Mundial de MTB: Schurter vence 10º  título na Elite do XCO

HomeCompetiçõesDestaque

Mundial de MTB: Schurter vence 10º título na Elite do XCO

O espanhol David Valero e o italiano Luca Braidot ficaram em 2º e 3º e Avancini terminou em 35º; no feminino, vitória para Pauline Ferrand Prevot

Nino Schurter comemora décimo título mundial na Elite

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/UCI

O suíço Nino Schurter conquistou neste domingo (28 de agosto) seu 10º título de campeão mundial da Elite do XCO durante a disputa em Les Gets, na França. O espanhol David Valero terminou nove segundos atrás com a prata e o italiano Luca Braidot ficou com o bronze, mais 20 segundos depois. Tom Pidcock (Grã-Bretanha) terminou em 4º.

Henrique Avancini terminou em 35º, a 6min16s, Ulan Galinski foi o 61º, a 10min01s, e José Gabriel não terminou.

Schurter voltou a Les Gets, onde venceu seu primeiro título mundial, na categoria Junior, em 2004, para enfrentar adversários fortes como o campeão olímpico Tom Pidcock, o medalhista de bronze olímpico Valero e o recente vencedor da Copa do Mundo Braidot.

Um grupo líder com cinco rapidamente se formou na primeira volta, com Schurter, Valero, Braidot, Sarrou e Alan Hatherly (África do Sul). Pidcock, que tem competido principalmente na estrada nesta temporada e, portanto, tem uma classificação baixa no ranking do mountain bike na UCI, teve que subir desde a quinta fila e não se juntou aos líderes até o início da terceira volta.

Sarrou e Hatherly foram os primeiros a ficar para trás na volta 4, quando Pidcock aumentou o ritmo, chegando mesmo a ganhar uma ligeira vantagem sobre Schurter quando o suíço sofreu uma pequena queda. O grupo voltou a se reunir na volta 5, mas Pidcock já mostrava sinais de fadiga.

Na sexta e penúltima volta, Pidcock ainda lutava, mas ia perdendo tempo e chegou a escorregar. Schurter e Valero se afastaram de Braidot, que permaneceu próximo, mas não conseguiu diminuir a diferença.

Na frente, Valero tentou assumir a liderança várias vezes, mas Schurter conseguiu responder e acelerar.

Póidio final, com Schurter, Valero e Braidot

No quilômetro final Schurter conseguiu escapar em um dos trechos técnicos e conseguiu abrir uma vantagem. “É inacreditável”, comemorou Schurter. “Eu não conseguia acreditar quando cruzei a linha de chegada de que fiz isso de novo. Eu realmente tentei desde o início e no final fomos eu e o Valero. Tentei forçá-lo a cometer erros e felizmente ele cometeu um, em uma das últimas partes técnicas, e assim consegui escapar. Esse lugar é mágico para mim, ganhei meu primeiro título aqui e agora ganhei novamente como um dos mais velhos de todos os tempos”, completou Schurter.

TOP 10
01 SUI Nino Schurter 01:21:13
02 ESP David Valero + 09
03 ITA Luca Braidot + 29
04 GBR Tom Pidcock + 01:29
05 SUI Marcel Guerrini + 01:40
06 FRA Jordan Sarrou + 02:04
07 RSA Alan Hatherly + 02:11
08 FRA Victor Koretzky + 02:37
09 SUI Filippo Colombo + 02:49
10 CZE Ondrej Cink + 02:51

Pauline Ferrand Prevot vence em Les Gets

No feminino, vitória da francesa Pauline Ferrand Prevot, que também venceu o título do short track. A francesa não largou na primeira fila, mas assumiu a ponta logo na largada e na primeira subida tentou acelerar, mas Jolanda Neff respondeu rapidamente.

Pauline Ferrand Prevot ainda fez um segundo ataque, desta vez bem mais forte, com o qual conseguiu escapar. No início da segunda das seis voltas, a francesa estava 20 segundos à frente. Na terceira volta a vantagem já tinha aumentado para 1min30.

A última volta começou sem mudanças na liderança e com Pauline Ferrand Prevot muito perto de seu quarto título mundial em XCO e de se tornar a primeira pessoa a conquistar um duplo Campeonato do Mundo em XCC e XCO. Jolanda Neff ficou em segundo lugar e Haley Batten em terceiro.

Do Brasil, Hercília Narjara ficou em 48º, Karen Olímpio em 50º, Raiza Goulão em 53º e Aline Simões em 56º.

Na categoria Sub 23, o italiano Simone Avondetto foi ouro, o francês Mathis Azzaro ficou com a prata e o suíço Luca Schatti com o bronze. No feminino, o ouro foi para a francesa Line Burquier. A holandesa Puck Pieterse foi prata e a dinamarquesa Sofie Pedersen ficou com o bronze.

LEIA MAIS
Mundial de MTB no Bikemagazine

Site oficial do evento

Resultados completos na UCI