Tour 2022: Van Aert bate Matthews e Pogacar e vence 8ª etapa

HomeCiclismo

Tour 2022: Van Aert bate Matthews e Pogacar e vence 8ª etapa

Líder da classificação por pontos, belga faturou o sprint na chegada no Estádio Olímpico de Lausanne, na Suíça

Van Aert vence a 8ª etapa do Tour 2022

Sprint final da 8ª etapa

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/ASO

Wout van Aert (Jumbo Visma) conquistou sua segunda vitória no Tour de France 2022 ao superar Michael Matthews (BikeExchange-Jayco) e Tadej Pogacar (UAE Emirates) na colina do Estádio Olímpico de Lausanne, na Suíça, neste sábado (9 de julho), na 8ª etapa da competição.

Com a vitória, Van Aert ampliou sua liderança na classificação por pontos, da camisa verde. “Estou super feliz com a vitória de hoje. Para a camisa verde, havia muitos pontos em disputa hoje e foi uma boa oportunidade para ganhar vantagem. Quero agradecer minha equipe. Foi uma subida muito difícil no final. Tive que lutar para ficar no volante de Pogacar e seus companheiros. Eu sabia que era um pouco mais plano para o sprint, então seria adequado para mim. É algo extra vencer na cidade olímpica, mas apenas vencer mais uma etapa do Tour de France é ótimo”, comemorou.

A etapa começou com dois abandonos: Geoffrey Bouchard (AG2R-Citroën) e Vegard Stake Laengen (UAE Team Emirates), que testaram positivo para Covid-19. Após mais uma tentativa de Magnus Cort (EF Education-Easypost), três escaparam no km 7: Mattia Cattaneo (Quick Step-Alphe Vinyl), Frederik Frison (Lotto-Soudal) e Fred Wright (Bahrain Victorious).

Um acidente ocorreu no km 9 e Kevin Vermarke (DSM) abandonou. Tadej Pogacar, Romain Bardet, David Gaudu, Geraint Thomas, Peter Sagan, Enric Mas e Nairo Quintana estavam entre os afetados pela queda. Depois, Gianni Moscon (Astana) foi o segundo a abandonar.

Wright venceu o sprint intermediário em Montrond (km 46,9). Frison conquistou um ponto KOM na côte du Maréchet (km 75), enquanto BikeExchange-Jayco, Jumbo-Visma e UAE Team Emirates estavam na frente do pelotão, que estava a 1’30’’ dos escapados no côte des Rousses (km 101,3), onde Cattaneo passou na primeira posição e Frison em segundo.

No trajeto do Tour

A diferença de tempo caiu para 1′ na fronteira entre a França e a Suíça, a 75 km do final, mas subiu mais de dois minutos. Frison se rendeu faltando 60km. Cattaneo e Wright seguiram juntos até que Wright deixou Cattaneo nas ruas de Lausanne, faltando 8 km, a caminho da colina final do Estádio Olímpico.

Patrick Konrad (Bora-Hansgrohe) assumiu o lugar do francês, mas o camisa amarela e o camisa verde estavam logo atrás, assim como Matthews, que começou o sprint. Van Aert cronometrou seu movimento com perfeição e passou em primeiro.

Pogacar na etapa

O líder Pogacar comentou: “Estou desapontado por não vencer, foi um dia muito longo e quente com muitos pontos perigosos. Eu até que gostei da última subida. Hesitei um pouco no sprint e Van Aert me passou super rápido, mas o terceiro lugar ainda é ótimo.”

“Eu sempre gostei de sprint. Quando eu era mais jovem eu era o menor, então sempre terminava em último nos sprints, mas agora em uma subida de 5 km posso fazer bem, mas não tão bem o suficiente para vencer Michael Matthews e Wout van Aert”, completou o camisa amarela, que lidera na classificação geral com 39 segundos de vantagem sobre Jonas Vingegaard (Jumbo-Visma). Geraint Thomas (Ineos Grenadiers) continua em 3º, a 1min14s.

MELHORES MOMENTOS


TOP 3 DA ETAPA

1. Wout van Aert (Jumbo-Visma) 4h13’06”
2. Michael Matthews (Equipe BikeExchange-Jayco) m.t.
3. Tadej Pogacar (UAE Emirates) m.t.

CLASSIFICAÇÃO GERAL
1. Tadej Pogacar (UAE Team Emirates) 28h56’16’’
2. Jonas Vingegaard (Jumbo-Visma) a 39”
3. Geraint Thomas (Ineos Grenadiers) a 1’14”

AS CAMISAS
Camisa amarela – líder da classificação geral – Tadej Pogacar (UAE Emirates)
Camisa verde – líder da classificação por pontos – Wout van Aert (Jumbo Visma)
Camisa de bolinhas – líder da classificação de montanha – Magnus Cort Nielsen (EF Education-Easypost)
Camisa branca – líder da classificação de melhor jovem – Tadej Pogacar (UAE Emirates)

Resultados completos aqui

Próxima etapa
A 9ª etapa, neste domingo (10 de julho), encerra a primeira semana do Tour com um trajeto de 193 km entre Aigle e Châtel les Portes du Soleil. Aigle, sede da UCI (União Ciclística Internacional), recebe o pelotão para o percurso que inclui o Col des Mosses e o Col de la Croix, a subida mais difícil do dia. A chegada na estação de esqui de Châtel passa por estradas usadas regularmente na corrida Criterium du Dauphine nos últimos anos.

Primeira semana do Tour termina neste domingo com a 9ª etapa

AS ETAPAS
Etapa 1 – 1 de julho – Copenhagen – Copenhagen – 13,2 km
Etapa 2 – 2 de julho – Roskilde – Nyborg – 202,5 km
Etapa 3 – 3 de julho – Vejle – Sønberborg – 182 km

Dia de transferência para a França – 4 de julho

Etapa 4 – 5 de julho – Dunkerque – Calais – 171,5 km
Etapa 5 – 6 de julho – Lille  – Arenberg Porte du Hainaut – 154 km
Etapa 6 – 7 de julho – Binche – Longwy – 220 km
Etapa 7 – 8 de julho – Tomblaine – Super Planche des Belles Filles – 176,5 km
Etapa 8 – 9 de julho – Dôle – Lausanne – 186,5 km
Etapa 9 – 10 de julho – Aigle – Châtel les Portes du Soleil – 193 km

Dia de descanso – 11 de julho

Etapa 10 – 12 de julho – Morzine les Portes du Soleil – Megève – 148,5 km
Etapa 11 – 13 de julho – Albertville – Col du Granon – 152 km
Etapa 12 – 14 de julho – Briançon – Alpe d’Huez – 165,5 km
Etapa 13 – 15 de julho – Bourg d’Oisans – Saint-Étienne – 193 km
Etapa 14 – 16 de julho – Saint-Étienne – Mende – 192,5 km
Etapa 15 – 17 de julho – Rodez – Carcassonne – 202,5 km

Dia de descanso – 18 de julho

Etapa 16 – 19 de julho – Carcassonne – Foix – 178,5 km
Etapa 17 – 20 de julho – Saint-Gaudens – Peyragudes – 130 km
Etapa 18 – 21 de julho – Lourdes – Hautacam – 143,5 km
Etapa 19 – 22 de julho – Castelnau-Magnoac – Cahors – 188,5 km
Etapa 20 – 23 de julho – Lacapelle-Marival – Rocamadour – 40,7 km
Etapa 21 – 24 de julho – Paris la Défense Arena – Paris Champs-Élysées – 116 km

LEIA MAIS
Tour de France no Bikemagazine