Tour 2022: Pogacar vence Vingegaard na chegada ao alto da 17ª etapa

HomeCiclismo

Tour 2022: Pogacar vence Vingegaard na chegada ao alto da 17ª etapa

Esloveno bate o líder em Peyragudes e diz que está otimista de que ainda poderá recuperar a camisa amarela a quatro etapas para o final

Pogacar conquista sua 3ª vitória no Tour 2022

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/ASO

Tadej Pogacar (UAE Emirates) conquistou sua terceira vitória em etapas do Tour 2022 ao faturar a 17ª etapa, nesta quarta-feira (20 de julho), em Peyragudes, derrotando o camisa amarela Jonas Vingegaard (Jumbo Visma) em um sprint de dois homens no segundo dos três dias nos Pirineus.

Brandon McNulty, companheiro de Pogacar na UAE Emirates, completou o pódio da etapa depois de trabalhar para seu líder nas montanhas.

O esloveno cruzou a linha com grande alegria, mas o dinamarquês manteve a camisa amarela; a vantagem teve uma pequena redução, de 2min22s para 2min18s. Geraint Thomas (Ineos Grenadiers) conseguiu manter o terceiro lugar na geral, a 4min56s.

A 17ª etapa começou com 144 ciclistas e dois abandonos: Rafal Majka (UAE Team Emirates) e Tim Wellens (Lotto-Soudal).

Houve muitos ataques e acelerações mas por um tempo nenhuma das tentativas de fuga deu certo. Jasper Philipsen (Alpecin-Deceuninck) venceu o sprint intermediário à frente de Wout van Aert (Jumbo-Visma) em La Barthe-sur-Nest (km 32,9).

Vingegaard e Pogacar na etapa

Vingegaard perdeu, mas manteve a camisa amarela

“A forma como a equipe rodou hoje com apenas quatro, só de ganhar a etapa já é incrível. Todos podemos nos orgulhar do que fizemos. Sem Rafal Majka, George Bennett, Vegard Stake Laengen e Marc Soler, não poderíamos tentar mais. Vamos ver amanhã se há outra chance, mas por enquanto estou feliz por ter vencido hoje. Eu dei absolutamente tudo. Eu sabia que tinha que ganhar a etapa para a equipe. Brandon fez um trabalho incrível nas duas últimas subidas. Ele foi bom durante todo o Tour, mas hoje merece uma menção especial. Eu estou feliz e otimista de que ainda posso vencer o Tour. Amanhã é uma etapa mais difícil, então podemos tentar novamente”, disse Pogacar.

“Estou desapontado por ter perdido a vitória na etapa, mas foi uma finalização muito explosiva, mais para Pogacar do que para mim. Não havia mais o fazer e ele mereceu a vitória. Foi uma etapa difícil e só perdi 4 segundos. Espero me recuperar amanhã. Não quero pensar na vitória final ainda. Haverá outro dia difícil nas montanhas e também o contrarrelógio”, afirmou Vingeggard.

MELHORES MOMENTOS


TOP 3 DA ETAPA

1. Tadej Pogacar (UAE Emirates) 3h25’51’’
2. Jonas Vingegaard (Jumbo-Visma) m.t.
3. Brandon McNulty (UAE Emirates) a 32”

CLASSIFICAÇÃO GERAL
1. Jonas Vingegaard (Jumbo-Visma) 67h53’54’’
2. Tadej Pogacar (UAE Emirates) a 2’18”
3. Geraint Thomas (Ineos Grenadiers) a 4’56”

AS CAMISAS
Camisa amarela – líder da classificação geral – Jonas Vingegaard (Jumbo-Visma)
Camisa verde – líder da classificação por pontos – Wout van Aert (Jumbo Visma)
Camisa de bolinhas – líder da classificação de montanha – Simon Geschke (Cofidis)
Camisa branca – líder da classificação de melhor jovem – Tadej Pogacar (UAE Emirates)

Resultados completos aqui

Próxima etapa
A 18ª etapa, nesta quinta-feira (21 de julho), com 143,5 km entre Lourdes e Hautacam, é o último grande teste de montanha para os escaladores em um trajeto sem descanso, com destaque para a passagem pelo Aubisque e a estreia do Col de Spandelles, uma estrada antiga, nunca usada pelo Tour, com uma subida estreita, antes da chegada em Hautacam.

Último desafio nas montanhas do Tour 2022

AS ETAPAS
Etapa 1 – 1 de julho – Copenhagen – Copenhagen – 13,2 km
Etapa 2 – 2 de julho – Roskilde – Nyborg – 202,5 km
Etapa 3 – 3 de julho – Vejle – Sønberborg – 182 km

Dia de transferência para a França – 4 de julho

Etapa 4 – 5 de julho – Dunkerque – Calais – 171,5 km
Etapa 5 – 6 de julho – Lille  – Arenberg Porte du Hainaut – 154 km
Etapa 6 – 7 de julho – Binche – Longwy – 220 km
Etapa 7 – 8 de julho – Tomblaine – Super Planche des Belles Filles – 176,5 km
Etapa 8 – 9 de julho – Dôle – Lausanne – 186,5 km
Etapa 9 – 10 de julho – Aigle – Châtel les Portes du Soleil – 193 km

Dia de descanso – 11 de julho

Etapa 10 – 12 de julho – Morzine les Portes du Soleil – Megève – 148,5 km
Etapa 11 – 13 de julho – Albertville – Col du Granon – 152 km
Etapa 12 – 14 de julho – Briançon – Alpe d’Huez – 165,5 km
Etapa 13 – 15 de julho – Bourg d’Oisans – Saint-Étienne – 193 km
Etapa 14 – 16 de julho – Saint-Étienne – Mende – 192,5 km
Etapa 15 – 17 de julho – Rodez – Carcassonne – 202,5 km

Dia de descanso – 18 de julho

Etapa 16 – 19 de julho – Carcassonne – Foix – 178,5 km
Etapa 17 – 20 de julho – Saint-Gaudens – Peyragudes – 130 km
Etapa 18 – 21 de julho – Lourdes – Hautacam – 143,5 km
Etapa 19 – 22 de julho – Castelnau-Magnoac – Cahors – 188,5 km
Etapa 20 – 23 de julho – Lacapelle-Marival – Rocamadour – 40,7 km
Etapa 21 – 24 de julho – Paris la Défense Arena – Paris Champs-Élysées – 116 km

LEIA MAIS
Tour de France no Bikemagazine