CIMTB: José Gabriel e Karen Olímpio vencem em Nova Lima

HomeCompetiçõesMountain bike

CIMTB: José Gabriel e Karen Olímpio vencem em Nova Lima

Terceiro e último dia da competição, no município da região metropolitana de Belo Horizonte, contou com 3 baterias de XCO e e outras três largadas de XCC

José Gabriel venceu as provas de XCC e de XCO em Nova Lima – Foto de Ultrafotos

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação Ultrafotos

Em mais um dia de arena lotada no Mirante Sul Lagoa dos Ingleses, a Copa Internacional de Mountain Bike pôs fim a mais um importante episódio de sua história, com a estreia da etapa de Nova Lima no seu circuito. No domingo (25 de junho), foram três baterias do Cross Country Olímpico (XCO) e mais três largadas do Short Track (XCC), modalidade que teve transmissão ao vivo no YouTube da CIMTB e coroou os atletas José Gabriel Marques e Karen Olimpio como campeões das duas principais categorias, Super Elite Masculina e Feminina.

A disputa da Super Elite Masculina foi emocionante do começo ao fim. Nas primeiras voltas, um grupo de mais de dez atletas esteve no pelotão dianteiro. Porém, com 10 minutos José Gabriel fez um primeiro ataque e quebrou o grupo pela metade. Mais 5 minutos, ele fez seu segundo ataque, que foi certeiro. Ninguém conseguiu acompanhá-lo e coube aos seus adversários brigarem pela segunda colocação do pódio.

Melhor para o baiano Ulan Galinski, que repetiu sua posição do XCO de sábado (24), ficando em segundo lugar. O top 5 teve ainda Ignacio Gallo (CHI), Nicolas Machado e Nicolas Delich (CHI).

“Sempre bom vencer, dá ânimo, soma pontos importantes nos rankings internacionais. Mas, vencer em casa dois dias seguidos, é algo incrível. Minha estratégia era de esperar a movimentação do pelotão, até os primeiros dez minutos Aí, fazer uma primeira aceleração e, mais para frente, o ataque certeiro. Com exatos 9 minutos e 40 segundos fiz um ataque, que já deu certo, mas alguns atletas conseguiram neutralizar. Depois, repeti o ataque que foi certeiro. Foi muito bem feito. Trouxe a vitória para casa, venci mais uma prova da CIMTB, com toda torcida e minha segunda família, a da minha esposa, além dos meus familiares assistindo. Realmente, foi muito gratificante”, comemorou Zé Gabriel.

Outra vez vice-campeão na etapa de Nova Lima, Ulan Galinski mais uma vez teve que fazer uma boa estratégia para garantir uma boa colocação, ficando apenas seis segundos atrás de Zé Gabriel. Ele estudou bastante os adversários, para só atacar nas voltas finais e ficar com o segundo lugar. “Foi muito sofrido. Foi duro, mas fiquei muito feliz. Sabia que tinha que fazer uma prova inteligente”, explicou Ulan.

“No começo, fiquei um pouco para atrás, mas mantive a calma. Uma corrida como Short Track pede isso. Esperei as primeiras voltas para me posicionar. Quando o Zé abriu, eu fui com o chileno Nacho (Ignacio). Descansei na descida final e nos 50 metros saí no sprint para ficar com a segunda colocação. Terça-feira eu viajo para Europa e assim me sinto mais confiante para buscar um bom resultado na Copa do Mundo da Itália”, complementou o ciclista.

Super Elite Feminina
Na prova feminina, a disputa ficou polarizada entre Karen Olimpio e Isabella Lacerda. Na volta final, Karen acelerou o ritmo para conseguir a vitória com uma certa folga, cerca de 14 segundos à frente de Isabella, conquistando seu segundo triunfo em cinco corridas (três em Araxá e duas em Nova Lima) disputadas até agora na temporada de 2023 da CIMTB. O pódio da categoria no XCC teve ainda Ana Laura Moraes, Catalina Vidaurre (CHI) e Ana Muñoz (COL).

“Uma vitória emocionante. A prova foi bem intensa. Como o XCC ficou depois do XCO, viemos para a pista com aquilo de energia que sobrou do sábado. Foi uma boa disputa com a Isabella, que veio forte. Sabia que seria um circuito intenso, mas que foi favorável para mim porque gosto de subida e tinha uma que era realmente longa, a da reta final. Tracei bem a estratégia, com o que sobrou de ontem. Foram pontos importantes conquistados para o ciclo olímpico de Paris 2024. Agora, recuperar e preparar para o que vem pela frente”, avaliou Karen.

Vice-campeã do dia, Isabella Lacerda também comemorou seu resultado. “Já sabia que a disputa seria intensa. A pista ficou dura e rápida, ou seja, não dava para se recuperar durante momento nenhum”, disse Isa.

“A Karen é forte nas duas modalidades, mas no XCC ela é bem explosiva. Fiz o melhor que pude, com o que sobrou do sábado. As pernas estavam doloridas, queria ganhar mas é assim mesmo. Luto muito para estar aqui disputando em alto rendimento. É gratificante ver que todo trabalho e abdicação de muitas coisas, com apoio do meu marido, o Daniel, e minha mãe, Maria Lúcia, dão resultados”, enalteceu a vice-campeã.

Demais resultados do dia
Na primeira bateria do XCC, a da Júnior Masculina, o atual campeão pan-americano deu o troco após a segunda colocação no XCO no dia anterior. Vinicius Howe venceu na casa de Henrique Bravo, o vencedor do XCO no sábado, em mais uma disputa emocionante entre os dois ciclistas. A vitória de Vini foi definida no sprint final, com pouco menos de 2 segundos entre eles.

A primeira bateria do dia no XCO teve sete largadas. Os campeões foram: Leonardo Filho (Sub-17), Gabriel Galvão (Sub-15), João Victor Alves (Ultra), Robson Rocha (Sub-55), Celso Figueira de Melo (Sub-60), Arley de Jesus (Sub-65), Dilermano de Fátima (Over-65), Pedro Henrique Ferri (Sub-12)

Na segunda bateria, mais cinco categorias conheceram os campeões de Nova Lima: Gustavo Vilela (Sub-30), José André de Sousa (Sub-35), Luiz Eduardo Ferreira (Sub-40), Cláudio Levi (Sub-45) e Hugo Prado Neto (Sub-50). A terceira e última bateria do XCO foi a das categorias femininas, com sete campeãs definidas: Gabriela Ferolla (Júnior), Florencia Monsalvez (Sub-17), Hani Rodrigues (Sub-15), Maria do Carmo de Oliveira (Sub-40), Márcia Helena de Paula (Sub-50), Ana Claudia Castello Branco (Over-50), Letícia Rodrigues (Sub-12).

Os resultados oficiais completos estão no link https://cimtb.com.br/a-copa/resultados/resultados-2023