Paris 2024: conheça o circuito das provas de estrada e da crono individual

HomeCiclismo

Paris 2024: conheça o circuito das provas de estrada e da crono individual

Contrarrelógio individual abre a programação no dia 27 de julho e, pela primeira vez, homens e mulheres vão ter o mesmo percurso

Passagem dos ciclistas do Tour de France no Museu do Louvre

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

O comitê olímpico dos Jogos Paris-2024, de 26 de julho a 11 de agosto do próximo ano, já confirmou os percursos das disputas de ciclismo de estrada e contrarrelógio individual. Como é tradição, a prova de ciclismo de estrada serve como uma vitrine que mostra ao mundo as atrações turísticas e toda a beleza da cidade-sede dos Jogos Olímpicos.

Em Paris, pela primeira vez, as provas de ciclismo terão o mesmo número de homens e mulheres na disputa. Serão 90 homens e 90 mulheres na prova de estrada e 35 homens e 35 mulheres na prova de contrarrelógio individual.

Pela primeira na história dos Jogos Olímpicos 35 homens e 35 mulheres vão disputar a crono individual no mesmo percurso. O circuito tem 32,4km com 150 metros de ascensão, com largada da Esplanada des Invalides e chegada na Ponte Alexandre III, com passagem pelo Bois de Vincennes e pelo Palácio de Vincennes.

Percurso da prova de contrarrelógio individual

As provas de crono abrem a programação do ciclismo no dia 27 de julho (sábado). As mulheres largam a partir das 14h30 e os homens a partir das 16h30 (horário local), com largadas em intervalos regulares a cada 1min30s.

Ambas provas têm cobrança de ingresso para a área de chegada/largada que podem ser adquiridos no site tickets.paris2024.org

As demais áreas da prova têm acesso livre.

A prova de estrada masculina terá 273km com 2.800 de ascensão

As provas de estrada serão no dia 3 de agosto (masculino) e 4 de agosto (feminino). Com largada e chegada na praça Trocadéro, a prova de estrada da elite masculina terá percurso de 273km, com 2.800 metros de ascensão acumulada. A prova das mulheres terá 153km e 1.700 metros de ascensão.

O percurso urbano será um dos mais lindos de todas as edições olímpicas com passagem pelos pontos turísticos da capital francesa como a avenida Champs-Elysées, Vale Chevreuse, Floresta Vincennes, Palácio de Versailles, Velódromo Nacional, Museu do Louvre, Torre Eiffel, Garnier Opera House, Palácio da Bastilha, Monmartre, Basílica Sacré Coeur e tantos outros monumentos famosos.

O percurso é bastante exigente, com várias subidas de inclinações que de até 6,5%. A prova dos homens vai escalar três vezes a Butte Monmatre, com 1km a 6% e piso de paralelepípedo.

A prova de estrada das mulheres terá um total de 158km com 1.700 metros de altimetria acumulada

Detalhes do percurso
De Trocadéro, o pelotão segue neutralizado por 5km até a Torre Eiffel e segue pela margem do Rio Sena até Les Invalides e o Quartier Latin, onde começa a corrida pra valer na Rua Gay-Lussac.

O percurso prossegue pelo departamento de Hauts-de-Seine pelo Côte des Gardes (1,9km a 6%) em Meudon. Mais adiante passa pelo Palácio de Versailles e pelo Palácio Saint-Germain-en-Laye, onde o pelotão faz um circuito e supera a subida de Saint-Germain-en-Laye (1km a 5,5%) e Mesnuls (1,1km a 6,1%).

Depois das subidas é a vez do grupo aproveitar os vias exclusivas para ciclistas do Vale Chevreuse, na Ile-de-France.

Os desafios de relevo serão o Côte de Port-Royal (1km a 5%), Côte de Saint-Rémy-lès-Chevreuse (1.3km a 6.3%) e Côte de Châteaufort (900m a 5.7%), com um memorial em homenagem a Jacques Anquetil.

O pelotão masculino enfrenta uma sucessão de curtas subidas como Côte de Senlisse (1.3km a 5.3%), Côte d’Herbouvilliers (850m at 5.7%) e o Côte de Bièvres (1.2km a 6.5%). A prova das mulheres por sua vez sobe somente o Côte de Cernay-la-Ville (1.1km a 3.9%). Segundo a organização, estes setores são ideais para o público ver a prova de perto.

Mas, sem dúvida, o circuito final de 18,4km com a subida do Butte Monmartre – com 1km a 6% de inclinação média até a Basílica Sacré Coeur – é que vai fazer a diferença no final da corrida e apontar os “sobreviventes” que terão pela frente os 9,5km finais até a meta de chegada na Ponte d’Iéna, em frente ao Trocadéro.

O pódio que vai consagrar os novos medalhistas olímpicos terá como fundo a Torre Eiffel.

LEIA MAIS
Paris-2024 no Bikemagazine

Site oficial 

Giro d-italia