Paris-Roubaix é neste domingo: cabras limpam paralelepípedos

HomeCiclismo

Paris-Roubaix é neste domingo: cabras limpam paralelepípedos

Nesta edição, uma solução inusitada foi encontrada para limpar o caminho do Trouée d'Arenberg, com 40 cabras "jardineiras"

Trabalho de recuperação dos paralelepípedos no trajeto da Paris-Roubaix

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/ASO

A Paris-Roubaix é a terceira das cinco clássicas Monumento (que são a Milão San-Remo, Tour de Flanders, Paris-Roubaix, Liege-Bastogne-Liege e Il Lombardia) e uma prova muito prestigiada pelo pelotão World Tour. Neste domingo (9 de abril), a corrida chega em sua 120ª edição; o percurso de 2023 tem 256,6 km, com 54,5 km de paralelepípedos distribuídos em 29 setores, sendo o primeiro a 160 km da linha de chegada.

Cada setor, depois de vistoriado, é classificado em uma escala de uma a cinco estrelas. Segundo o diretor da prova, Thierry Gouvenou, o mais recente reconhecimento do percurso foi no dia 4 de abril, quando os peritos classificaram a dificuldade dos trechos de paralelepípedos na corrida com base em seu comprimento, desnível das pedras, o estado geral e localização.

O Trouée d’Arenberg (n.º 19), o Mons-en-Pévèle (n.º 11) e o Carrefour de l’Arbre (n.º 4) continuam a ser os únicos com a classificação de cinco estrelas.

Cabras que limparam trecho do Arenberg foram mostradas para a imprensa

O Trouée d’Arenberg, a 93 km da linha de chegada, um dos trechos mais temidos e, muitas vezes, decisivo no resultado da corrida desde sua introdução, em 1968, foi limpo por uma equipe de “jardineiros” inusitada formada por 40 cabras com a missão de acabar com o mato.

O trecho é bem escorregadio e, quanto mais limpo, mais seguro. A solução das cabras foi aprovada pois não seria possível aplicar produtos tóxicos na área, que é protegida. Os ciclistas que saírem ilesos do Trouée d’Arenberg e se aproximarem do cobiçado troféu devem um grande “obrigado” para as cabras, que foram apresentadas durante evento com a imprensa.

O retorno do setor Haspres, de três estrelas (km 139,6), pela primeira vez desde a Paris-Roubaix de 2004, promete ser um elemento surpresa. A conferir.

O setor do Trouée d’Arenberg esgtreou na corrida em 1968

Passagem pelo Trouée d’Arenberg em 2022

Na prova das mulheres, que chega a sua terceira edição no sábado, 8 de abril, os paralelepípedos permanecem inalterados, com 29,2 km distribuídos em 17 setores. O percurso feminino convergirá para o masculino na marca dos 84 km para o final , começando com o setor de quatro estrelas de 3,7 km de Hornaing a Wandignies, o mesmo que a britânica Lizzie Deignan usou como trampolim para sua vitoriosa aventura solo no ano passado. Será muito mais difícil pegar as adversárias desprevenidas desta vez.

Os 29 setores de paralelepípedos de Paris-Roubaix

(Setores 17 a 1 são comuns a ambas as corridas)

29: Troisvilles to Inchy (km 96.3 — 2.2 km) ***
28: Viesly to Quiévy (km 102.8 — 1.8 km) ***
27: Quiévy to Saint-Python (km 105.4 — 3.7 km) ****
26: Saint-Python (km 110.1 — 1.5 km) **
25: Vertain to Saint-Martin-sur-Écaillon (km 117.2 — 2.3 km) ***
24: Verchain-Maugré to Quérénaing (km 127.2 — 1.6 km) ***
23: Quérénaing to Maing (km 129.9 — 2.5 km) ***
22: Maing to Monchaux-sur-Écaillon (km 133 — 1.6 km) ***
21: Haspres to Thiant (km 139.6 — 1.7 km) ***
20: Haveluy to Wallers (km 153.1 — 2.5 km) ****
19: Trouée d’Arenberg (km 161.3 — 2.3 km) *****
18: Wallers to Hélesmes (km 167.4 — 1.6 km) ***
17: Hornaing to Wandignies (km 174.1 — 3.7 km) ****
16: Warlaing to Brillon (km 181.6 — 2.4 km) ***
15: Tilloy to Sars-et-Rosières (km 185.1 — 2.4 km) ****
14: Beuvry to Orchies (km 191.4 — 1.4 km) ***
13: Orchies (km 196.5 — 1.7 km) ***
12: Auchy to Bersée (km 202.6 — 2.7 km) ****
11: Mons-en-Pévèle (km 208 — 3 km) *****
10: Mérignies to Avelin (km 214 — 0.7 km) **
9: Pont-Thibault to Ennevelin (km 217.4 — 1.4 km) ***
8: Templeuve — L’Épinette (km 222.8 — 0.2 km) *
8: Templeuve — Moulin-de-Vertain (km 223.3 — 0.5 km) **
7: Cysoing to Bourghelles (km 229.8 — 1.3 km) ***
6: Bourghelles to Wannehain (km 232.3 — 1.1 km) ***
5: Camphin-en-Pévèle (km 236.7 — 1.8 km) ****
4: Carrefour de l’Arbre (km 239.5 — 2.1 km) *****
3: Gruson (km 242.3 — 1.1 km) **
2: Willems to Hem (km 248.4 — 1.4 km) ***
1: Roubaix (km 255.2 — 0.3 km) *

LEIA MAIS
Reportagens sobre a Paris-Roubaix no Bikemagazine

VEJA VÍDEO