Copa Chaoyang em Ouro Branco: confira como foi a disputa

HomeCompetiçõesMountain bike

Copa Chaoyang em Ouro Branco: confira como foi a disputa

Segunda etapa do evento teve disputas de short track, cross country e marathon; confira os vencedores

Luiz Miguel Honório foi o campeão da maratona no domingo – Foto de Nathan Burns

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

A segunda etapa da Internacional Estrada Real Chaoyang agitou a cidade de Ouro Branco, em Minas Gerais. As disputas começaram na sexta-feira (19 de maio), com as provas de short track (XCC) e os destaques foram de Henrique Avancini e Karen Olímpio, os grandes vencedores da categoria Elite, que reúne os atletas profissionais.

Entre as mulheres, Karen Olímpio, da Audax, ganhou com boa vantagem: 22m55s, contra 23m16s de Hercília Najara, da TSW, e 23m33s de Isabella Lacerda, da Scott. Karen e Lacerda se alternaram na ponta da prova por um bom tempo.

“Muito especial estar aqui de volta. No ano passado, não pude participar, me recuperando de um acidente. E consegui vencer, foi ainda mais especial. Foi uma prova de muita intensidade. Eu dediquei toda a minha vida para isso aqui”, comentou Karen, que também ganhou a prova de Itabirito, na primeira fase, em março.

No masculino, Avancini, da Caloi, liderou de ponta a ponta, embora a vantagem tenha sido menor. Ele foi seguido de perto por Ulan Galinski e Guilherme Muller, da Caloi e da Audax, respectivamente. Eles finalizaram a prova com 24m24s, mas Galinski ganhou no “photochart”.

“Estou muito contente com a vitória. Venho em boa forma, mas os resultados não correspondiam. Talvez esse foi o short track que consegui ir melhor neste ano. Consegui fazer uma prova muito consistente”, comentou Avancini, que não competiu em Itabirito.

A sexta-feira contou também com provas de XCC em outras 30 categorias, sendo 9 no feminino e 21 no masculino.

CROSS COUNTRY

O segundo dia de competições foi destinado às provas de XCO, o cross country olímpico. Na categoria Elite (profissional), os vencedores foram José Gabriel e Karen Olímpio. A organização é da Avelar Sports. A etapa vai até este domingo (21), sempre com largada na Praça dos Eventos.

No masculino, os atletas tiveram que dar 9 voltas, cada uma com cerca de 4 km. José Gabriel, atleta da Oggi, completou a prova em 1h24m45, seguido de perto por Henrique Avancini e Ulan Galinski, ambos da Caloi. Eles fecharam em 1h25m26 e 1hh27s04, respectivamente.

“Estou muito feliz. Eu nem iria correr aqui, mas decidi de última hora, pois estava na Europa. O objetivo era treinar, botar um ritmo forte. E consegui botar isso, do início ao fim.”, revelou José Gabriel, que não competiu na sexta e, no final da prova, exibiu uma faixa pedindo respeito aos ciclistas na rua.

Entre as mulheres, o o trajeto foi o mesmo, mas com sete voltas. Karen Olimpio, que havia vencido a prova do XCC na última sexta-feira, fez dobradinha graças ao tempo de 1h18m50. A atleta da Audax foi seguida por Isabella Lacerda, da Scott, e Hercília Najara, da TSW. Elas completaram o pódio com 1h20m34s e 1h24m13s.

“É muito especial poder estar aqui e viver este momento. É uma emoção muito grande. Vivi um milagre e Graças a Deus estou aqui hoje. Venci ontem (sexta-feira) e isso me deu ainda mais confiança. Entrei muito focada e depois consegui me desgarrar da Isabella, em um ritmo que eu gosto de andar. Minha família veio me prestigiar e a torcida estava muito empolgada. A pista está muito legal e agora é me recuperar para amanhã, para a maratona”, comentou Karen Olimpio, fazendo uma referência a uma grave lesão que sofreu em 2022, na região do abdômen.

Pódio feminino – Foto de Alemão Silva

Além da Elite, o sábado teve outras 29 corridas de XCO, sempre com o mesmo trajeto, mas com o número variável de voltas. Foram 22 provas no masculino e 7 no feminino. Os destaques ficam por conta da Categoria Júnior, que tiveram Gabriella Ferolla e Guilherme Freitas Galvão. Ela fez 4 voltas em 48m53s, enquanto o jovem concluiu seis voltas em 1h02m05.

MARATONA
No terceiro e último dia foi a vez da prova de maratona, em que os ciclistas pedalaram 58km. em uma altimetria que variou de 990 metros a 1.385 metros. Karen Olímpio, atleta da Audax, completou em 3h01m58s. Ela foi seguida por Ana Laura Moraes, da Houston, e Luiza Euzebio, da Sunn, que fecharam em 3h22m18 e 3h27m10s.

Desta forma, Karen encerra a etapa de Ouro Branco com 100% de aproveitamento, afinal, ela ganhou as provas de XCC e XCO, na última sexta e no último sábado (19 e 20, respectivamente).

“Entrei mais focada no XCC e no XCO, pois valem pontos para as Olimpíadas. Hoje, ainda estou na briga pela vaga nas duas. Vim focada em ganhar as duas e acabei ganhando. Mas eu e minha equipe decidimos correr a maratona (XCM) também. E, eu como campeã pan-americana de XCM, aproveitei a oportunidade. Acordei com a perna bem cansada. Foi bem sofrido, mas tive que lutar bem contra a minha mente”, comemorou Karen, que completou 27 anos neste domingo.

Já no masculino, Luiz Miguel Honório, da Colli, levou com 2h23m42s, contra 2h24m41s de Guilherme Muller, da Audax, e 2h27m19s de Ignacio Gallo (sem equipe.

Assim, houve mais equilíbrio entre os homens, pois Henrique Avancini ganhou no XCC na sexta-feira e José Gabriel levou a melhor no sábado, na disputa do XCO.

“Estou muito feliz. No ano passado, vim para andar forte, mas não consegui entregar o que eu queria. Neste ano, para ser bem sincero, eu vim para vencer. Não corri XCO e XCC porque estava focado em ganhar a XCM. Todos sabem que sou um atleta de maratona. A pista estava estava insana, com muita serra”, revelou Luiz Miguel.

Além das provas da categoria Elite, houve outras 39 corridas, sendo 19 no completo (58 km) e 20 no reduzido (44 km). O domingo foi contemplado ainda com as corridas kids, para crianças de 2 a 11 anos. Ao todo, foram 1.800 ciclistas, sendo mil só no último dia.

A etapa de Ouro Branco foi a segunda da Internacional Estrada Real Chaoyang. A primeira ocorreu em março, em Itabirito (MG). A terceira será na cidade de Arcos, de 28 a 30 de julho, em Arcos, também no interior mineiro.