Criterium du Dauphine: Mikkel Bjerg vence crono e é o novo líder

HomeCiclismo

Criterium du Dauphine: Mikkel Bjerg vence crono e é o novo líder

Tricampeão mundial de contrarrelógio na categoria Sub 23, dinamarquês superou o compatriota Jonas Vingegaard

O dinamarquês Mikkel Bjerg na etapa 4

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/ASO

O dinamarquês Mikkel Bjerg (UAE Team Emirates), de 24 anos, conquistou sua primeira vitória profissional ao conquistar o contrarrelógio da 4ª etapa da corrida Criterium du Dauphine, nesta quarta-feira (7 de junho) e faturou a camisa amarela de liderança geral e a camisa branca da classificação de melhor jovem.

Seu compatriota Jonas Vingegaard (Jumbo-Visma), campeão do Tour de France do ano passado, ficou em 2º lugar, a 12 segundos. O francês Rémi Cavagna (Soudal Quick-Step) foi o 3º, a 27 segundos.

Bjerg, tricampeão mundial Sub 23 de contrarrelógio, marcou o tempo de 37’28” no trajeto de 31,1km entre Cours e Belmont-de-la-Loire. O então líder, Christophe Laporte (Jumbo-Visma), terminou a 1min50s e perdeu a camisa amarela para Bjerg, que lidera a classificação geral com 12 segundos de vantagem sobre Vingegaard. Fred Wright (Bahrain Victorious) é o 3º, a 34 segundos.

Bjerg conquista a camisa amarela

“Eu trabalhei tanto para esta primeira vitória profissional. Estou tão aliviado que finalmente consegui. Eu sinto que tive tantas chances de fazer isso e simplesmente não correspondi às minhas próprias expectativas. Esta manhã eu duvidei de mim mesmo, disse que o percurso era muito difícil, mas meu gerente me mandou uma mensagem dizendo ‘vá em frente, você não tem nada a perder’. Estou muito feliz”, comemorou o vencedor.

MELHORES MOMENTOS

TOP 10 DA ETAPA
1 BJERG Mikkel UAE Team Emirates 0:37:28 49,804 km/h
2 VINGEGAARD ​​​​Jonas Jumbo-Visma 0:12
3 CAVAGNA Rémi Soudal – Quick Step 0:27
4 WRIGHT Fred Bahrain – Victorious 0:34
5 O’CONNOR Ben AG2R Citroën Team 0:41
6 GROßSCHARTNER Felix UAE Team Emirates 0:44
7 HERREGODTS Rune Intermarché – Circus – Wanty 0:54
8 YATES Adam UAE Team Emirates 0:57
9 OLIVEIRA Nelson Movistar Team 1:02
10 CASTROVIEJO Jonathan Ineos Grenadiers 1: 05

TOP 10 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 BJERG Mikkel UAE Team Emirates 12:59:19
2 VINGEGAARD ​​​​Jonas Jumbo-Visma 0:12
3 WRIGHT Fred Bahrain – Victorious 0:34
4 O’CONNOR Ben AG2R Citroën Team 0:41
5 GROßSCHARTNER Felix UAE Team Emirates 0 :44
6 HERREGODTS Rune Intermarché – Circus – Wanty 0:50
7 YATES Adam UAE Team Emirates 0:57
8 ALAPHILIPPE Julian Soudal – Quick Step 1:00
9 MARTÍNEZ Daniel Felipe Ineos Grenadiers 1:07
10 HINDLEY Jai Bora – Hansgrohe 1:08

AS CAMISAS
Camisa amarela – 
líder classificação geralMikkel Bjerg (UAE Team Emirates)
Camisa verde – 
líder classificação por pontos – Christophe Laporte (Jumbo-Visma)
Camisa de bolinhas – 
líder classificação de montanha – Donavan Grondin (Arkéa Samsic)
Camisa branca – 
líder classificação melhor jovemMikkel Bjerg (UAE Team Emirates)

Próximas etapas
Os desafios nas montanhas se intensificam a partir da 5ª etapa, nesta quinta-feira, que tem muita escalada nos 40 quilômetros finais, com duas subidas de categoria 3, a Côte de Château-Chalon (4,4 km a 4,5%) no km 97,7 e a Côte d’Ivory (2,3 km a 5,9%) no km 154,6 e o Côte de Thésy (3,6 km a 8,8%) a 15 km do fim.

A 6ª etapa terá a primeira chegada ao alto, com uma subida de categoria 2 e duas de categoria 3 nos últimos 20 km. O Côte de Droisy (5,4 km a 7%) vem 100 km antes do Col des Aravis (7,8 km a 5,7%), então a luta para entrar na fuga acontecerá antes ou no Droisy. O Côte de Notre-Dame-de-Bellecombe (3,2 km a 6,1%) vem diretamente antes da subida final até a chegada, no Côte de Crest-Voland (2,3 km a 6,6%).

O final de semana reserva ainda mais desafios nas montanhas. A penúltima etapa tem mais de 4.000 metros de subida no percurso de 148km entre Porte-de-Savoie e o Col de la Croix de Fer, a 2.067m de altitude. Será a etapa rainha, com pasagem pelo Col de la Madeleine (25,1 km a 6,2%) no Km 75,5. Depois de uma longa descida, o pelotão ainda encara o Col du Mollard (18,5 km a 5,8%) no Km 127,9. De lá, são menos de 20 km até o cume do Col de la Croix de Fer, com poucas descidas para recuperação. A subida final é de 13,1 km e média de 6,2%.

O Col de la Croix de Fer já esteve em 21 edições do Tour de France e outras cinco vezes na Criterium du Dauphine, mas esta é a primeira vez que a subida é usada como finalização de etapa.

A 7ª etapa terá chegada ao Col de la Croix de Fer, a 2.067m

Altimetria da etapa final, com chegada em La Bastille, em Grenoble

Ao contrário do Tour de France, a etapa final do Critérium du Dauphiné não é festa. Nesta temporada, o encerramento tem seis subidas categorizadas, incluindo uma subida final para a Bastilha de Grenoble. As subidas aparecem ao longo da etapa, com duas escaladas de categoria 2, o Côte de Pinet (6,3km a 6,1%) e Col des Mouilles (3,9km a 7%) nos primeiros 50km, e quatro subidas nos últimos 50km.

A subida fora de categoria Col du Granier (9,6 km a 8,6%), o Col du Cucheron (7,7 km a 6,2%) e Col de Porte (7,4 km a 6,8%) ainda estão no caminho do pelotão antes da chegada em Grenoble, no alto da fortaleza com vista para a cidade, com rampa final de 1,8 km com média de 14,2%.

No Brasil os direitos de transmissão são da ESPN.

AS ETAPAS
Etapa 1 – 4 de junho – Chambon-sur-Lac – Chambon-sur-Lac 158km
Etapa 2 – 5 de junho – Brassac-les-Mines – La Chaise-Dieu 167,5km
Etapa 3 – 6 de junho – Monistrol-sur-Loire – Le Coteau 194,5km
Etapa 4 – 7 de junho – Cours – Belmont-de-la-Loire (ITT) 31,1km
Etapa 5 – 8 de junho – Cormoranche-sur-Saône – Salins-les-Bains 191,5km
Etapa 6 – 9 de junho – Nantua – Crest-Voland 170,5km
Etapa 7 – 10 de junho – Porte-de-Savoie – Col de la Croix de Fer – 148km
Etapa 8 – 11 de junho – Le-Pont-de-Claix – La Bastille 152,8km

LEIA MAIS
Criterium du Dauphine no Bikemagazine