L’Étape du Tour 2023 terá 16 mil ciclistas, incluindo 104 brasileiros

HomeCompetiçõesDestaque

L’Étape du Tour 2023 terá 16 mil ciclistas, incluindo 104 brasileiros

Percurso conta com 4.200 metros de altimetria acumulada, com passagem por cinco subidas, sendo três de categoria 1, além da hors concours Col de Joux Plane

Disputa do L’Étape em 2022

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/ASO

A 31ª edição do L’Étape du Tour de France terá a participação de 16 mil ciclistas, entre eles 104 brasileiros que vão pedalar no dia 9 de julho o mesmo percurso da 14ª etapa do Tour de France.

O L’Étape du Tour de France é uma iniciativa do Tour de France que, desde o ano de 2004, organiza uma competição para amadores no mesmo percurso de uma etapa desafiadora do Tour de France.

Este ano o percurso tem um total de 157km, com 4.200 metros de altimetria acumulada, com passagem por cinco subidas, sendo três de categoria 1, além da hors concours Col de Joux Plane.

A prova na França é realizada em estradas totalmente fechadas ao trânsito, com carro de apoio neutro para eventualidades mecânicas, pontos de hidratação e abastecimento, além de todo o glamour de pedalar no mesmo cenário e com os mesmos desafios que serão enfrentados pelos profissionais do pelotão Pro Tour. O sucesso do evento foi tão grande que o evento ganhou franquias em 21 países, inclusive no Brasil.

As inscrições para  a corrida deste ano já estão encerradas. O valor da inscrição começa a partir de 139 euros (equivalente a R$ 730 ao câmbio do dia 12 de junho) e vai aumentando à medida que se adicionam brindes ou serviços à inscrição, como camisa de ciclismo oficial, caramanhola, medalha personalizada, vídeos, fotos etc.

VÍDEO

A concentração de largada do L’Étape du Tour de France será em Annesse, cidade que recebe o Tour pela segunda vez desde 2004. A chegada será em Morzine, que já recebeu o Tour de France 16 vezes desde 1976.

O TRAJETO
O pelotão profissional vai disputar a 14ª etapa do Tour de France neste mesmo percurso no dia 15 de julho. Como em todo L’Étape du Tour, o trajeto é duro. Logo após a largada em Annemasse o pelotão já começa a subir em direção ao Col de Saxel a 4% de inclinação. Depois deste “aperitivo”, o pelotão vai encarar um sucessão de três subidas de categoria 1: Col de Cou (7km a 7,7%), Col de Feu (5,9km a 7,9%) e também o duríssimo Col de la Ramaz (13,9km a 7,1%), localizado no KM 106 da prova e que leva os ciclistas a 1.619 metros sobre o nível do mar.

Uma longa e técnica descida leva os competidores até o vale a caminho de Samoëns, aos pés do Col de Joux Plane.

O Col de Joux Plane – no KM 130 da prova – é uma das subidas de categoria hors icônicas do Tour de France. A escalada já recebeu 13 vezes o pelotão do Tour de France desde 1978. São 11,6km de subida a uma média de 8.5% de inclinação que chega aos 1.691 metros sobre o nível do mar.

A organização prevê que alguns ciclistas cheguem ao topo do Joux Plane depois de seis ou sete horas de prova.

A chegada será em Morzine, depois de uma longa descida de 12km até a chegada.

Mais informações no site oficial www.letapedutourdefrance.com/en

Confira o percurso no Strava