Giro d’Italia: Pedersen vence 6ª etapa; Leknessund lidera

HomeCompetiçõesDestaque

Giro d’Italia: Pedersen vence 6ª etapa; Leknessund lidera

Pelotão alcançou os escapados Simon Clarke e Alessandro De Marchi no último quilômetro; confira os melhores momentos

Pedersen vence a 6ª etapa em Nápoles

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/LaPresse

Mads Pedersen (Trek-Segafredo) finalmente conquistou uma vitória no Giro d’Italia. O dinamarquês faturou o sprint da 6ª etapa, nesta quinta-feira (11 de maio), em Nápoles, depois que o pelotão perseguidor alcançou os escapados Simon Clarke (Israel-Premier Tech) e Alessandro De Marchi (Jayco-AlUla) no último quilômetro.

Pedersen teve força e velocidade para perseguir Fernando Gaviria (Movistar), que começou o sprint cedo, e foi mas rápido que Jonathan Milan (Bahrain Victorious), que terminou na segunda colocação, para comemorar com os braços no ar. Pascal Ackerman (UAE Team Emirates) foi o terceiro, com Kaden Groves (Alpecin-Deceuninck) em quarto. Gaviria cruzou em quinto.

“Estou muito feliz. Gaviria começou cedo, felizmente consegui ultrapassá-lo e vencer”, comemorou Pedersen, que agora tem vitórias em etapas nos três Grand Tours.

A bela Costa Amalfitana no percurso do Giro

Andreas Leknessund segura a maglia rosa mais um dia

O norueguês Andreas Leknessund (Team DSM) terminou em segurança no pelotão e manteve a maglia rosa antes da primeira etapa de chegada em montanha, nesta sexta-feira, até o Gran Sasso d’Italia. Remco Evenepoel (Soudal-QuickStep), que teve um dia tranquilo no pelotão após as quedas na etapa 5 e as lesões, manteve a segunda colocação na geral, a 28 segundos. Aurélien Paret-Peintre (AG2R Citroën Team) segue em terceiro, a 30 segundos.

Não houve mudanças nas classificações das camisas, com Leknessund com a maglia rosa e a maglia bianca (melhor jovem), Thibaut Pinot com a maglia azzurra (classificação de montanha) e Milan com a maglia ciclamino (classificação por pontos).

MELHORES MOMENTOS

TOP 10 DA ETAPA
1 PEDERSEN Mads Trek – Segafredo 3:44:45
2 MILAN Jonathan Bahrain – Victorious m.t.
3 ACKERMANN Pascal UAE Team Emirates m.t.
4 GROVES Kaden Alpecin-Deceuninck m.t.
5 GAVIRIA Fernando Movistar Team m.t.
6 MATTHEWS Michael Team Jayco AlUla m.t.
7 ALBANESE Vincenzo Eolo-Kometa m.t.
8 MAYRHOFER Marius Team DSM m.t.
9 ROTA Lorenzo Intermarché – Circus – Wanty m.t.
10 VELASCO Simone Astana Qazaqstan Team m.t.

TOP 10 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 LEKNESSUND Andreas Team DSM 22:50:48
2 EVENEPOEL Remco Soudal – Quick Step 0:28
3 PARET-PEINTRE Aurélien AG2R Citroën Team 0:30
4 ALMEIDA João UAE Team Emirates 1:00
5 ROGLIC Primoz Jumbo-Visma 1:12
6 THOMAS Geraint Ineos Grenadiers 1:26
7 VLASOV Aleksandr Bora Hansgrohe m.t.
8 SKUJINŠ Toms Trek – Segafredo 1:29
9 GEOGHEGAN HART Tao INEOS Grenadiers 1:30
10 ALBANESE Vincenzo EOLO-Kometa 1:39

Classificação completa aqui

AS CAMISAS
Maglia rosa – líder da classificação geral – Andreas Leknessund (Team DSM)
Maglia ciclamino – líder da classificação por pontos – Jonathan Milan (Bahrain – Victorious)
Maglia azzurra – líder da classificação de montanha – Thibaut Pinot (Groupama-FDJ)
Maglia bianca – líder da classificação de melhor jovem – Andreas Leknessund (Team DSM)

 

Etapa de montanha com chegada acima dos 2.000 metros de altitude

Próxima etapa
Nesta sexta-feira, a 7ª etapa será mais um dia longo, com 218 km entre Capua e o Gran Sasso d’Italia (Campo Imperatore), nos altos dos Apeninos. A enorme dificuldade do dia é a subida em duas partes do Gran Sasso d’Italia, com a estrada em subida por quase 45 km. A subida de categoria 2 de Calascio leva diretamente ao topo, de categoria 1, a 2.130 metros de altitude.

Esta é a primeira etapa do Giro 2023 com chegada acima de 2.000 metros. A previsão diz que o pelotão deve ficar livre da chuva e da neve, mas parte do caminho até o alto tem paredões de neve.

AS ETAPAS
Etapa 1 – sábado – 6 de maio – Fossacesia Marina – Ortona 19,6 km (Contrarrelógio)
Etapa 2 – domingo – 7 de maio – Teramo – San Salvo 201 km
Etapa 3 – segunda-feira – 8 de maio – Vasto – Melfi 216 km
Etapa 4 – terça-feira – 9 de maio – Venosa – Lago Laceno 175 km
Etapa 5 – quarta-feira – 10 de maio – Atripalda – Salerno 171 km
Etapa 6 – quinta-feira – 11 de maio – Nápoles – Nápoles 162 km
Etapa 7 – sexta-feira – 12 de maio – Capua – Gran Sasso d’Italia (Campo Imperatore) 218 km
Etapa 8 – sábado – 13 de maio – Terni – Fossombrone 207 km
Etapa 9 – domingo – 14 de maio – Savignano sul Rubicone – Cesena 35 km (Contrarrelógio)

Descanso – Segunda-feira – 15 de maio

Etapa 10 – terça-feira – 16 de maio – Scandiano – Viareggio 196 km
Etapa 11 – quarta-feira – 17 de maio – Camaiore – Tortona 219 km
Etapa 12 – quinta-feira – 18 de maio – Bra – Rivoli 179 km
Etapa 13 – sexta-feira – 19 de maio – Borgofranco d’Ivrea – Crans Montana 207 km
Etapa 14 – sábado – 20 de maio – Sierre – Cassano Magnago 193 km
Etapa 15 – domingo – 21 de maio – Seregno – Bergamo 195 km

Descanso – Segunda-feira – 22 de maio

Etapa 16 – terça-feira – 23 de maio – Sabbio Chiese – Monte Bondone 203 km
Etapa 17 – quarta-feira – 24 de maio – Pergine Valsugana – Caorle 195 km
Etapa 18 – quinta-feira – 25 de maio – Oderzo – Val di Zoldo 161 km
Etapa 19 – sexta-feira – 26 de maio – Longarone – Tre Cime di Lavaredo 183 km
Etapa 20 – sábado – 27 de maio – Tarvisio – Monte Lussari 18,6 km (Contrarrelógio)
Etapa 21 – domingo – 28 de maio – Roma – Roma 135 km

LEIA MAIS
Giro d’Itália no Bikemagazine