Sagan volta ao MTB e estará na Copa do Mundo

HomeCompetições

Sagan volta ao MTB e estará na Copa do Mundo

Eslovaco busca vaga para os Jogos de Paris e passa a integrar a Specialized Factory Team após deixar o ciclismo de estrada nesta temporada

Sagan no Mundial de MTB 2023; eslovaco terminou o XCO em 63º lugar e o XCC em 37º

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

O eslovaco Peter Sagan, tricampeão mundial de estrada que se retirou do ciclismo nesta temporada e foi confirmado na equipe de MTB Specialized Factory Team em 2024, está de olho em uma vaga para os Jogos de Paris. Para começar sua trajetória rumo à classificação, Sagan anunciou que vai disputar etapas da Copa do Mundo de MTB, sem definir quais serão.

Vale destacar que a Copa do Mundo de MTB vai voltar ao Brasil em 2024, com duas etapas que estreiam na competição e abrem a temporada. A primeira será em Mairiporã (SP), de 12 a 14 de abril, e a segunda em Araxá (MG), de 19 a 21 abril. Leia mais aqui

 

Sagan após a disputa do XCO no Mundial de MTB 2023

Para chegar aos Jogos de Paris, o caminho é complexo, já que há pouco tempo – a classificação termina dia 26 de maio – para somar os pontos que lhe garantirão a tão sonhada vaga olímpica. A Eslováquia, sem um atleta que tenha conseguido acumular pontos, não tem vaga para Paris.

“Estou feliz por continuar com o mountain bike e ver se sou capaz de fazer alguma coisa ou não”, declarou. “Tenho que treinar muito, isso é certo. Vai ser difícil somar alguns pontos. Veremos. Temos que pensar bem no calendário”, afirma o eslovaco.

“Quero fazer muitas corridas porque cada corrida é, como dizem no ciclismo, o melhor treino. O mountain bike é realmente um tipo de esporte misto e exige muito esforço durante uma hora e meia. Você vai a toda. Tenho que praticar muitas coisas técnicas, tenho que ser melhor em as descidas e tecnicamente”, continua Sagan.

“Vai ser muito difícil, mas sempre digo que não é impossível e que tenho que pensar positivo. Tenho que pensar que é possível e então veremos. Definitivamente, será um trabalho árduo. Mas, para mim, basta me classificar e participar dos Jogos”, completou.

Sagan marcou seu nome na história do ciclismo. Estreou como profissional em 2011 e venceu o Tour da Flandres, a Paris-Roubaix e três Campeonatos Mundiais consecutivos, de 2015 a 2017, além de vencer sete vezes a classificação por pontos da camisa verde do Tour de France. “As vitórias são minhas lembranças favoritas”, diz sagan. “Três Campeonatos Mundiais são as melhores, e depois Flandres, Roubaix, sete camisas verdes, penso que estas são as melhores vitórias que consegui na minha carreira.”

LEIA TAMBÉM
Sagan confirma equipe de MTB e segue na missão Paris-2024

Reportagens com Peter Sagan no Bikemagazine

 

Giro d-italia