CIMTB: colombianos dominam XCO; Isabella Lacerda fatura

HomeCompetiçõesMountain bike

CIMTB: colombianos dominam XCO; Isabella Lacerda fatura

Hilvar Calderón foi o vencedor, com Fabio Castañeda e Jhonnatan Botero em 2º e 3º na etapa da Copa Internacional em Taubaté (SP)

O vencedor do XCO Hilvar Calderon Foto: Ultrafotos

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

As disputas da Super Elite Masculina e Feminina no Cross Country Olímpico (XCO) foram a principal atração da Copa Internacional de Mountain Bike na manhã deste sábado (26), em Taubaté (SP). Após dias de muito calor na cidade do Vale do Paraíba, o tempo virou, com frio e chuva no Parque Municipal do Itaim. Entre os homens, um Top 3 composto apenas por colombianos: em primeiro lugar, Hilvar Calderón, seguido de Fabio Castañeda e Jhonnatan Botero.

Já entre as mulheres Isabella Lacerda garantiu seu primeiro triunfo no ano. Karen Olimpio e Gloria Melo (COL) ficaram com a segunda e terceira colocações, respectivamente.

Os três primeiros colocados, Hilvar, Fabio e Jhonnatan, dominaram grande parte da prova no circuito do XCO do Parque do Itaim. Um dos únicos ciclistas de fora do trio a incomodá-los foi o mineiro Sherman Trezza, que chegou a estar na frente no começo da corrida e completou a prova na sexta colocação. O Top 5 teve ainda Cainã Oliveira e Ignacio Gallo (CHI). O pódio da Super Elite Masculina foi completado por Edson Rezende, Nicolas Machado, Guilherme Muller e Mario Couto.

“Muito feliz pela vitória, principalmente por ser fora do meu país. O circuito era muito exigente, com subidas curtas. A parte final da pista era realmente dura. As duas últimas voltas foram eternas para mim, realmente longas, porque começou a chover. E aí, as forças que eu tinha começaram a diminuir e foi com o coração mesmo. O que eu fiz foi pensar positivo o tempo todo, mentalizando que era possível conseguir a vitória. Cheguei cansadíssimo, quase sem energia, mas muito contente por ser o campeão”, explicou Hilvar Calderón, que competiu pela segunda vez no Brasil. Antes, ele tinha competido na CIMTB em Ouro Preto, no ano de 2018.

Mais experiente em provas no Brasil, vindo competir por aqui há quase dez anos, o vice-campeão Fabio Castañeda fez um curto relato sobre a disputa. “Contente por representar o meu país e minha equipe aqui na CIMTB. A chuva só caiu no final da corrida, mas eu já estava com um pneu intermediário prevendo isso. Pouco a pouco a prova foi ficando complicada e cheguei a última volta praticamente sem o freio traseiro. Consegui terminar e atingir o objetivo, de trazer pontos importantes para a Colômbia. Neste domingo (28) temos outra corrida, que também é importante para mim. Felicito o Mago Hilvar pela vitória. Corremos pelo mesmo estado na Colômbia”, comentou Castañeda.

Isabella Lacerda na vitória em Taubaté

Entre as mulheres, Isabella Lacerda impôs um ritmo forte e constante para conquistar sua primeira vitória na temporada de 2023, dominando a corrida do início ao fim. Mesmo que não tivesse vencido nenhuma das cinco provas anteriores da CIMTB, três de XCO e duas de Short Track (XCC), Isabella já detinha a camiseta de líder da competição por ser a mais regular do circuito, sempre estando no Top 3 de todas as corridas que havia disputado.

“Treinei demais para conquistar essa vitória. Eu venho numa crescente grande e sempre falei que cada atleta luta com as armas que tem. O que eu tive nas outras corridas era aquilo mesmo, sempre dei meu melhor. Para cá, eu vi com um objetivo só, de conquistar a vitória. Só o meu marido, que é o meu treinador, sabe o quanto eu treinei. O trabalho foi difícil demais para chegar aqui e vencer. Vim fazer o meu melhor e o que eu amo. A chuva deu um pouco mais de emoção. Impus meu ritmo do começo ao fim. Estava curtindo e sofrendo, abrindo diferença a cada volta. Muito feliz com a conquista”, disse Isabella.

