HomeVariedades

Por que as competições de ciclismo estão cada vez mais acirradas

Saiba como os ciclistas se preparam para enfrentar corridas como a célebre Tour de France e os cuidados especiais com a alimentação

Pelotão em dia de montanha no Tour de France

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/ASO

Desde que se consagrou um esporte de alto rendimento, o nível do ciclismo e dos atletas subiu a altos níveis. O esporte tem se sagrado como o preferido de muitos telespectadores que se agrupam ao redor da televisão ou vão a campo para assistir e torcer por seus ídolos, além de realizarem apostas com cartão de crédito em seu nome campeão.

Além de conquistar milhares de fãs, o investimento no esporte e em tecnologias de aprimoramento dos equipamentos, do treinamento e do circuito também mais que dobrou nos últimos anos. A competição tem chegado a níveis muito altos, exigindo cada vez mais dos atletas.

Para se preparar para o Tour de France, por exemplo, uma competição de altíssimo nível os atletas consomem cerca de oito mil calorias, além de 10 litros de água por dia. A competição que é disputada ao longo de 21 dias, exige não só fisicamente, como também, mentalmente do atleta.

Afinal, são apenas três dias de descanso e um dos circuitos mais exigentes do mundo. As 22 equipes, contando com oito atletas, têm de percorrer 3.500 km ao longo dos dias. E ainda que uma equipe tenha ido bem e chegado a frente em um dia, isso não significa que ela ganhou a competição.

Pois, só ganha a competição a equipe que tiver as melhores pontuações ao longo dos dias. A competição é um orgulho dos franceses que celebram há mais de 100 anos. Não é à toa que a competição é uma das mais famosas, perdendo postos apenas para as Olimpíadas e a Copa do Mundo.

Com um nível tão alto exigido dos atletas não é de se estranhar a rigorosidade na alimentação. Cada um dos atletas é acompanhado por nutricionistas que trabalham cuidadosamente com uma dieta pensada para fornecer os nutrientes e propriedades necessárias para auxiliar o desempenho esportivo.

Em algumas etapas o ciclistas consomem cerca de oito mil calorias e 10 litros de água por dia

Em preparação para o Tour de France, os atletas precisam ingerir duas gramas de proteína, para cada quilo de seu peso. As proteínas devem ser ingeridas em cada refeição, não podendo deixar de lado nem no café-da-manhã, nem no jantar. Além disso, assim que terminam a parte do circuito do dia, cada atleta recebe um litro de água que devem ingerir imediatamente, além de sucos de abacaxi ou suco de cereja. As escolhas das frutas também não são ao acaso.

Isso porque o abacaxi, por exemplo, é notoriamente conhecido pelas suas propriedades anti-inflamatórias, já a cereja tem propriedades antioxidantes que ajudam na recuperação, além de reidratar o atleta. Quando o atleta está muito desidratado, é fornecido um líquido com eletrólitos para recuperar.

Após essa fase inicial de hidratação que é super importante e indispensável para a saúde e segurança dos atletas que competem na disputa, há novamente a alimentação, medida e pensada cuidadosamente para recuperar e manter as energias ao longo dos dias de disputa.

Com toda essa preparação e investimento não é de se admirar a elevação do esporte atualmente. Bem como o porquê do esporte estar se tornando uma febre mundial, conquistando milhares de torcedores ao redor do mundo.