Tirreno-Adriático: Filippo Ganna vence contrarrelógio de abertura

HomeCompetiçõesCiclismo

Tirreno-Adriático: Filippo Ganna vence contrarrelógio de abertura

Italiano vence com 28 segundos de vantagem sobre o segundo colocado, Lennard Kamna, e é o primeiro a vestir a maglia azzurra de líder

O campeão italiano de contrarrelógio Filippo Ganna

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

Filippo Ganna (Ineos Grenadiers) venceu a primeira etapa da 58ª edição da Tirreno-Adriático Crédit Agricole nesta segunda-feira (6 de março). A abertura foi uma prova de contrarrelógio individival de 11,5 km em Lido di Camaiore. Ganna marcou o tempo de 12min28s, com velocidade média de 55,347 km/h.

Lennard Kämna (Bora – Hansgrohe) foi o 2º, a 28 segundos, e Magnus Sheffield (Ineos Grenadiers) o 3º, a 31 segundos.

Com a vitória, o italiano é o primeiro a vestir a maglia azzurra (camisa azul) de líder da classificação geral. “Estou muito feliz com esta incrível performance hoje. Depois de vencermos a Strade Bianche com Tom Pidcock, estamos prontos para uma grande Tirreno-Adriático. Tive alguns segundos e terceiros lugares desde o início da temporada, por isso é muito importante para o meu moral ter vencido hoje”, comentou o vencedor.


A prova foi disputada, nas primeiras horas, com muita chuva. O percurso, apesar de ter longas retas, tinha algumas curvas apertadas que exigiam atenção. O piso molhado afetou o resultado dos primeiros a largar, entre eles Wout van Aert (Jumbo Visma), que em condições normais seria um claro candidato à vitória, mas ele decidiu não se arriscar e terminou a 1min14s do vencedor, em 45º.

Pouco mais de uma hora de prova e a chuva parou e a estrada secou, ​​condições que favoreceram alguns favoritos. Jai Hindley (Bora-Hansgrohe) fez o segundo melhor tempo provisório, atrás de Magnus Sheffield (Ineos Grenadiers), e encerrou a 51 segundos. Primoz Roglic (Jumbo Visma) optou por um equilíbrio entre risco e segurança, ciente do que estava por vir, e terminou em 12º, a 49 segundos.

No Brasil a prova pode ser acompanhada ao vivo no Dsports (Sky/DirecTV GO) com narração em português de Sidney White e comentários de Leandro Bittar e na RAI internacional.

MELHORES MOMENTOS


AS ETAPAS

Etapa 1 – 6 de março – Lido di Camaiore – Lido di Camaiore (ITT) – 11,5km
Etapa 2 – 7 de março – Camaiore – Follonica – 209km
Etapa 3 – 8 de março – Follonica – Foligno – 216km
Etapa 4 – 9 de março – Greccio – Tortoreto – 219km
Etapa 5 – 10 de março – Morro d’Oro – Sarnano-Sassotetto – 168km
Etapa 6 – 11 de março – Osimo Stazione – Osimo – 194km
Etapa 7 – 12 de março – San Benedetto del Tronto – 154km

LEIA MAIS
Tirreno-Adriático no Bikemagazine

Site oficial do evento