Giro d’Italia: confira etapa a etapa e altimetrias da semana final

HomeCompetiçõesCiclismo

Giro d’Italia: confira etapa a etapa e altimetrias da semana final

Última semana de competição terá muitas montanhas e uma cronoescalada na penúltima etapa antes da chegada no domingo em Roma

O maglia rosa Bruno Armirail começa a semana final com 1min08s de vantagem

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

O pelotão do Giro d’Italia 2023 retorna para a semana final da competição nesta terça-feira (23 de maio). O atual maglia rosa é o francês Bruno Armirail (Groupama-FDJ), que tem 1min08s de vantagem sobre Geraint Thomas (Ineos Grenadiers) e 1min10s sobre Primoz Roglic, 2º e 3º colocados na classificação geral.

Saiba como e onde assistir ao vivo

AS CAMISAS
Maglia rosa – líder da classificação geral – Bruno Armirail (Groupama-FDJ)
Maglia ciclamino – líder da classificação por pontos – Jonathan Milan (Bahrain – Victorious)
Maglia azzurra – líder da classificação de montanha – Davide Bais (Eolo Kometa)
Maglia bianca – líder da classificação de melhor jovem – João Almeida (UAE Team Emirates)

Classificação completa aqui

A 16ª etapa, com 203 km entre Sabbio Chiese e Monte Bondone. Será uma etapa com a primeira parte ao longo da costa do Lago de Garda antes de uma sequência praticamente ininterrupta de subidas, com o Passo de Santa Barbara (12 km com média de 8%), o Passo de Bordala (4,5 km a cerca de 7%) para entrar no Vale do Adige e, depois de Rovereto, Vallarsa. A última subida é o Monte Bondone de Aldeno (20 km com média de 6,8%, máximo de 15%).

A 16ª etapa tem uma descida desafiadora para o vale do Adige

A 17ª etapa deve ter chegada rápida

Na quarta-feira (24 de maio), a 17ª etapa tem 161 km entre Pergine Valsugana e Caorle. A primeira parte segue até Bassano del Grappa. Em seguida, o pelotão atravessa a planície de Vicenza e Treviso em estradas retas bem pavimentadas com poucas curvas até chegar a Lido di Jesolo, onde começa o trecho final ao longo da costa.

A 18ª etapa será curta, mas intensa, nas montanhas

Na quinta-feira (25 de maio), a 18ª etapa vai de Oderzo a Val di Zoldo, em um percurso de 161 km com muitas montanhas no caminho. As subidas começam no Passo Crosetta (11 km a 7%). Após um trecho desafiador entre descidas e subidas com inúmeras curvas que levam ao vale do Piave, o pelotão ainda passa pelo Forcella Cibiana (9,6 km a 8%) e depois entra no Val di Zoldo para a subida final.

Nos últimos 15 km em Val di Zoldo há dois GPMs. No trecho final, após uma curta descida entra-se nos últimos 3 km a cerca de 6% que, com uma sequência de 8 curvas fechadas, conduzem à reta de chegada.

A 19ª etapa é a clássica etapa montanhosa nas Dolomitas

A 19ª etapa, na sexta-feira (26 de maio), tem 183 km entre Longarone e Tre Cime di Lavaredo. A etapa nas Dolomitas tem cinco subidas consecutivas: após a partida e a subida do vale de Cordevole (passando por Belluno, Agordo e Alleghe), o pelotão passa por Campolongo, Valparola, Giau e Tre Croci antes da subida final ao refúgio Auronzo. A subida final tem desníveis de até 18%.

Cronoescalada no penútlimo dia do Giro 2023

A 20ª e penúltima etapa do Giro 2023, no sábado (27 de maio ), será mais uma disputa de contrarrelógio, desta vez com 18,6 km entre Tarvisio e o Monte Lussari. Será uma crono muito exigente, com a primeira parte de 11 km plana ou ligeiramente ascendente (cerca de 6 km na ciclovia Alpe Adria) seguida de 7,5 km em uma subida muito íngreme até o Santuário do Monte Lussari. Após 9,4 km há um ponto para troca de bicicletas (opcional).

A subida final serpenteia por curvas fechadas na floresta em uma estrada estreita com superfície de concreto. Os primeiros 5 km têm uma inclinação média de cerca de 15% com picos superiores a 20%. No final da mata existe uma pequena subida a 4% até encontrar uma rampa a 20% com picos a 22% no último quilómetro.

Percurso da etapa final em Roma

O Giro 2023 termina no domingo (28 de maio), em Roma, com uma etapa de 135 km. O percurso vai até a costa, em Ostia, e tem conta com um circuito final (6 voltas) dentro da capital italiana.

CONFIRA NOSSA COBERTURA DAS ETAPAS
Etapa 1 – sábado – 6 de maio – Fossacesia Marina – Ortona 19,6 km (Contrarrelógio)
Etapa 2 – domingo – 7 de maio – Teramo – San Salvo 201 km
Etapa 3 – segunda-feira – 8 de maio – Vasto – Melfi 216 km
Etapa 4 – terça-feira – 9 de maio – Venosa – Lago Laceno 175 km
Etapa 5 – quarta-feira – 10 de maio – Atripalda – Salerno 171 km
Etapa 6 – quinta-feira – 11 de maio – Nápoles – Nápoles 162 km
Etapa 7 – sexta-feira – 12 de maio – Capua – Gran Sasso d’Italia (Campo Imperatore) 218 km
Etapa 8 – sábado – 13 de maio – Terni – Fossombrone 207 km
Etapa 9 – domingo – 14 de maio – Savignano sul Rubicone – Cesena 35 km (Contrarrelógio)

Descanso – Segunda-feira – 15 de maio

Etapa 10 – terça-feira – 16 de maio – Scandiano – Viareggio 196 km
Etapa 11 – quarta-feira – 17 de maio – Camaiore – Tortona 219 km
Etapa 12 – quinta-feira – 18 de maio – Bra – Rivoli 179 km
Etapa 13 – sexta-feira – 19 de maio – Borgofranco d’Ivrea – Crans Montana
Etapa 14 – sábado – 20 de maio – Sierre – Cassano Magnago 193 km
Etapa 15 – domingo – 21 de maio – Seregno – Bergamo 195 km

Descanso – Segunda-feira – 22 de maio

Etapa 16 – terça-feira – 23 de maio – Sabbio Chiese – Monte Bondone 203 km
Etapa 17 – quarta-feira – 24 de maio – Pergine Valsugana – Caorle 195 km
Etapa 18 – quinta-feira – 25 de maio – Oderzo – Val di Zoldo 161 km
Etapa 19 – sexta-feira – 26 de maio – Longarone – Tre Cime di Lavaredo 183 km
Etapa 20 – sábado – 27 de maio – Tarvisio – Monte Lussari 18,6 km (Contrarrelógio)
Etapa 21 – domingo – 28 de maio – Roma – Roma 135 km

LEIA MAIS
Giro d’Itália no Bikemagazine