Desafio Mesa do Imperador termina sem quebra do recorde Strava

HomeCompetiçõesCiclismo

Desafio Mesa do Imperador termina sem quebra do recorde Strava

Leandro Donizete (Memorial-Santos) venceu no masculino com o tempo de 15min44s; no feminino Victoria Martins Remaili venceu com 19min33s

O vencedor Leandro Donizete (Memorial-Santos) – Foto de Márcio Miranda

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação Márcio Miranda

Em uma competição acirrada e cheia de surpresas, a elite do ciclismo de estrada brasileiro disputou no domingo (19 de março) o Desafio do Tour do Rio Mesa do Imperador. A escalada de 4,6km reuniu mais de 220 atletas e equipes profissionais de todo o país, como Desan Domini Vezzo Team, UCRJ/Turim, Memorial-Santos, ERT Pro Cycling Team e Sharks Cycle Team.

Na categoria Elite Masculino, Leandro Donizete dos Santos foi o campeão, com um tempo de 15min44, acompanhado no pódio por Vitor Gustavo Silvestre Teixeira em segundo (16min12s), Thales Fernando Areias Ribeiro em terceiro (16min28s) e Maicke Rene Monteiro Pereira em quarto (16min29s).

Atual líder no ranking de Elite da Confederação Brasileira de Ciclismo, Felipe Marques, chegou em quinto, com um tempo de 16min29s.

“Primeiramente, gostaria de agradecer aos patrocinadores por poder estar neste evento e parabenizar também a organização. É a primeira vez que estou competindo no Tour do Rio, principalmente na famosa Mesa do Imperador, nesta temida subida. Saí de casa ontem 2 horas da manhã e cheguei aqui às 5 horas da manhã, já fiz um aquecimento e subi duas vezes para conhecer o percurso antes da prova. Só tenho a agradecer e com certeza voltarei mais vezes, gostei muito do lugar”, afirmou o campeão, que é natural de Minas de Gerais, mas vive há 11 anos em Santos (SP), onde treina pela equipe Memorial.

Entre as mulheres, a ciclista Victoria Martins Remaili confirmou o favoritismo e foi a primeira colocada na categoria Elite Feminino, com um tempo de 19min23s, seguida por Ana Luiza Ottoni (23min57s), Hannah Costa Oliveira (24min05s), Gisele Saggioro Gasparotto (24min19s) e Line Berg Ostergaard (25min02s).

Pódio feminino – Foto de Márcio Miranda

 

“Adorei participar da prova, é um caminho lindo, um percurso maravilhoso. O Rio de Janeiro é lindo e foi um dia muito gostoso. Foi uma prova muito desafiadora e espero que tenham mais edições”, falou a campeã, que é natural de São Carlos, no interior de São Paulo.

Recorde permance
Entre as motivações que levaram os atletas à Mesa do Imperador, neste domingo, foi a busca pelo recorde Strava. Apesar do elevado nível técnico da competição, as marcas não foram batidas, o que reforça a grande dificuldade desta que é uma das subidas mais exigentes do ciclismo de estrada brasileiro.

Entre os homens, o recorde permanece com o ciclista Otávio Bulgarelli, que registrou um tempo de 13min50s em novembro de 2020. Já entre as mulheres, Tota Magalhães segue no topo da lista, com a marca de 19min16s, conquistada em dezembro de 2020.

Categorias e destaques
O Desafio do Tour do Rio Mesa do Imperador contou com 16 categorias: Elite Feminino, Elite Masculino, Sub-23 Masculino, Sub-30 Masculino, Master A Feminino, Master A1 Masculino, Master A2 Masculino, Master B Feminino, Master B1 Masculino, Master B2 Masculino, Master C Feminino, Master C1 Masculino, Master C2 Masculino, Master D1 Masculino, Master D2 Masculino. Os resultados completos podem ser conferidos aqui.

Além dos atletas das categorias Elite, os ciclistas das categorias Master também tiveram desempenhos impressionantes. Fabiano dos Santos Mota, da Master B1 Masculina, conquistou a sexta colocação geral, com um tempo de 17min13seg051. Francisco Antonio dos Santos Júnior, da mesma categoria, chegou em sétimo, com um tempo de 17min19s.

Já Ligia Rolim, da categoria Master Feminino, registrou o 44o tempo na classificação geral, fazendo a subida da Mesa do Imperador em 20min12s.