Copa do Mundo em Mairiporã com Schurter e sem Pauline; confira entry list

HomeCompetiçõesMountain bike

Copa do Mundo em Mairiporã com Schurter e sem Pauline; confira entry list

No total são 271 inscritos de 37 países para as provas em Mairiporã. Serão 108 ciclistas no XCO da elite masculina e 66 na elite feminina. Na sub-23 são 64 inscritos e 33 inscritas

A lenda suíça Nino Schurter está no Brasil para as duas etapas da Copa do Mundo

Por Marcos Adami – Bikemagazine
Fotos de divulgação

Os melhores atletas do mountain bike mundial já estão no Brasil para a etapa de abertura da Copa do Mundo de Mountain Bike. Com o nome comercial de Whoop UCI Mountain Bike World Series, a Copa do Mundo de Mountain Bike Cross Country tem início nesta quinta-feira (11 de abril) em Mairiporã, a 40km da capital paulista. No final de semana seguinte (18 a 20 de abril) o circo da Copa do Mundo estará em Araxá (MG). No total, serão oito etapas de cross country/short track na temporada 2024.

A corrida pelos pontos olímpicos para Paris termina no dia 26 de maio e as etapas brasileiras são fundamentais para a definição das vagas. A lista de inscritos divulgada nesta quarta-feira revela a importância dos eventos no Brasil.

No total, temos 271 inscritos de 37 países para as provas em Mairiporã. Serão 108 ciclistas na disputa do XCO da elite masculina e 66 inscritas na elite feminina. Na sub-23 são 64 inscritos e 33 inscritas.

O percurso do XCO tem 4,46km com 231 metros de elevação e o start loop tem 3,5km com 182 metros de altimetria acumulada.

Confira a lista completa de inscritos: inscritos-mairiporã

Com Schurter, mas sem Pauline
Depois de um longo hiato entre as temporadas não é fácil apontar os favoritos das disputas no Brasil. O suíço Nino Schurter, que já venceu a Copa do Mundo nove vezes, incluindo a edição de 2023, chega a Mairiporã com nada menos de 35 vitórias em etapas da Copa do Mundo (incluindo a etapa brasileira da Copa do mundo de Petrópolis, em 2022). Vale lembrar que aos 37 anos Schurter é 10 vezes campeão mundial e ganhou o ouro em 2016 nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

O número 1 será usado pelo atual líder do ranking UCI, o suíço Mathias Fluckiger, que chegou semana passado ao Brasil e disputou o MTB Festival, no mesmo percurso da prova em Mairiporã.

O francês Jordan Sarrou, vice-campeão da Copa do Mundo no ano passado, é tido como um dos favoritos ao pódio. Ainda no masculino, o francês Victor Koretzky deve tentar manter a sequência das três vitórias consecutivas do final da temporada 2023 e fazer uma boa apresentação no Brasil na busca pela quarta vitória.

Mas a lista de candidatos ao pódio é longa e não podemos esquecer nomes como o sul-africano Alan Hatherly, o romeno Vlad Dascalu, o italiano Luca Braidot, o neo zelandês Anton Cooper, o francês Maxime Marotte, o suíço Filippo Colombo, além dos brasileiros Ulan Galinski, Gustavo Xavier, Zé Gabriel, entre outros.

O francês Jordan Sarrou foi vice-campeão da Copa do Mundo em 2023 e é um dos favoritos no Brasil

No cross-country feminino, a austríaca Mona Mitterwallner e a francesa Loana Lecomte têm tudo para travarem uma grande batalha no Brasil e ao longo da temporada. A suíça Alessandra Keller, vice-campeã da Copa do Mundo em 2023, também chegou ao Brasil para a o MTB Festival e levará vantagens sobre as adversárias por conhecer o percurso.

A britânica Evie Richards (terceira na Copa do Mundo em 2023) promete estar na disputa pelo pódio, assim como a atual campeã olímpica, a suíça Jolanda Neff. A francesa Pauline Ferrand-Prévot, pentacampeã mundial e atual campeã do mundo não vem ao Brasil e vai correr somente a etapa de Nové Mesto, no dia 26 de maio.

Dois outros grandes atletas que não estarão nas etapas brasileiras por estarem focados no ciclismo de estrada são a holandesa Puck Pieterse, campeã da geral do XCO em 2023, e o atual campeão mundial e olímpico, o britânico Tom Pidcock.

Brasileiros
O Brasil tem 16 ciclistas inscritos na prova de cross country e seis inscritas na prova das mulheres da elite. Na sub-23 o Brasil aparece com 12 inscritos e seis ciclistas no feminino.

Um dos destaques é o baiano Ulan Galinski, melhor brasileiro no ranking mundial UCI e líder do ranking brasileiro. Galinski já disputou 14 etapas da Copa do Mundo e tem como principal objetivo da temporada garantir vaga nos Jogos Olímpicos de Paris.

Galinski na disputa do MTB Festival em Mairiporã – Foto de divulgação da Caloi

“Para mim é um baita privilégio estar largando essas etapas sendo o primeiro brasileiro no ranking mundial, ao mesmo tempo considero uma grande responsabilidade, porém me sinto pronto para representar nossa nação da melhor forma possível”, disse Ulan.

A pentacampeã brasileira de XCO Raiza Goulão também periodizou sua temporada de olho no calendário e nos pontos olímpicos para Paris-2024. “Dentro do meu planejamento, Mairiporã e Araxá serão as provas para eu começar a sentir o ritmo das atletas da Europa”.

Demais etapas
Depois das etapas brasileiras, o Whoop UCI Mountain Bike World Series segue para a República Tcheca no último final de semana do mês de maio.

Calendário 
Nové Mesto – República Tcheca – 24 a 26 de maio
Val di Sole – Itália – 14 a 16 de junho
Crans Montana – Suíça – 21 a 23 de junho
Haute Savoie – França – 28 de junho a 7 de julho
Lake Placid – EUA – 27 a 29 de setembro
Mont-Sainte-Anne – Canadá – 4 a 6 de outubro

Mais informações no site oficial www.uci.org/competition-hub/2024-uci-mountain-bike-world-cup

LEIA MAIS
Copa do Mundo de MTB no Brasil

Giro d-italia