegada apertada.

“Wout van Aert sempre brinca, dizendo que, se você não tem certeza de ter vencido, ainda assim comemore. Foi o que fiz. Eu entendi que tinha vencido quando ouvi os diretores esportivos gritando no carro. Então encontrei meu pai. Ele me acompanha, mas geralmente eu não o vejo, e hoje ele estava lá, bem na minha frente. Foi especial compartilhar aquele momento com ele e fazê-lo feliz também. Minha família me apoiou muito depois do que aconteceu (o acidente no Tour da Polônia de 2020, que resultou em uma suspensão). Minha nova equipe colocou muita fé em mim. Cada vitória no Tour de France é especial”, comemorou Groenewegen.

No último dia na Dinamarca, o Tour largou com 176 ciclistas em Vejle. Magnus Cort (EF Education-Easypost), que está com a camisa de bolinhas, atacou logo no início e ninguém o seguiu. Cort chegou a uma vantagem de 6’40’’ após 20km de corrida. Mikkel Honoré (Quick Step-Alpha Vinyl) assumiu a ponta do pelotão para definir um ritmo constante, posto depois assumido pelo veterano Philippe Gilbert (Lotto-Soudal).

As equipes de velocistas mantiveram a diferença em torno de três minutos durante a maior parte da etapa, enquanto Cort ampliou sua liderança na classificação KOM em Koldingveg (km 27) e Heljsminde Strand (km 82), ambas subidas de categoria 4.

Cort passou a linha do sprint intermediário em Christianfeld (km 90) com 1’45’’ sobre o pelotão. Wout van Aert venceu o sprint do grupo com Fabio Jakobsen fechando em terceiro lugar, assim o belga ampliou sua vantagem na classificação por pontos.

Magnus Cort em sua fuga solitária é recebido pelos fãs

Após esse esforço, a diferença de tempo foi inferior a um minuto (55’’), mas os ritmos do pelotão decidiram abrandar e deixar Cort sozinho na liderança por mais alguns quilômetros. O dinamarquês conquistou o sexto e último ponto KOM em disputa nas etapas realizadas em seu país e ampliou sua liderança na competição de escaladores. Ele foi alcançado a 52 km do final depois de pedalar 130 km na frente sozinho em meio a uma multidão que tomou as margens do percurso.

Alpecin-Deceuninck e Quick Step-Alpha Vinyl lideraram o grupo na corrida para o sprint do grupo após um acidente dividir o pelotão em duas partes. Christophe Laporte embalou Van Aert, Peter Sagan tentou passar pelo lado direito e Groenewegen, que estava na velocidade perfeita, escolheu o caminho certo para sua quinta vitória no Tour de France (depois de seus sucessos em 2018 e 2019).

Dinamarca recebeu três etapas do Tour 2022 com muita empolgação

Sprint da 3ª etapa

Van Aert, em seu primeiro dia com a camisa amarela, chegou mais uma vez na 2ª colocação. “Foi um grande dia para estar de amarelo. Em geral, a Dinamarca foi excelente porque foi incrível experimentar a recepção calorosa que o público nos deu. Agora estou orgulhoso de levar esta camisa amarela para a França”, comentou.

“Quanto ao sprint de hoje, estou um pouco irritado comigo mesmo por causa da oportunidade perdida. A última curva foi um pouco mais fechada do que o esperado. Christophe Laporte e eu pegamos o lado interno, e por isso não perdemos muita velocidade e saiu na posição perfeita para o sprint. Então comecei meu esforço um pouco mais cedo, sem usar totalmente a ajuda de Christophe. Eu deveria ter esperado mais. Foi confuso, sim, mas todo sprint é. Vou tentar vencer praticamente todos os dias neste Tour de France”, afirmou.

“A partir de agora as etapas serão mais difíceis, e isso é bom para mim. Estou ansioso pela etapa de paralelepípedos, pois me agrada bastante bem. O Tour de France está apenas começando”, finalizou o líder, que tem 7 segundos de vantagem sobre Yves Lampaert (Quick-Step Alpha Vinyl Team) e 14 segundos sobre Tadej Pogacar (UAE Team Emirates), que estão em 2º e 3º na classificação geral.

