Vuelta 2023 apresenta percurso, com Angliru e Tourmalet

HomeCompetiçõesDestaque

Vuelta 2023 apresenta percurso, com Angliru e Tourmalet

Edição será uma das mais montanhosas, com dez chegadas ao alto, um contrarrelógio por equipes e um individual

Volta a Espanha revela trajeto da edição de 2023, com dez chegadas ao alto

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/Unipublic/La Vuelta

A Volta a Espanha apresentou oficialmente o percurso da corrida de 2023, que será para escaladores, com dez chegadas ao alto, cinco delas inéditas e as famosas subidas ao Col du Tourmalet e Angliru como destaques. A 78ª edição da Vuelta larga de Barcelona, no dia 26 de agosto, e termina no dia 17 de setembro na tradicional disputa pelas ruas de Madrid.

As montanhas terão papel de destaque em 2023. Além das já conhecidas Xorret de Catí e Javalambre, há novidades como Larrau, Larra-Belagua, Cruz de Linares, além dos Angliru e Tourmalet . “As montanhas fazem parte do DNA da Vuelta e tornarão a edição de 2023 muito emocionante, mais uma vez”, disse o diretor geral da prova, Javier Guillén.

“O Tourmalet será um marco, juntamente com o Angliru . Continuamos à procura de novas escaladas para mostrar o bom ciclismo e é nessa procura que descobrimos novas chegadas em Larra-Belagua, Cruz de Linares e Bejes, e passagens de montanha como Larrau e Issarbe”, completa.

Vuelta 2023 terá 12 largadas inéditas

A edição 2023 terá 3.153 quilômetros em 21 etapas, com 12 largadas inéditas e oito linhas de chegada que vão receber o pelotão pela primeira vez. Além da Espanha, o pelotão vai passar por Andorra e França.

Após um curto contrarrelógio por equipes de 14,6km em Barcelona, e uma etapa com chegada novamente em Barcelona, com ​​181,3 km e subida ao Montjuïc, a 3ª etapa já leva o pelotão para Andorra, com uma chegada ao alto de categoria 1 em Arinsal.

Dois dias depois, após seguir para o sul de volta à Espanha, outra difícil subida categoria 1 espera o pelotão em Javalambre, que esteve no trajeto da Vuelta pela última vez em 2019. Na 8ª etapa, além das estradas de acesso ao Javalambre em trechos estreitos e sinuosos, a subida final é um grande desafio, com inclinação de até 20%.

Depois de uma longa transferência para o norte, o único contrarrelógio individual da corrida será na 10ª etapa, nas planícies de Valladolid, que vai dar aos especialistas uma chance de brilhar. Antes de chegar aos Pirineus, ainda há a dura subida para Laguna Negra de Vinuesa na 11ª etapa.

Tourmalet estará no trajeto da Vuelta após 28 anos

No dia 8 de setembro, a 13ª etapa marca o retorno do Tourmalet ao trajeto da Vuelta após 28 anos. A etapa de 134 quilômetros terá ainda o Col d’Aubisque e o Col de Spandelles, todos na França. No dia seguinte, mais subidas no retorno para a Espanha, com uma etapa com as difíceis subidas ao Col Hourcére e Puerto de Larrau, com chegada ao alto na estação de esqui de Belagua, em Navarra, de categoria 1.

Na 17ª etapa, na reta final da Vuelta, chega a hora do Angliru, considerada a subida mais difícil de toda a Espanha. Com 122,6km, o trajeto tem duas subidas de categoria 1, Cordal e Colladiella, antes das temidas rampas do Angliru, que esteve pela última vez na Vuelta em 2020.

“É um percurso diferente da Vuelta do ano passado”, disse o diretor geral. “Quando estávamos projetando a corrida de 2022 já estávamos pensando em como poderíamos fazer as coisas de maneira diferente em 2023. Como também há a mudança de datas do Mundial, que acontece pouco antes da Vuelta pela primeira vez, não sabemos como isso afetará a corrida. Mas o importante é que o público aproveite o espetáculo”, completou.

VEJA VÍDEO

AS ETAPAS
Etapa 1 – 26 de agosto – Barcelona – Barcelona TTT 14,8km
Etapa 2 – 27 de agosto – Mataro – Barcelona 182km
Etapa 3 – 28 de agosto – Súria – Arinsal – Andorra 158,5 km
Etapa 4 – 29 de agosto – Andorra La Vella – Tarragona 185km
Etapa 5 – 30 de agosto – Morella – Burriana 186,5 km
Etapa 6 – 31 de agosto – La Vall d’Uixó – Pico del Buitre (Observatório Astrofísico de Javalambre) 183,5km
Etapa 7 – 1 de setembro – Utiel – Oliva 201km
Etapa 8 – 2 de setembro – Denia – Xorret de Cati 165km
Etapa 9 – 3 de setembro – Cartagena – Caravaca de la Cruz 184,5 km

4 de setembro: dia de descanso

Etapa 10 – 5 de setembro – Valladolid – Valladolid ITT 25,8km
Etapa 11 – 6 de setembro – Lerma – La Laguna Negra. Vinuesa 163,5km
Etapa 12 – 7 de setembro – Ólvega – Zaragoza 151km
Etapa 13 – 8 de setembro – Formigal – Tourmalet (França) 135km
Etapa 14 – 9 de setembro – Sauveterre-de-Béarn – Larra-Belagua 156,5km
Etapa 15 – 10 de setembro – Pamplona – Lekunberri 158,5km

11 de setembro: dia de descanso

Etapa 16 – 12 de setembro – Liencres Playa – Bejes 120,5km
Etapa 17 – 13 de setembro – Ribadesella/Ribeseya – Altu de L’Angliru 124,5km
Etapa 18 – 14 de setembro – Pola de Allande – La Cruz de Linares 179km
Etapa 19 – 15 de setembro – La Bañeza – Íscar 177,5km
Etapa 20 – 16 de setembro – Manzanares El Real – Guadarrama 208km
Etapa 21 – 17 de setembro – Hipódromo de la Zarzuela – Madrid. Paisaje de la Luz 101,5km

 

LEIA MAIS
Volta a Espanha no Bikemagazine
Site oficial La Vuelta