Tour Down Under abre temporada 2023 com novo trajeto

HomeCompetiçõesCiclismo

Tour Down Under abre temporada 2023 com novo trajeto

Competição na Austrália começa nesta terça-feira com contrarrelógio em Adelaide e segue até domingo; confira as etapas

Confira o percurso do Tour Down Under 2023

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

Após dois anos de ausência, o Tour Down Under, na Austrália, volta para seu lugar de prova de abertura da temporada World Tour. A competição de 2023 vem com um novo percurso e terá um contrarrelógio de abertura pela primeira vez. O Tour Down Under feminino também está de volta.

A competição dos homens começa nesta terça-feira (17 de janeiro) com um contrarrelógio de 5,5 km em Adelaide e o australiano Rohan Dennis (Jumbo-Visma) como favorito. A corrida terá ainda outras pratas da casa, como Michael Matthews (Jayco-AlUla), o vencedor do Giro d’Italia Jai Hindley (Bora-Hansgrohe) e Caleb Ewan, que lidera a seleção australiana.

Chris Froome (Israel-Premier Tech), Simon Yates (Jayco-AlUla), Alberto Bettiol (EF Education-EasyPost), Geraint Thomas e o companheiro de equipe Ineos Grenadiers, Ethan Hayter, também estão confirmados.

Tour Down Under abre o calendário World Tour 2023 com novo percurso

A 1ª etapa, na quarta-feira (18 de janeiro), cobre um circuito de 150,1 km ao redor de uma área vinícola, com quatro circuitos menores e uma curta subida, produzindo um total de 2.050 metros de escalada.

A 2ª etapa, na quinta-feira (19 de janeiro), de Brighton a Victor Harbor, tem 156km e é a etapa mais longa de 2023. Depois de passar pela costa, o trajeto tem nos 60 km finais duas subidas categorizadas na barragem de Myponga antes de um chegada rápida na praia de Victor Harbour.

A 3ª etapa, na sexta-feira (20 de janeiro), é relativamente curta, com 118,5 km, mas tem 2.442 metros de subida, com passagem pelas três das subidas mais difíceis de Adelaide, em Norton Summit, Checkers Hill e Corkscrew Road, esta última com 3,6 km de extensão e 6,8% de inclinação, com máxima de 9%. O pico está a apenas cinco quilômetros do final, com a estrada toda em declive até Campbelltown. Quem almeja a vitória geral terá que subir bem, descer bem e lutar pelos bônus de tempo oferecidos na linha de chegada.

A 4ª etapa, no sábado (21 de janeiro), em Willunga, ao sul de Adelaide, tradicionalmente era decisiva no Tour Down Under, mas este ano será bem diferente. A largada é em Port Willunga com vista para a praia e a chegada no vizinho Willunga Township, após 135,3km de corrida sem passar pelo Willunga Hill, onde Richie Porte tantas vezes garantiu a vitória geral. Em vez de subir Willunga Hill, o trajeto segue para a área vinícola de McLaren Vale, com uma chegada rápida.

A 5ª e última etapa, no domingo (22 de janeiro), será com chegada ao Mount Lofty, nas colinas de Adelaide, com vista para o horizonte da cidade anfitriã, com a chegada no topo da subida de 710 metros. A etapa é novamente curta, com 114km, mas inclui cinco subidas ao Monte Lofty e quatro voltas de 25 km nas colinas via Summertown, Uraidla, Carey Gully, Bridgewater, Aldgate, Stirling e Crafers. Isso adiciona 3.131 metros de subida acumulada para fechar a disputa.

VEJA VÍDEO

 

AS ETAPAS
Prólogo – 17 de janeiro – 5,5km – Adelaide
Etapa 1 – 18 de janeiro – 150,1km – Tanunda – Tanunda
Etapa 2 – 19 de janeiro – 156km – Brighton – Victor Harbor
Etapa 3 – 20 de janeiro – 118,5km – Norwood – Campbelltown
Etapa 4 – 21 de janeiro – 135,3km – Port Willunga – Willunga Township
Etapa 5 – 22 de janeiro – 114km – Unley – Mount Lofty

LEIA MAIS
Tour Down Under no Bikemagazine

Site oficial do evento