Cape Epic: Beers e Blevins são os campeões no último dia

HomeCompetiçõesDestaque

Cape Epic: Beers e Blevins são os campeões no último dia

Dupla da Toyota-Specialized-NinetyOne supera os favoritos Schurter e Frischknecht e encerra com vantagem de mais de 3 minutos

Pódio final da ultramaratona Cape Epic 2023 Foto: Nick Muzik

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

A dupla que reúne o sul-africano Matt Beers e o norte-americano Chris Blevins (Toyota-Specialized-NinetyOne) são os campeões da ultramaratona Cape Epic 2023, disputada na África do Sul. A dupla conquistou o título no último dia, depois de vencer em cinco dos oito dias. Na categoria feminina, as campeãs foram Vera Looser e Kim le Court (Efficient Infiniti Insure).

Os alemães Lukas Baum e Georg Egger (OrbeaA x Leatt x Speed Company) venceram a etapa final. Mas as atenções estavam voltadas para a classificação geral quando o último dia da corrida começou em Lourensford Wine Estate, em Somerset West, neste domingo (26 de março).

Nino Schurter e Andri Frischknecht (Scott-Sram MTB Racing) começaram a etapa na liderança, 90 segundos à frente de Beers e Blevins e pouco mais de cinco minutos à frente dos vencedores de 2022, Egger e Baum.

Frischknecht já tinha mostrado que estava sofrendo durante toda a semana nas subidas brutais da corrida, então não foi surpresa que o ataque inicial das equipes de perseguição tenha ocorrido na primeira subida “Saddle” de Lourensford. Schurter rebateu, mas Beers e Blevins estavam muito mais fortes.

A dupla Matt Beers e Chris Blevins na chegada Foto: Sam Clark

Schurter e Frischknecht caíram para o terceiro lugar Foto: Nick Muzik

A dupla Beers e Blevins rodou sozinha durante grande parte dos primeiros 20 km, com Baum, Egger e Singer Racing (Martin Frey e Simon Stiebjahn) juntando-se ao grupo da frente antes da subida de Botmaskop. Também presente estava o solitário da Toyota-Specialized-NinetyOne 2, Tristan Nortje, apoiando sua equipe A.

Esse foi o status da corrida masculina até os 20 km finais, quando Baum e Egger fizeram uma aceleração surpresa na linha de chegada. Eles não conseguiram largar a equipe Toyota-Specialized-NinetyOne ou a Singer Racing e todas as três equipes chegaram no Val de Vie Estate juntas.

Frey e Stiebjahn, contentes em andar duro, mas não interferir na corrida de classificação geral, pareciam ter se preparado para uma vitória de etapa – até que Martin Frey voou por cima do guidão na reta final. Stiebjahn avançou, sem perceber que seu parceiro estava na grama.

O acidente permitiu que Baum e Egger conquistassem a vitória, com Beers e Blevins rolando calmamente sobre a linha, prontos para o cronômetro oficial entrar em ação.

No percurso da etapa final Foto: Sam Clark

A Toyota-Specialized-NinetyOne sabia que havia colocado algum tempo na liderança da Scott-Sram MTB Racing e sentiu que era o suficiente para a vitória geral, mas foi apenas quando o tempo passou um minuto e meio, com Schurter e Frischknecht ainda longe de serem vistos, que sabiam que o título da Cape Epic de 2023 era deles.

“Sabíamos desde a noite passada que só havia uma maneira de vencer hoje, e era tentar desde o início”, disse Blevins. “Treinamos muito para essas corridas e passamos por tanta coisa esta semana; é muito especial e gratificante quando tudo se encaixa como aconteceu hoje. Ouvimos algumas notícias da rota, então sabíamos que estávamos à frente, mas nunca se sabe. A única resposta é continuar o mais forte que puder. Sofremos do começo ao fim, mas vale a pena e é uma honra vencer.”

Matt Beers, agora bicampeão do Absa Cape Epic, ficou emocionado com o desempenho e o apoio da multidão. “Foi uma grande vitória, não apenas a corrida de hoje, mas a semana inteira. Tivemos que sair de um lugar muito sombrio depois de lutar na Etapa 1 e acho que isso mostra o quão forte é nossa parceria e o quanto acreditamos um no outro. Nós dois realmente nos ajudamos esta semana. Havia muito apoio da multidão para nós; Acho que montamos a última etapa com pura adrenalina. Estou completamente exausto agora.”

A classificação geral terminou com Egger e Baum em 2º, a 3min49s, e Schurter e Frischknecht em 3º, a 4min11s.

REPLAY DA ETAPA

TOP 3 DA ETAPA 7
Masculino
1. Orbea X Leatt X Speed Company: Georg Egger, Lukas Baum – 03:07:26.4
2. Toyota-Specialized-NinetyOne: Matthew Beers, Christopher Blevins – 03:07:36.7 (+00:00:10.3)
3. Singer Racing: Simon Stiebjahn, Martin Frey – 03:08:22.7 (+00:00:56.2)

Feminino
1. Cannondale Vas Arabay: Greete Steinburg, Monica Yuliana Calderon Martinez – 04:02:50.5
2. Efficient Infiniti Insure: Kim le Court, Vera Looser – 04:03:08.9 (+00:00:18.4)
3. e-FORT. net | SeattleCoffeeCo.: Amy Wakefield, Candice Lill – 04:10:20.8 (+00:07:30.3)

CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL
Masculino
1. Toyota-Specialized-NinetyOne: Matthew Beers, Christopher Blevins – 26:17:04
2. Orbea X Leatt X Speed Company: Georg Egger, Lukas Baum – 26:20:53.5 (+00:03:49.5)
3. SCOTT-SRAM MTB-Racing: Nino Schurter, Andri Frischknecht – 26:21:15.6 (+00:04:11.5)

Feminino
1. Efficient Infiniti Insure: Kim le Court, Vera Looser – 33:11:37.7
2. e-FORT. net | SeattleCoffeeCo.: Amy Wakefield, Candice Lill – 33:44:02.3 (+00:32:24.6)
3. NinetyOne-songo-Specialized: Sofia Gomez Villafane, Katerina Nash – 33:54:55.4 (+00:43:17.7)

Resultados completos aqui

LEIA MAIS
Ultramaratona Cape Epic no Bikemagazine

Site oficial do evento