Volta ao Algarve: Dani Martinez vence última etapa; Evenepoel é tri

HomeCiclismo

Volta ao Algarve: Dani Martinez vence última etapa; Evenepoel é tri

Dani Martinez venceu a etapa rainha com chegada no Alto do Malhão e ficou com a 2ª colocação geral a 43 segundos. Antonio Morgado foi campeão da Juventude

O colombiano Dani Martinez levou a melhor na chegada ao Alto do Malhão

Do Bikemagazine
Fotos de divulgação

O belga Remco Evenepoel (Souldal-QuickStep) conquistou o tricampeonato na Volta ao Algarve. A segunda colocação na classificação geral ficou com o colombiano Daniel Martinez (Bora-Hansgrohe), que venceu a etapa rainha disputa neste domingo (18 de fevereiro). Martinez completou os 165,8km entre Faro e o Alto do Malhão em 3h55min35s e triunfou no sprint com Evenepoel. O britânico Tom Pidcock (Ineos-Grenadiers) foi o terceiro na etapa, a 3 segundos.

Evenepoel, que triunfou nas edições 2020 e 2022 na Volta ao Algarve, concluiu a prova com o tempo total de 18h45min53s, 43 segundos à frente de Martinez.

Evenepoel superou dificuldades mecânicas na última etapa e fez toda a subida com coroa 54

“Estou feliz com esta terceira vitória. É uma sensação muito agradável vir aqui e ter uma semana muito bem-sucedida para regressar a casa com três vitórias e dois segundos lugares. Quando Van Aert atacou, ficamos calmos, acho que se pode ver na televisão. Tivemos de sacrificar muita energia dos rapazes porque eles perseguiram um pouco mais cedo do que esperávamos. Mas acho que mostramos como esta equipe é mentalmente forte. Nunca entramos em pânico numa determinada situação, especialmente como a que o Wout criou”, disse Evenepoel.

Na terceira colocação da geral ficou o esloveno Jan Tratnik (Visma-Lease a Bike), a 1min21s.

Coroa 54 na subida

Vale destacar o trabalho de Mikel Landa que trabalhou duro para neutralizar um ataque de Wout Van Aert (Visma-Lease a Bike).

“Estou muito feliz com a vitória na geral. Minha equipe teve problemas sérios hoje. Mantivemos a calma. Especialmente quando se tem um cara como o Mikel Landa no time. Ele tem muita experiência. Ele controlou os rapazes e estou muito orgulhoso deles”, contou o campeão.

Evenepoel pedalou os últimos 20 km com a coroa grande de 54 dentes, inclusive a subida final, com 2,6km a 9,2% de média, e com picos de até 10,3% de inclinação máxima.

Tive de fazer a subida final com a coroa 54. Tive um problema mecânico, não conseguia passar para a menor. Foi uma pena, porque fazer uma subida com rampas que rondam os 20 por cento com 54 é bastante difícil. Isso deu cabo das minhas pernas, mas acho que na minha cabeça fiquei bastante calmo. É uma pena, porque sou um tipo que gosta de andar com uma cadência alta. Especialmente na primeira parte, acho que me deu cabo das pernas. E a minha aceleração foi um pouco menor no final, devido à grande perda de potência causada pela engrenagem mecânica. Mas a vida é assim mesmo, acho que há coisas piores”, disse o campeão, que ainda teve força para disputar o sprint com o atual campeão nacional colombiano Dani Martinez.

Martinez por sua vez explica como a calma e o trabalho de equipe foi importante para a vitória na etapa.

“Fizemos um excelente trabalho. Quando Van Aert atacou, o diretor desportivo disse pelo rádio para ter calma, porque ainda era muito longe da chegada. Foi um fantástico trabalho de equipe. Queria muito ganhar aqui, onde já fui segundo, há dois anos. É a etapa mais dura da Volta ao Algarve”, reconheceu o colombiano.

Wout Van Aert puxa a fuga

Van Aert liderou a grande fuga do dia com 20 ciclistas que começou no KM 70. Mais tarde, Van Aert escapou juntamente com o irlandês Ben Healy (EF Education-EasyPost) e o holandês Gijs Leemreize. Os escapados entraram na subida final com pouco mais de um minuto de vantagem.

Mas o trio foi logo alcançado pelo grupo camisa amarela. Evenepoel tentou vários ataques, mas atacar na subida com a coroa 54 dentes não era uma opção.

Entre os portugueses, Antonio Morgado (UAE Emirates) foi o campeão da classificação de juventude (camisa branca). Morgado concluiu com 3min32s de vantagem sobre o segundo colocado, o norte-americano Magnus Sheffield (Ineos-Grenadier).

A vitória na classificação por pontos (camisa verde) foi do vencedor da primeira etapa, o belga Gerben Thijssen (Intermarché-Wanty), que concluiu com 44 pontos, contra 30 de Martinez.

Os campeões de montanha, geral, pontos e junventude.

Na classificação de montanhas (camisa azul), o colombiano Martinez levou também o título geral, com 16 pontos contra 13 do norueguês Andreas Leknessund (Uno-X-Mobility).

A campeã entre as equipes foi a holandesa Visma-Lease a Bike, com 1min28s de vantagem sobre a esquadra alemã Bora-Hansgrohe.

RESULTADOS COMPLETOS

Results powered by FirstCycling.com

Mais informações no site oficial voltaaoalgarve.com