Tour 2022: Van Aert conquista vitória solo na 4ª etapa e amplia liderança

HomeCiclismo

Tour 2022: Van Aert conquista vitória solo na 4ª etapa e amplia liderança

Belga atacou no trecho final e cruzou com 8 segundos de vantagem em sua sétima vitória em etapas do Tour, mas a primeira com a camisa amarela

Van Aert: depois de três segundos lugares, finalmente a vitória na 4ª etapa

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação / ASO

De camisa amarela, Wout van Aert (Jumbo Visma) conquistou vitória solo com 8 segundos de vantagem nesta terça-feia na 4ª etapa do Tour de France, a primeira em território francês, com 171,5 km entre Dunkerque e Calais.

Nos três dias na Dinamarca, Van Aert ficou em segundo lugar nas três etapas, Agora, o belga comemorou sua primeira vitória no Tour 2022 e ampliou a liderança na classificação geral na véspera da etapa de paralelepípedos em Arenberg para 25 segundos.

Na etapa, Jasper Philipsen (Alpecin-Deceuninck) – que se confundiu e comemorou achando que tinha vencido – bateu Christophe Laporte (Jumbo-Visma) no sprint pelo 2º lugar.

Na classificação geral, Yves Lampaert (Quick-Step Alpha Vinyl Team) é o 2º, a 25 segundos, e Tadej Pogacar o 3º, a 32 segundos.

A 4ª etapa do Tour começou com 176 ciclistas; Anthony Perez (Cofidis) foi o primeiro a atacar, rapidamente seguido por Magnus Cort (EF Education-Easyport). Os dois alcançaram uma vantagem de 6’39’’ após 25km de corrida antes que a Quick Step-Alpha Vinyl se organizasse na frente do pelotão.

A diferença de tempo caiu para 4’45” no topo de Mont Cassel, onde Cort conquistou mais um ponto KOM e, assim, garantiu sua camisa de bolinhas por pelo menos mais dois dias. Perez foi o primeiro na linha do sprint intermediário em Lumbres (km 63).

Perez e Cort na fuga

O líder Van Aert na etapa

Perez e Cort conseguiram uma vantagem máxima de 7’15” no km 80. Lotto-Soudal, Alpecin-Deceuninck e depois Trek-Segrafredo aceleraram o ritmo à frente do pelotão. Como Cort conquistou sua nona vitória consecutiva no KOM na côte de Nielles-lès-Bléquin, ele garantiu matematicamente a camisa de bolinhas até a 7ª etapa de La Super Planche des belles filles. Ele continuou a acumular pontos KOM na côte de Harlettes (km 102,7) onde o intervalo de tempo foi reduzido para 2’25” e na côte de Ventus (km 123,6). Logo após a penúltima subida do dia, Perez atacou e seguiu sozinho com 45km pela frente.

Perez foi alcançado antes do topo do Cap Blanc-Nez quando Van Aert passou por ele depois que sua equipe acelerou na subida. O líder colocou um ritmo forte e continuou em “modo contrarrelógio” até a linha de chegada para conquistar sua sétima vitória em etapas do Tour de France, mas a primeira com a camisa amarela.

“Nos últimos 10km eu fui com tudo. Esta camisa amarela te dá asas. Foi definitivamente uma subida difícil, mas esta etapa provavelmente terminaria em sprint. Foi difícil terminar sozinho, mas graças ao trabalho dos meus companheiros de equipe, eu consegui”, disse Van Aert.

MELHORES MOMENTOS


TOP 3 DA ETAPA

1. Wout van Aert (Jumbo-Visma) 4h01’36”
2. Jasper Philipsen (Alpecin-Deceuninck) a 8”
3. Christophe Laporte (Jumbo-Visma) m.t.

TOP 3 CLASSIFICAÇÃO GERAL
1. Wout van Aert (Jumbo-Visma) 13h02’43”
2. Yves Lampaert (Quick-Step Alpha Vinyl Team) a 25”
3. Tadej Pogacar (UAE Team Emirates) a 32”

AS CAMISAS

Camisa amarela – líder da classificação geral – Wout van Aert (Jumbo Visma)
Camisa verde – líder da classificação por pontos – Wout van Aert (Jumbo Visma)
Camisa de bolinhas – líder da classificação de montanha – Magnus Cort Nielsen (EF Education-Easypost)
Camisa branca – líder da classificação de melhor jovem – Tadej Pogacar (UAE Emirates)

Resultados completos aqui

Próxima etapa
Na 5ª etapa, nesta quarta-feira (dia 6 de julho), o percurso é de 154 km entre Lille e Arenberg Porte du Hainaut. Os paralelepípedos estão de volta, com um total de 19,4 km espalhados em 11 trechos, cinco dos quais inéditos tanto na Paris-Roubaix quanto no Tour de France.

A 5ª etapa terá 11 trechos de paralelepípedos


AS ETAPAS

Etapa 1 – 1 de julho – Copenhagen – Copenhagen – 13,2 km
Etapa 2 – 2 de julho – Roskilde – Nyborg – 202,5 km
Etapa 3 – 3 de julho – Vejle – Sønberborg – 182 km

Dia de transferência para a França – 4 de julho

Etapa 4 – 5 de julho – Dunkerque – Calais – 171,5 km
Etapa 5 – 6 de julho – Lille Métropole – Arenberg Porte du Hainaut – 154 km
Etapa 6 – 7 de julho – Binche – Longwy – 220 km
Etapa 7 – 8 de julho – Tomblaine – Super Planche des Belles Filles – 176,5 km
Etapa 8 – 9 de julho – Dôle – Lausanne – 186,5 km
Etapa 9 – 10 de julho – Aigle – Châtel les Portes du Soleil – 193 km

Dia de descanso – 11 de julho

Etapa 10 – 12 de julho – Morzine les Portes du Soleil – Megève – 148,5 km
Etapa 11 – 13 de julho – Albertville – Col du Granon – 152 km
Etapa 12 – 14 de julho – Briançon – Alpe d’Huez – 165,5 km
Etapa 13 – 15 de julho – Bourg d’Oisans – Saint-Étienne – 193 km
Etapa 14 – 16 de julho – Saint-Étienne – Mende – 192,5 km
Etapa 15 – 17 de julho – Rodez – Carcassonne – 202,5 km

Dia de descanso – 18 de julho

Etapa 16 – 19 de julho – Carcassonne – Foix – 178,5 km
Etapa 17 – 20 de julho – Saint-Gaudens – Peyragudes – 130 km
Etapa 18 – 21 de julho – Lourdes – Hautacam – 143,5 km
Etapa 19 – 22 de julho – Castelnau-Magnoac – Cahors – 188,5 km
Etapa 20 – 23 de julho – Lacapelle-Marival – Rocamadour – 40,7 km
Etapa 21 – 24 de julho – Paris la Défense Arena – Paris Champs-Élysées – 116 km

LEIA MAIS
Tour de France no Bikemagazine