Strade Bianche: Demi Vollering vence Lotte Kopecky em dobradinha da equipe SD Worx

HomeCompetiçõesCiclismo

Strade Bianche: Demi Vollering vence Lotte Kopecky em dobradinha da equipe SD Worx

Companheiras de equipe aceleram para alcançar a escapada Kristen Faulkner e cruzam juntas com 18 segundos de vantagem

Pódio da Strade Bianche feminina 2023

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/LaPresse

Na Strade Bianche Women Elite Crédit Agricole 2023, neste sábado (4 de março), em uma chegada emocionante, as companheiras de equipe do Team SD Worx, Demi Vollering e Lotte Kopecky, alcançaram a líder solitária Kristen Faulkner do Team Jayco-AlUla a 600 metros do fim. A holandesa e a belga seguiram juntas até o final.

A então campeã Kopecky fez a última curva na primeira posição, mas Vollering a superou nos últimos metros e conquistou seu primeiro título na prova, somando cinco vitórias para a Holanda em nove edições da corrida, depois de Anna van der Breggen (2018), Annemiek van Vleuten (2019, 2020) e Chantal Van den Broek-Blaak (2021).

Durante a corrida, Vollering levou um susto quando um cavalo correu para a estrada e galopou na  sua frente, fazendo a holandesa frear com medo de assustar o animal.

No belo percurso da Strade Bianche Women Elite

Chegada acirrada com Demi Vollering e Lotte Kopecky

Na coletiva de imprensa, a vencedora comentou: “Falei com Lotte (Kopecky) na tenda antes da cerimônia do pódio, ficou imediatamente tudo bem entre nós. Não há ressentimentos. Foi legal terminar assim. Foi um bom final, também para quem assistiu de casa. Mas a primeira sensação após a chegada foi de confusão. Não sabíamos qual de nós havia vencido, então nos perguntamos se poderíamos comemorar. Claro que poderíamos, porque desde que seja o time ganhando, é bom e foi bom em dobro. Eu me senti forte hoje. Eu estava realmente confiante de que pegaríamos Kirsten Faulkner. Sabia que seríamos mais fortes que ela na última subida”.

Lotte Kopecky completou: “Demi e eu não nos falamos antes do final. Somos ambas profissionais e queríamos vencer, por isso é muito bom termos lutado até ao fim”.

Já Kristen Faulkner, que terminou em terceiro, a 18 segundos, afirmou: “No final, ouvi que elas estavam a 30 segundos e pensei que seriam 10 km difíceis. Cada setor de cascalho era diferente e desafiador. As subidas foram realmente mais decisivas do que o cascalho. Foi uma grande corrida para mim”.

STRADE BIANCHE FEMININO ELITE CRÉDIT AGRICOLE

1 – Demi Vollering (Equipe SD Worx) 136 km em 3h50’35” velocidade média 35,388 km/h
2 – Lotte Kopecky (Equipe SD Worx) m.t.
3 – Kristen Faulkner (Team Jayco AlUla) a 18″


MELHORES MOMENTOS