Tour 2022: Lampaert surpreende e vence crono de abertura

HomeCiclismo

Tour 2022: Lampaert surpreende e vence crono de abertura

Bicampeão belga de contrarrelógio bate os favoritos Van Aert, Pogacar e Filippo Ganna na disputa na Dinamarca

Lampaert é o primeiro líder do Tour 2022

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/ASO

Yves Lampaert (QuickStep-AlphaVinyl) conquistou a primeira camisa amarela do Tour de France 2022 ao vencer o contrarrelógio de abertura, nesta sexta-feira (1 de julho), em Copenhague, na Dinamarca.

Lampaert, campeão belga de crono em 2017 e em 2021, surpreendeu os favoritos e terminou a crono de 13,2 km com o tempo de 15min17s. Wout van Aert (Jumbo-Visma) foi o 2º colocado, a 5 segundos, e Tadej Pogacar (UAE Team Emirates) o 3º, a 7 segundos.

O principal favorito, o bicampeão mundial de contrarrelógio Filippo Ganna (Ineos Grenadiers), terminou em 4º, a 10 segundos. Mathieu Van der Poel (Alpecin-Deceuninck) foi o 5º, a 13 segundos.

“Eu esperava terminar no Top 10, e isso já seria ótimo, mas agora venci todos os melhores do mundo. Sabia que estava em boas condições, mas vencer uma etapa do Tour de France, especialmente a etapa 1, é algo que eu nunca poderia sonhar. Vencer van Aert, van der Poel e Ganna, é inacreditável para mim”, comemorou Lampaert.

“As estradas ainda estavam muito molhadas quando larguei, então acho que tive as mesmas condições que os favoritos, e mesmo assim terminei 5 segundos na frente de Van Aert. Terei a camisa amarela pelo menos por um dia. Quero compartilhar este momento com Tim Declercq, que é um dos meus melhores amigos e não pôde vir ao Tour por causa da Covid”, completou.

Tadej Pogacar no contrarrelógio em Copenhague

O bicampeão do Tour, Tadej Pogacar, vencedor em 2020 e 2021, é o primeiro a vestir a camisa branca da classificação de melhor jovem. “Foi um dia muito bom. Gostei do percurso apesar da chuva. Foi um contrarrelógio um pouco estressante, pois essas condições escorregadias nunca ajudam. De qualquer forma, nas primeiras curvas vi que as condições não eram tão ruins, e a partir daí fui fazendo curva a curva. Senti-me confiante, sem tomar muitos riscos. Estou feliz com meu desempenho e super feliz por estar com a camisa branca”, afirmou.

“Amanhã será uma etapa estressante. Nunca se sabe o que vai acontecer. Tenho uma boa equipe para me apoiar e teremos que ter muito cuidado, pois com certeza será um dia difícil”, completou Pogacar.

TOP 3 DA ETAPA
1 -Yves Lampaert (Quick-Step Alpha Vinyl Team) 15’17’’
2 – Wout van Aert (Jumbo-Visma) a 5’’
3 – Tadej Pogacar (UAE Team Emirates) a 7’’

CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 -Yves Lampaert (Quick-Step Alpha Vinyl Team) 15’17’’
2 – Wout van Aert (Jumbo-Visma) a 5’’
3 – Tadej Pogacar (UAE Team Emirates) a 7’’

TOP 20 DA ETAPA
1 LAMPAERT Yves 15’17″76
2 VAN AERT Wout +04″55
3 POGACAR Tadej +07″03
4 GANNA Filippo +10″22
5 VAN DER POEL Mathieu +12″86
6 PEDERSEN Mads +14″69
7 VINGEGAARD Jonas + 15″16
8 ROGLIC Primoz +15″41
9 MOLLEMA Bauke +16″42
10 TEUNS Dylan +20″08
11 NIELSEN Magnus Cort +20″36
12 JUNGELS Bob +22″31
13 YATES Adam +22″84
14 KUNG Stefan +23″00
15 PIDCOCK Thomas +23″35
16 TRATNIK Jan +24″37
17 MATTHEWS Michael +24″56
18 THOMAS Geraint +24″63
19 KAMNA Lennard +25″02
20 CATTANEO Mattia +30″19

Resultados completos aqui

Próxima etapa
A 2ª etapa, neste sábado, terá 202, 5 km entre Roskilde e Nyborg, em um trajeto onde o pelotão deverá lutar contra os ventos. No percurso há a travessia da ponte Great Belt, a mais longa da Europa, com 18 quilômetros de extensão.

Ponte Great Belt no trajeto da 2ª etapa

AS ETAPAS
Etapa 1 – 1 de julho – Copenhagen – Copenhagen – 13,2 km
Etapa 2 – 2 de julho – Roskilde – Nyborg – 202,5 km
Etapa 3 – 3 de julho – Vejle – Sønberborg – 182 km

Dia de transferência para a França – 4 de julho

Etapa 4 – 5 de julho – Dunkerque – Calais – 171,5 km
Etapa 5 – 6 de julho – Lille Métropole – Arenberg Porte du Hainaut – 154 km
Etapa 6 – 7 de julho – Binche – Longwy – 220 km
Etapa 7 – 8 de julho – Tomblaine – Super Planche des Belles Filles – 176,5 km
Etapa 8 – 9 de julho – Dôle – Lausanne – 186,5 km
Etapa 9 – 10 de julho – Aigle – Châtel les Portes du Soleil – 193 km

Dia de descanso – 11 de julho

Etapa 10 – 12 de julho – Morzine les Portes du Soleil – Megève – 148,5 km
Etapa 11 – 13 de julho – Albertville – Col du Granon – 152 km
Etapa 12 – 14 de julho – Briançon – Alpe d’Huez – 165,5 km
Etapa 13 – 15 de julho – Bourg d’Oisans – Saint-Étienne – 193 km
Etapa 14 – 16 de julho – Saint-Étienne – Mende – 192,5 km
Etapa 15 – 17 de julho – Rodez – Carcassonne – 202,5 km

Dia de descanso – 18 de julho

Etapa 16 – 19 de julho – Carcassonne – Foix – 178,5 km
Etapa 17 – 20 de julho – Saint-Gaudens – Peyragudes – 130 km
Etapa 18 – 21 de julho – Lourdes – Hautacam – 143,5 km
Etapa 19 – 22 de julho – Castelnau-Magnoac – Cahors – 188,5 km
Etapa 20 – 23 de julho – Lacapelle-Marival – Rocamadour – 40,7 km
Etapa 21 – 24 de julho – Paris la Défense Arena – Paris Champs-Élysées – 116 km

LEIA MAIS
Tour de France no Bikemagazine