“Meu marido e meu filho estiveram aqui torcendo por mim. Diante deles é tudo mais do fundo do coração. Cada instante eu pensava que era por eles, por mim, por nós. A gente abre mão de tanta coisa, para ter essa rotina não só de atleta profissional, mas também de esposa e mãe. Meu filho tem só 3 aninhos e é totalmente dependente. A gente viaja e já prepara tudo pensando nele. É bem mais complexo, mas em compensação ter eles comigo é um calmante no meu coração. Eu só pensava em fazer meu melhor, porque não era só por mim, mas por eles também”, finalizou a vencedora da Super Elite.

Vice-campeã desta primeira corrida para a Super Elite Feminina na etapa, a atual campeã brasileira de XCO, Karen Olimpio, pode somar em Taubaté importantes pontos (40 até o momento) nos rankings Olímpico e Mundial. “Dia atípico por conta da chuva. Conversei com os ciclistas locais, nunca eles tinham andado nessa pista molhada, o que apimentou um pouco mais a disputa. Dia também atípico para mim particularmente, porque não consegui desenvolver 50% do que eu preparei. Mesmo assim, estou feliz. A vida de atleta tem altos e baixos, a gente aprende a cada dia. Venho trabalhando em cima de um objetivo claro, que é conquistar a vaga para estar na Olimpíada de Paris/2024. Contente por cumprir todos meus compromissos da semana, disputar a vitória com a Isabella e conquistar esses pontos”, comentou Karen.

Também durante a segunda bateria do dia, estiveram na pista os ciclistas da Júnior Masculina para a disputa do XCO. Após quatro voltas completadas, a vitória ficou com o ciclista Guilherme Galvão. Ele dominou a corrida do começo ao fim, para cruzar a linha de chegada pouco mais de 40 segundos à frente do vice-campeão, Henrique Bravo. O Top 3 teve ainda Vinicius Howe, atual campeão pan-americano da categoria. As cinco primeiras colocações foram completadas por Erik Pereira e Otávio Souza. O pódio teve ainda José Santos, Terly Moreira, Breno Santos, Vitor Castro e Matheus Franciscon.

A primeira competição do sábado foi o Cross Country Olímpico para as E-Bikes. Os campeões do dia foram Rubinho Valeriano (E-Bike Pró Masculina), Stefanye Lindolfo (E-Bike Pró Feminina) e Maurício Salgado (E-Bike Máster), que competiram antes da chuva começar a cair com maior força na pista do Parque do Itaim.

A etapa de Taubaté (SP) teve início na sexta-feira, com as provas promocionais do XCC. Ao todo, cinco categorias foram realizadas, consagrando como campeões: Florencia Rojo (Geral Feminina), Diego Vicenti (Máster Masculina), Juarez Machado (E-Bike Masculina), Gustavo Vilela (Cadete Masculina) e Gustavo Nogueira (Teen Masculina).

Ainda neste sábado, acontecem as provas da Maratona para as suas 16 categorias: E-MTB Masculina, E-MTB Feminina, Ultra, Expert, Cadete, Master, Segurança Pública, Veterano, Peso Pesado, PCD, Duplas, Open Feminina, Turismo, Hand Bike. O dia se encerra com a Night Run da ASPAL Hemogrupo, a partir de 18h.

No domingo serão mais 6 largadas: A 1ª largada (8h), com as categorias XCO Masculina – Sub17, Sub15, Ultra, Sub55, Sub60, Sub65, Over65, Sub12; a 2ª largada (10h), com as categorias XCO Masculina – Sub30, Sub35, Sub40, Sub45 e Sub50; a 3ª largada (12h), com as categorias XCO Feminina – Júnior, Sub17, Sub15, Sub40, Sub50, Over50, Sub12; a 4ª largada (14h), com a XCC Júnior Masculina; a 5ª largada (14h40), com o XCC Super Elite Feminina; e a 6ª largada (15h20), com o XCC Super Elite feminina.

Leia mais em www.cimtb.com.br