Brasil Ride: Avancini vence 2ª etapa; Tiago Ferreira é o novo líder

HomeCompetiçõesBrasil Ride

Brasil Ride: Avancini vence 2ª etapa; Tiago Ferreira é o novo líder

Avancini, que começou o dia em quinto lugar na classificação geral, disputou a chegada com o português Tiago Ferreira e subiu para a vice-liderança

Avancini na disputa de sua última Brasil Ride antes de se aposentar

Do Bikemagazine
Foto de divulgação/Brasil Ride

Henrique Avancini (Caloi-Henrique Avancini Racing) venceu a segunda etapa da ultramaratona Brasil Ride nesta segunda-feira (23 de outubro). A etapa mais longa desta edição teve um total de 134km com 2.130 metros de altimetria, que Avancini completou em 4h45min.

Avancini, que começou o dia na quinta colocação geral (a 2min22s), levou a melhor no sprint contra o português Tiago Ferreira (DMT Racing by Marconi). O alemão Simon Stiebjahn (Singer Racing Team) ficou com a terceira colocação, a 4min21s, seguido pelo holandês Hans Becking (Buff-Megamo Team), a 4min22s.

Segundo Avancini, a etapa foi duríssima. “Se não foi a mais dura, foi uma das etapas mais difíceis que já presenciei. Foi muito pesada. No km 100, o trecho estava molhado, com lama e um pouco mais pesado, foi legal, me senti bem. Do km 70 a 80, cheguei ao ritmo normal e tentei fazer a seleção do grupo. No primeiro momento, passei com Simon, depois conectei com Hans, Tiago e Lucas e ficamos nesse grupo por um bom tempo. No km 116, acelerei na subida. No topo até a chegada fomos eu e Tiago, meio que ‘sobrevivendo’ um ao outro. Estou feliz, com Tiago é sempre uma disputa clássica. Ontem tomei um gap grande e hoje fui o primeiro a atacar. É sempre assim. Isso estimula as pessoas. É o que gosto de fazer como atleta”, declarou Avancini.

O suíço radicado no Brasil, Lukas Kauffmann (Urso Branco), terminou em 5º, a 4min33s. Na classificação geral, Tiago Ferreira é o novo líder, com Avancini em segundo a 1min11s.

Tiago Ferreira revelou que a parceria no final da etapa beneficiou aos dois. “É muito bom poder contar com esta parceria. Fico feliz por mim e por ele. Ambos pontuaram”, ressaltou.

O primeiro líder, Hans Becking, caiu para terceiro lugar, a 3min11s.

Já a elite feminina teve como campeã da etapa, a colombiana Monica Calderón (Cannondale Vas Arabay) venceu com o tempo de 5h59m27s. O segundo e terceiro lugares femininos foram a brasileira Sabrina Gobbo (avulsa) com o tempo de 6h10m39s, seguida pela espanhola Tessa Kortekaas (Cannondale Vas Arabay), com 6h15m21s. Sabrina fez uma sólida prova, é a terceira na geral, a 22min28s.

Mônica disse que a etapa foi uma das mais difíceis que já enfrentou.

“Foi impressionante, a prova toda foi rápida e diferente dos meus planos. Em alguns momentos, senti que ia perder a camisa (de líder), e sabia que a partir do km 70 começava a pior parte. A mente, o ritmo e o percurso foram muito duros no final. Quando pensei que estava terminando veio o trecho mais duro e o final com muito vento. Mas acredito que igual à etapa de hoje, não seja mais difícil”, explicou.

Entre as mulheres, a vitória mais uma vez foi da colombiana Monica Calderón (Cannondale Vas Arabay), que completou a etapa em 5h59min27s e ampliou a liderança geral para 16min30s sobre a espanhola Tessa Kortekaas (Cannondale Vas Arabay).

RESULTADOS COMPLETOS
https://resultados.stopandgo.pro/1163/Individual

ETAPAS:
ETAPA 1 – Arraial d’Ajuda > Arraial d’Ajuda – 57km – 760m
ETAPA 2 – Arraial d’Ajuda > Guaratinga – 134km – 2.130m
ETAPA 3 – Guaratinga > Guaratinga – 58km – 1.080m
ETAPA 4 – Guaratinga > Guaratinga (Rainha) – 100,8km – 2.440m
ETAPA 5 – Guaratinga > Eunápolis – 69,2km – 1.200m
ETAPA 6 – Arraial d’Ajuda > Arraial d’Ajuda (CRI) – 19,3km – 263km
ETAPA 7 – Arraial d’Ajuda > Arraial d’Ajuda – 49,5km – 970m

LEIA MAIS
Brasil Ride no Bikemagazine

Site oficial do evento www.brasilride.com.br