Volta a Espanha: Roglic vence no Angliru, com Vingegaard em 2º

HomeCompetiçõesDestaque

Volta a Espanha: Roglic vence no Angliru, com Vingegaard em 2º

Sepp Kuss, terceiro na etapa, manteve a camisa vermelha de líder da classificação geral, mas vantagem para Vingegaard cai para 8 segundos

Roglic e Vingegaard na chegada da etapa

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação/Unipublic

A 17ª etapa da Volta a Espanha, nesta quarta-feira (13 de setembro), foi ao icônico Angliru, nas Astúrias. Em mais um pódio com os três principais nomes da Jumbo-Visma, desta vez foi Primoz Roglic quem passou a meta em primeiro, seguido de perto por Jonas Vingegaard e com Sepp Kuss na terceira colocação, a 19 segundos, após ficar para trás no trecho final e conseguir ultrapassar Mikel Landa (Bahrain Victorious) na chegada.

“Foi um resultado muito melhor do que da última vez (quando perdeu a liderança geral no Angliru, em 2020). Sempre tão difícil e tão íngreme. Eu fiz meu próprio ritmo e a subida fez a diferença. Deixei a Bahrain Victorious andar, eles estavam indo rápido o suficiente, e no momento em que senti que o ritmo estava diminuindo um pouco, fui em frente. Falei com Sepp Kuss. Sei que é uma sensação estranha, mas em uma subida tão íngreme, todo mundo vai o mais rápido possível e então vemos o que acontece. Eu disse a ele: ‘Continue lutando, continue acreditando, você vai conseguir'”, contou Roglic.

Com os adversários distanciados, o trio da Jumbo-Visma ampliou sua vantagem sobre os rivais. Kuss continua com a camisa vermelha, com Vingegaard a 8 segundos. Roglic segue em terceiro na classificação geral, a 1min08s. Juan Ayuso (UAE Team Emirates) é o quarto colocado, mas está a 4 minutos.

Durante a etapa, Remco Evenepoel (Soudal-QuickStep) partiu para o ataque nas primeiras montanhas e seguiu na frente antes dos últimos cinco quilômetros do Angliru, quando foi alcançado. O belga, que lidera a classificação de montanha, conquistou o prêmio de mais combativo da etapa.

Bolo de aniversário para o líder Sepp Kuss

Kuss, que comemorou seu 29º aniversário antes do início da etapa, e novamente com a família e amigos no final, disse que ficou surpreso e feliz. “Quando cruzei a linha de chegada pensei que tinha perdido a camisa. E nem fiquei triste porque dei o melhor que pude na subida. Quando soube que ainda estava na liderança fiquei surpreso. É muita felicidade”, comemorou.

“Hoje foi mais um dia com meus dois fortes companheiros de equipe, meus amigos também. Acho que nos divertimos tanto quanto você pode se divertir no Angliru e foi um dia louco. Outro 1-2-3. Landa provavelmente merecia o lugar do pódio mais do que eu, mas eu precisava dos segundos de bônus. Foi um aniversário muito feliz, fazendo o que mais gosto”, completou o líder.

MELHORES MOMENTOS

RESULTADOS

Results powered by FirstCycling.com

AS CAMISAS
Camisa vermelha – líder da classificação geral
 – Sepp Kuss (Jumbo Visma)
Camisa verde – líder da classificação por pontos – Kaden Groves (Alpecin-Deceuninck)
Camisa de bolinhas – líder da classificação de montanha – Remco Evenepoel (Soudal-QuickStep)
Camisa branca – líder da classificação de melhor jovem – Juan Ayuso (UAE Team Emirates)

Próxima etapa
Na 18ª etapa, nesta quinta-feira (14 de setembro), com 179km entre Pola de Allande a La Cruz de Linares, o pelotão continua nas Astúrias para mais um dia crucial nas montanhas. Com um grande final na nova subida de La Cruz de Linares, que será disputada duas vezes consecutivas, a etapa será uma verdadeira prova de resistência, principalmente um dia após o Angliru.

Com cinco subidas classificadas, a escalada começa em Alto de la Estaca (5,1km a 7,5%, categoria 2), seguida pelo Puerto de San Lorenzo (9,9km a 8,6%, categoria 1). Depois vem o Alto de Tenebredo (categoria 3) antes da dupla subida de La Cruz de la Linares (8,3 km a 8,6%).

 

A 18ª etapa conta com cinco subidas classificadas

AS ETAPAS
Etapa 1 – 26 de agosto – Barcelona – Barcelona TTT 14,8km
Etapa 2 – 27 de agosto – Mataro – Barcelona 182km
Etapa 3 – 28 de agosto – Súria – Arinsal – Andorra 158,5 km
Etapa 4 – 29 de agosto – Andorra La Vella – Tarragona 185km
Etapa 5 – 30 de agosto – Morella – Burriana 186,5 km
Etapa 6 – 31 de agosto – La Vall d’Uixó – Pico del Buitre (Observatório Astrofísico de Javalambre) 183,5km
Etapa 7 – 1 de setembro – Utiel – Oliva 201km
Etapa 8 – 2 de setembro – Denia – Xorret de Cati 165km
Etapa 9 – 3 de setembro – Cartagena – Caravaca de la Cruz 184,5 km

4 de setembro: dia de descanso

Etapa 10 – 5 de setembro – Valladolid – Valladolid ITT 25,8km
Etapa 11 – 6 de setembro – Lerma – La Laguna Negra. Vinuesa 163,5km
Etapa 12 – 7 de setembro – Ólvega – Zaragoza 151km
Etapa 13 – 8 de setembro – Formigal – Tourmalet (França) 135km
Etapa 14 – 9 de setembro – Sauveterre-de-Béarn – Larra-Belagua 156,5km
Etapa 15 – 10 de setembro – Pamplona – Lekunberri 158,5km

11 de setembro: dia de descanso

Etapa 16 – 12 de setembro – Liencres Playa – Bejes 120,5km
Etapa 17 – 13 de setembro – Ribadesella/Ribeseya – Altu de L’Angliru 124,5km
Etapa 18 – 14 de setembro – Pola de Allande – La Cruz de Linares 179km
Etapa 19 – 15 de setembro – La Bañeza – Íscar 177,5km
Etapa 20 – 16 de setembro – Manzanares El Real – Guadarrama 208km
Etapa 21 – 17 de setembro – Hipódromo de la Zarzuela – Madrid. Paisaje de la Luz 101,5km

LEIA MAIS
Volta a Espanha no Bikemagazine
Site oficial La Vuelta