MELHORES MOMENTOS


TOP 5 DA ETAPA

1 Dylan Groenewegen (Team BikeExchange-Jayco) 4h11’33”
2 Wout van Aert (Jumbo-Visma) m.t.
3 Jasper Philipsen (Alpecin-Deceuninck) m.t.
4 Peter Sagan (Total Energies) m.t.
5 Fabio Jakobsen (Quick-Step Alpha Vinyl Team) m.t.

TOP 3 CASSIFICAÇÃO GERAL
1 Wout van Aert (Jumbo-Visma) 9h01’17’’
2 Yves Lampaert (Quick-Step Alpha Vinyl Team) a 7’’
3 Tadej Pogacar (UAE Team Emirates) a 14’’

AS CAMISAS

Camisa amarela – líder da classificação geral – Wout van Aert (Jumbo Visma)
Camisa verde – líder da classificação por pontos – Wout van Aert (Jumbo Visma)
Camisa de bolinhas – líder da classificação de montanha – Magnus Cort Nielsen (EF Education-Easypost)
Camisa branca – líder da classificação de melhor jovem – Tadej Pogacar (UAE Emirates)

Resultados completos aqui

Próxima etapa
O pelotão tira um dia de folga nesta segunda-feira para a transferência para a França. A competição recomeça terça-feira com a 4ª etapa, com 171,5 km entre Dunkerque e Calais. O pelotão irá passar por Flanders Ocidental e depois visitar Boulonnais. É provável que haja muitos ataques, especialmente no trecho final ao longo da costa. As subidas de Cap Gris-Nez e Cap Blanc-Nez podem ser decisivas.

Chegada na França, com percurso por Flanders


AS ETAPAS

Etapa 1 – 1 de julho – Copenhagen – Copenhagen – 13,2 km
Etapa 2 – 2 de julho – Roskilde – Nyborg – 202,5 km
Etapa 3 – 3 de julho – Vejle – Sønberborg – 182 km

Dia de transferência para a França – 4 de julho

Etapa 4 – 5 de julho – Dunkerque – Calais – 171,5 km
Etapa 5 – 6 de julho – Lille Métropole – Arenberg Porte du Hainaut – 154 km
Etapa 6 – 7 de julho – Binche – Longwy – 220 km
Etapa 7 – 8 de julho – Tomblaine – Super Planche des Belles Filles – 176,5 km
Etapa 8 – 9 de julho – Dôle – Lausanne – 186,5 km
Etapa 9 – 10 de julho – Aigle – Châtel les Portes du Soleil – 193 km

Dia de descanso – 11 de julho

Etapa 10 – 12 de julho – Morzine les Portes du Soleil – Megève – 148,5 km
Etapa 11 – 13 de julho – Albertville – Col du Granon – 152 km
Etapa 12 – 14 de julho – Briançon – Alpe d’Huez – 165,5 km
Etapa 13 – 15 de julho – Bourg d’Oisans – Saint-Étienne – 193 km
Etapa 14 – 16 de julho – Saint-Étienne – Mende – 192,5 km
Etapa 15 – 17 de julho – Rodez – Carcassonne – 202,5 km

Dia de descanso – 18 de julho

Etapa 16 – 19 de julho – Carcassonne – Foix – 178,5 km
Etapa 17 – 20 de julho – Saint-Gaudens – Peyragudes – 130 km
Etapa 18 – 21 de julho – Lourdes – Hautacam – 143,5 km
Etapa 19 – 22 de julho – Castelnau-Magnoac – Cahors – 188,5 km
Etapa 20 – 23 de julho – Lacapelle-Marival – Rocamadour – 40,7 km
Etapa 21 – 24 de julho – Paris la Défense Arena – Paris Champs-Élysées – 116 km

LEIA MAIS
Tour de France no Bikemagazine