Urubici (SC) recebe três eventos internacionais de ciclismo de 3 a 5 de outubro

HomeCompetiçõesCiclismo nacional

Urubici (SC) recebe três eventos internacionais de ciclismo de 3 a 5 de outubro

Série de três provas vai reunir atletas de 10 países que buscam pontos olímpicos; eventos têm premiação total de R$ 65 mil e distribuem 40 pontos no ranking mundial

André Gohr (centro) é um dos confirmados em Urubici – Foto Fepaci

Do Bikemagazine
Foto de divulgação Fepaci

A Serra Catarinense será o centro das atenções do ciclismo nacional na próxima semana. De 3 a 5 de outubro, Urubici sediará três importantes eventos do calendário mundial de Ciclismo de Estrada. O Gran Tour Ciclismo de Santa Catarina, o GP Urubici de Ciclismo e o GP Internacional de Ciclismo distribuirão pontos para o ranking da UCI, válidos para a classificação para os Jogos Olímpicos de Paris-2024.

No total, ciclistas de 10 países competirão na Serra Catarinense em busca de pontos e da premiação de R$ 65 mil. Além da Seleção Brasileira, estão confirmados ciclistas da Argentina, Bolívia, Colômbia, Estados Unidos, Panamá, Paraguai, Uruguai, Uzbequistão e Venezuela. Os três eventos têm classificação 1.2 e oferecem 40 pontos no ranking mundial.

A programação começa na terça-feira (3 de outubro), com o Gran Tour Ciclismo de Santa Catarina. Os atletas enfrentarão um percurso de 128,7km na categoria masculina, enquanto as mulheres terão pela frente um trajeto de 111,5km.

Na quarta-feira (4 de setembro), será a vez do GP Urubici de Ciclismo, com 79,7km para os homens e 62,2km para as mulheres.

O GP Internacional de Ciclismo encerra a programação na quinta-feira (5 de outubro), com as provas mais longas: 169,4km para os homens e 128,7km para as mulheres.

Sete vezes campeão brasileiro, o catarinense André Gohr, de Brusque, estará nas disputas em Urubici. “Os eventos em Urubici serão extremamente importantes na busca pela vaga olímpica. Há muito tempo não tínhamos competições válidas pelo ranking mundial no Brasil, e ter a oportunidade de competir em provas desse nível em Santa Catarina é um privilégio. Ainda mais por se tratarem das últimas provas do ano, que somam pontos no ranking olímpico”, comenta.

Gohr comenta ainda sobre a preparação para os eventos. “Minha expectativa é muito boa. Realizei um training camp de um mês na Colômbia, onde treinei em altitude, com foco nessas provas. Sinto-me muito bem e motivado, em uma forma física excelente. Espero poder disputar a vitória nesses três dias de provas e acumular pontos em busca da vaga olímpica”, afirma Gohr.