Giro d’Italia: Einer Rubio vence a encurtada 13ª etapa

HomeCompetiçõesDestaque

Giro d’Italia: Einer Rubio vence a encurtada 13ª etapa

Por causa das fortes chuvas, trajeto foi reduzido para 74,6km; Pinot, que liderou o grupo na maioria do tempo, terminou em 2º

Einer Rubio vence a 13ª etapa do Giro 2023

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/LaPresse

O colombiano Einer Rubio (Movistar) venceu nesta sexta-feira (19 de maio) a encurtada 13ª etapa do Giro d’Italia, com 74,6km entre Le Châble e Crans Montana, na Suíça. Thibaut Pinot (Groupama – FDJ), que liderou o grupo escapado, terminou em segundo, com Jefferson Cepeda (EF Education-EasyPost) em terceiro.

“Finalmente, meu grande dia. Eu estava procurando por isso, trabalhei muito para isso”, disse Rubio. “Eu me preparei muito para esse Giro. Tive problemas outro dia por causa do tempo, estava muito difícil. Sabia que não podia desistir, queria continuar buscando oportunidades. Ainda bem que hoje meu sonho se tornou realidade.”

Pinot, que busca uma oportunidade de vencer uma etapa do Grand Tour antes de encerrar sua carreira, no final desta temporada, porém, assumiu a liderança da classificação de montanha, a maglia azzurra.

Os três fizeram parte de um grupo que atacou na Croix de Coeur, a primeira subida da etapa truncada que foi reduzida para 74,6 quilômetros devido às condições climáticas na descida do Grand San Bernardo.

Pinot, Cepeda e Rubio se distanciaram dos companheiros de fuga na subida final, mas Pinot e Cepeda se desentenderam, já que o ciclista da EF-EasyPost se recusou a revezar. No final, atacou apenas para ser alcançado por Pinot novamente. Mas o francês não conseguiu quebrar os companheiros e não sobrou nada na chegada. Rubio aproveitou: “Eu sabia que Pinot era muito forte, Cepeda também. Eu tinha que deixá-los jogar seus jogos, e essa era a estratégia.”

Neve no trajeto final da etapa com chegada na Suíça

A maior parte da ação no grupo maglia rosa foi na parte de trás. Hugh Carthy (EF Education-Easypost) atacou a 5 km do fim e ganhou seis segundos, terminando em sexto atrás de Valentin Paret-Peintre, junto com João Almeida (UAE Team Emirates), Eddie Dunbar (Jayco-AlUla) e o líder da corrida Geraint Thomas (Ineos Grenadiers). Primoz Roglic (Jumbo-Visma) terminou com o mesmo tempo que Thomas.

“Acho que os dias mais curtos são mais intensos – a maneira como começamos a subida foi super difícil. A subida final foi com vento contrário na mair parte do tempo. Estou feliz para manter a camisa”, disse Thomas.

MELHORES MOMENTOS


RESULTADO DA ETAPA

1 – Einer Augusto Rubio (Movistar Team) – 74.6 km em 2h’16’21″, velocidade média 32,827 km/h
2 – Thibaut Pinot (Groupama – FDJ) a 6″
3 – Jefferson Alexander Cepeda (EF Education-EasyPost) a 12″

CLASSIFICAÇÃO GERAL1 – Geraint Thomas (Ineos Grenadiers) 51h20’01”2 – Primož Roglič (Jumbo-Visma) a 2″3 – João Pedro Gonçalves Almeida (UAE Team Emirates) a 22″

Classificação completa aqui

AS CAMISAS
Maglia rosa – líder da classificação geral – Geraint Thomas (Ineos Grenadiers)
Maglia ciclamino – líder da classificação por pontos – Jonathan Milan (Bahrain – Victorious)
Maglia azzurra – líder da classificação de montanha – Thibaut Pinot (Groupama FDJ)
Maglia bianca – líder da classificação de melhor jovem – João Almeida (UAE Team Emirates)

Próxima etapa
Neste sábado (20 de maio), a 14ª etapa vai percorrer 193 km entre Sierre e Cassano Magnago. O percurso conta com uma subida exigente no início seguida de 150km de descida e terreno plano que leva o pelotão de volta à Itália depois da etapa anterior na Suíça. A rota passa pelo Lago Maggiore.

A 14ª etapa tem como dificuldade inicial a passagem pelo Simplon (2.005 m)

AS ETAPAS
Etapa 1 – sábado – 6 de maio – Fossacesia Marina – Ortona 19,6 km (Contrarrelógio)
Etapa 2 – domingo – 7 de maio – Teramo – San Salvo 201 km
Etapa 3 – segunda-feira – 8 de maio – Vasto – Melfi 216 km
Etapa 4 – terça-feira – 9 de maio – Venosa – Lago Laceno 175 km
Etapa 5 – quarta-feira – 10 de maio – Atripalda – Salerno 171 km
Etapa 6 – quinta-feira – 11 de maio – Nápoles – Nápoles 162 km
Etapa 7 – sexta-feira – 12 de maio – Capua – Gran Sasso d’Italia (Campo Imperatore) 218 km
Etapa 8 – sábado – 13 de maio – Terni – Fossombrone 207 km
Etapa 9 – domingo – 14 de maio – Savignano sul Rubicone – Cesena 35 km (Contrarrelógio)

Descanso – Segunda-feira – 15 de maio

Etapa 10 – terça-feira – 16 de maio – Scandiano – Viareggio 196 km
Etapa 11 – quarta-feira – 17 de maio – Camaiore – Tortona 219 km
Etapa 12 – quinta-feira – 18 de maio – Bra – Rivoli 179 km
Etapa 13 – sexta-feira – 19 de maio – Borgofranco d’Ivrea – Crans Montana 207 km
Etapa 14 – sábado – 20 de maio – Sierre – Cassano Magnago 193 km
Etapa 15 – domingo – 21 de maio – Seregno – Bergamo 195 km

Descanso – Segunda-feira – 22 de maio

Etapa 16 – terça-feira – 23 de maio – Sabbio Chiese – Monte Bondone 203 km
Etapa 17 – quarta-feira – 24 de maio – Pergine Valsugana – Caorle 195 km
Etapa 18 – quinta-feira – 25 de maio – Oderzo – Val di Zoldo 161 km
Etapa 19 – sexta-feira – 26 de maio – Longarone – Tre Cime di Lavaredo 183 km
Etapa 20 – sábado – 27 de maio – Tarvisio – Monte Lussari 18,6 km (Contrarrelógio)
Etapa 21 – domingo – 28 de maio – Roma – Roma 135 km

LEIA MAIS
Giro d’Itália no Bikemagazine