Tour 2023: Hindley conquista vitória solo e a camisa amarela

HomeCompetições

Tour 2023: Hindley conquista vitória solo e a camisa amarela

Vingegaard deixa seu principal adversário Tadej Pogacar para trás e sobe para vice na classificação geral, a 47 segundos

O novo camisa amarela Jai Hindley

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/ASO

O australiano Jai Hindley (Bora Hansgrohe) venceu nesta quarta-feira (5 de julho) a 5ª etapa do Tour de France, a primeira nos Pirineus, e conquistou a camisa amarela de líder da classificação geral.

Hindley cruzou sozinho, com 32 segundos de vantagem, depois de, a 4 quilômetros do topo do Col de Marie Blanque, a subida final, responder a um ataque de Felix Gall (AG2R-Citroën), que terminou em 3º, atrás de Giulio Ciccone (Lidl-Trek).

O australiano, vencedor do Giro d’Italia de 2022, aumentou o ritmo, chegou ao topo sozinho e seguiu forte até a chegada em Laruns. “Não foi nada planejado. É realmente incrível. Os caras no rádio gritando e eu não conseguia ouvir mais nada. Eu queria ganhar a etapa e agora estou com a camisa amarela”, comemorou.

“É o meu primeiro Tour de France e é difícil vir aqui com ambições tão grandes. Eu queria ser competitivo, buscar uma vitória. Agradeço minha família, minha namorada, meus fãs, todos que me apoiaram durante toda a minha carreira, sou muito grato a todos”, completou Hindley.

Jai Hindley disputa seu primeiro Tour

Jonas Vingegaard sobe para vice na geral

Mais abaixo na montanha, a Jumbo-Visma já estava no comando no grupo do camisa amarela Adam Yates (UAE Emirates). Jonas Vingegaard conseguiu deixar Tadej Pogacar (UAE Team Emirates) para trás no Col de Marie Blanque e conquistou mais de 1 minuto de vantagem na classificação geral sobre seu principal rival, que caiu para o 6º lugar, a 1min40s.

Após a 5ª etapa, Vingegaard subiu para vice na classificação geral, 47 segundos atrás de Hindley, mas, o mais importante, mostrou que está em forma e tem equipe para buscar seu segundo Tour, depois da vitória no ano passado. “Não achamos que esssa etapa seria para mim, mas, sim, quando eles começaram a última subida, tive a sensação de que tinha boas pernas”, disse Vingegaard.

Vingegaard alcançou os escapados Gall, Emanuel Buchmann (Bora-Hansgrohe) e Giulio Ciccone (Lidl-Trek) nos quilômetros finais, chegando em 5º lugar na etapa, 34 segundos atrás do australiano, que afirmou ter ficado surpreendido com os seus ganhos. “Na verdade, sim”, disse. “Eu queria testar o Pogacar um pouco. E minhas pernas estavam boas, fiquei feliz em tirar um minuto, é um bom ganho de tempo para mim.”

MELHORES MOMENTOS

TOP 10 DA ETAPA
1 – Jai Hindley (AUS, Bora-Hansgrohe) 3hr 57’07”
2 – Giulio Ciccone (ITA, Lidl – Trek) +32″
3 – Felix Gall (AUT, AG2R Citroën Team) +32″
4 – Emanuel Buchmann (ALE, Bora-Hansgrohe) +32″
5 – Jonas Vingegaard (DIN, Jumbo-Visma) +34″
6 – Mattias Skjelmose (DIN, Lidl – Trek) +1:38″
7 – Daniel Felipe Martínez (COL, Ineos Grenadiers) m.t.
8 – Tadej Pogacar (SLO, UAE Team Emirates) m.t.
9 – David Gaudu (FRA, Groupama – FDJ) m.t.
10 – Carlos Rodríguez (ESP, Ineos Grenadiers) m.t.

TOP 10 DA CLASSIFICAÇÃO GERAL
1 – Jai Hindley (AUS, Bora-Hansgrohe) 22hr 15’12”
2 – Jonas Vingegaard (DIN, Jumbo-Visma) +47″
3 – Giulio Ciccone (ITA, Lidl – Trek) +1:03″
4 – Emanuel Buchmann (ALE, Bora-Hansgrohe) +1:11″
5 – Adam Yates (GBR, UAE Team Emirates) +1:34″
6 – Tadej Pogacar (SLO, UAE Team Emirates) +1:40″
7 – Simon Yates (Team Jayco AlUla) m.t.
8 – Mattias Skjelmose (DIN, Lidl – Trek) +1:56″
9 – Carlos Rodriguez Cano (ESP, Ineos Grenadiers) m.t.
10 – David Gaudu (Groupama – FDJ) m.t.

AS CAMISAS
Camisa amarela – líder da classificação geral – Jai Hindley (Bora-Hansgrohe)
Camisa verde – líder da classificação por pontos – Jasper Philipsen (Alpecin-Deceuninck)
Camisa de bolinhas – líder da classificação de montanha – Felix Gall (AG2R-Citroën)
Camisa branca – líder da classificação de melhor jovem – Tadej Pogacar (UAE Emirates)

Resultados completos aqui

Próxima etapa
Na 6ª etapa, nesta quinta-feira, 6 de julho, com 144,9km entre Tarbes e Cauterets-Cambasque, as subidas se intensificam, com passagem pelo Aspin e pelo Tourmalet antes da chegada ao alto em Plateau du Cambasque, com inclinação média de 5,4% ao longo de 16 quilômetros. Veja altimetria:

A 6ª etapa terá passagens pelo Aspin e pelo Tourmalet

AS ETAPAS
01/07 – Etapa 1: Bilbao – Bilbao – 182 km
02/07 – Etapa 2: Vitoria – San Sebastián – 209 km
03/07 – Etapa 3: Amorebieta – Bayonne – 185 km
04/07 – Etapa 4: Dax – Nogaro – 182 km
05/07 – Etapa 5: Pau – Laruns – 165 km
06/07 – Etapa 6: Tarbes – Cauterets – 145 km
07/07 – Etapa 7: Mont de Marsan – Bordeaux – 170 km
08/07 – Etapa 8: Libourne – Limoges – 201 km
09/10 – Etapa 9: Saint Léonard de Noblat – Puy de Dome – 184 km
10/07 – Descanso
11/07 – Etapa 10: Vulcania – Issoire – 167 km
12/07 – Etapa 11: Clermont Ferrand – Moulins – 180 km
13/07 – Etapa 12: Roanne – Belleville en Beaujolais – 169 km
14/07 – Etapa 13: Chatillon su Chalaronne – Grand Colombier – 138 km
15/07 – Etapa 14: Annemase – Morzine – 152 km
16/07 – Etapa 15: Les Gets – Saint Gervais Mont Blanc – 180 km
17/07 – Descanso
18/07 – Etapa 16: Passy – Combloux – 22 km (CRI)
19/07 – Etapa 17: Saint Gervais Mont Blanc – Courchevel – 166 km
20/07 – Etapa 18: Moutiers – Bourg en Bresse – 186 km
21/07 – Etapa 19: Moirans en Montagne – Poligny – 173 km
22/07 – Etapa 20: Belfort – Le Markstein Fellering – 133 km
23/07 – Etapa 21: Saint Quentin en Yvelines – Paris – 115 km

LEIA MAIS
Tour de France no Bikemagazine

Site oficial do evento